Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

O que é nota fiscal de remessa? Veja as 7 situações em que é necessário emiti-la

O que é nota fiscal de remessa e quais as suas vantagens? Veja os 7 momentos em que é necessário gerar e descubra como emitir.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Sabia que existem alguns casos em que você pode enviar uma mercadoria com nota fiscal, sem que sejam cobrados impostos?

Sim, nossa legislação é cheia de detalhes e organizar as notas fiscais da empresa pode parecer algo complexo e trabalhoso, considerando que há inúmeras particularidades entre elas.

Por exemplo, você sabe o que é nota fiscal de remessa?

A nota fiscal de remessa é um tipo de NFe muito importante e essencial em movimentações da empresa. E conhecer seus detalhes é importante para a gestão financeira empresarial. Afinal, por que pagar por algo que você não é obrigado?

Para que o assunto fique claro, separamos abaixo todas as informações que você precisa para entender o que é nota fiscal de remessa e como emitir!

Veja também: Saiba como emitir nota fiscal em contingência passo a passo

O que é nota fiscal de remessa?

A nota fiscal de remessa é o tipo de NFe que acompanha bens e mercadorias que saem da sua empresa.

É como se fosse uma nota de transporte, exigida quando determinado item é retirado do estoque e enviado para outro local, sem ser uma operação comercial.

Vamos supor que você irá transferir sua mercadoria de uma unidade para outra. Não se trata de uma compra e nem de uma venda, então por que deveria emitir uma NFe?

Bem, simplesmente porque todas as operações devem ser registradas, mas, neste caso, você utiliza a nota de remessa.

A grande diferença desse tipo de nota é que ela é emitida em transações não relacionadas à uma venda.

Um produto pode até sair de seu estoque com a intenção de venda, mas a transação comercial ainda não aconteceu. Ainda assim, existem inúmeras situações em que ela é necessária.

Confira também: Nota fiscal rejeitada: o que fazer? Tire suas dúvidas agora!

Tipos de nota de remessa: saída e entrada

Antes de chegar às situações em que se deve gerar nota de remessa, é preciso entender os dois tipos existentes. A nota que controla a saída e a nota que controla a entrada.

Basicamente, a nota de saída é quando o item está sendo retirado da empresa, mas deve voltar em breve. É o caso de quando se transporta o produto para conserto, por exemplo.

Já quando ele volta ou chega de fato para a empresa, ainda sem uma nota fiscal, deve-se emitir a nota de entrada.

Quer entender as vantagens da nota fiscal de simples remessa? Então confira este vídeo da Vb Brasil:

Quando preciso gerar nota de remessa? Veja 7 exemplos!

Agora você até sabe o que é nota fiscal de remessa, mas ainda não entendeu em quais situações deve gerar. Veja então os 7 exemplos mais comuns em que pode ser necessário gerar nota de remessa na sua empresa!

  1. Consertos: em casos de defeitos de produto, o envio para conserto externo exigirá a nota fiscal de remessa.
  2. Brindes: quando há entregas de brindes de forma espontânea.
  3. Amostras grátis: não haveria motivo para emitir uma NFe comum no recebimento de amostras grátis, mas elas ainda assim devem ser registradas como notas de remessa.
  4. Doações: as entradas ou saídas de doações não são tributadas, mas devem estar acompanhadas de notas de remessa.
  5. Envio para depósito externo ou armazém: quando existe algum tipo de terceirização, mas a mercadoria ainda está sendo enviada para um depósito ou armazém.
  6. Consignação ou demonstração: seja para enviar um produto apenas para demonstrá-lo ou em casos de consignação.
  7. Industrialização: quando se usa uma matéria-prima para transformá-la em um produto da empresa.

Lembre-se: sempre que houver movimentação no seu estoque para fora da empresa, será necessário gerar uma nota de remessa.

Caso a Receita Federal peça o comprovante de algum produto que saiu da companhia e não esteja acompanhado de nota fiscal, a empresa pode ser multada. E esse é o tipo do erro financeiro e contábil que sua empresa não deve cometer!

Leia  mais: Problema na emissão de nota fiscal eletrônica? Veja como evitar!

Vantagens da nota de remessa

A grande vantagem da nota fiscal de remessa é que, geralmente, ela fica isenta de impostos. Isso ocorre porque, neste primeiro transporte, ainda não há venda, portanto não haveria motivo para pagar impostos.

Mas, claro, pode acontecer da suspensão na tributação ocorrer em um estado e em outro não, portanto vale ficar atento às operações e suas particularidades.

Outra vantagem é a facilidade na emissão, que permite o controle maior de todas as operações. Os próprios gestores da empresa ficam cientes de todas as movimentações de mercadorias de uma maneira simplificada.

Saiba mais: Você sabe como emitir nota fiscal de e-commerce? Confira tudo que precisa fazer

Como emitir nota fiscal de remessa?

A boa notícia é que não há muito segredo para aprender como emitir nota fiscal de remessa. Isso porque ela deve ser gerada através do mesmo sistema em que se emite as NFes tradicionais de vendas.

Na hora de preencher a nota, você precisa apenas descrever a operação e informar os dados da empresa, assim como fretes, produtos e tributos envolvidos.

Leia também: Quais são os impostos na nota fiscal de serviços Lucro Presumido? Veja todos eles e como calcular!

Como um gerenciador de notas fiscais pode ajudar sua empresa

O cálculo dos impostos, emissão, geração dos arquivos XML e HTML e seu envio por e-mail aos clientes. Tudo isso é providenciado por um software de automação de notas fiscais.

E no caso do NFe.io, você também conta com um painel de controle com os dados de faturamento mensal, que pode consultar facilmente.

Além disso, é possível emitir notas de diferentes CNPJs para diversas prefeituras, sem sair do sistema.

E mais, com o NFe.io, você pode fazer consultas automatizadas de CPFCNPJ e conta também com desconto no certificado digital.

Saiba mais: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 1