Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Como calcular o valor de um produto na nota fiscal baseado no IPI e no frete? Aprenda cada etapa!

Encontrar percentual do frete e custo real do produto. Veja como calcular o valor de um produto na nota fiscal e facilite sua precificação

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Saber como calcular o valor de um produto na nota consiste em identificar qual o custo real que foi pago por ele para, posteriormente, chegar ao preço que deve ser cobrado do consumidor final para se obter lucro.

Ou seja, é quando uma empresa compra uma mercadoria para revender e precisa encontrar, com base no que está lançado na nota fiscal, o valor real de cada item.

Neste artigo você vai entender como calcular o valor de um produto na nota fiscal baseado no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e no frete. 

O resultado lhe dará uma ideia mais clara de quanto cobrar na hora da comercialização.

Papel, lápis e calculadora nas mãos? Então, vamos lá!

Como calcular o valor de um produto na nota fiscal?

Aprender como calcular o valor de um produto na nota fiscal é fundamental para encontrar seu custo real, ou seja, seu preço com a incidência de impostos, fretes e outros encargos. 

Além disso, esse resultado serve como base para identificar por quanto deve ser comercializado um item, em outras palavras, qual preço você deve colocar na mercadoria para ter lucro com sua venda.

No entanto, é preciso salientar que, para chegar ao valor que deve ser cobrado do consumidor diversos outros pontos devem ser considerados, tais como:

No cálculo abaixo vamos explicar o passo a passo de como calcular o valor de um produto na nota fiscal baseado no IPI e no frete. O resultado vai lhe auxiliar a encontrar o preço para comercialização.

Passo 1: cálculo do percentual do frete

O primeiro passo desse cálculo consiste em identificar, no valor total da nota fiscal, qual percentual é referente ao frete para cada item. 

Para ficar mais claro o entendimento, vamos usar os seguintes valores como exemplo:

  • (VN) Valor total da nota fiscal: R$ 500,00
  • (VF) Valor do frete: R$ 40,00
  • (PF) Percentual do frete: ?

Fórmula para cálculo do percentual do frete: PF = (VF x 100) / VN, assim:

  • ? = (40,00 x 100) / 500,00
  • ? = 4.000 / 500
  • Percentual do frete: 8%

Com essa fórmula foi possível descobrir que o frete representa um acréscimo de 8% no valor de cada produto.

Passo 2: cálculo do custo real de cada produto

Com o percentual do frete identificado, o próximo passo para saber como calcular o valor de um produto na nota fiscal é utilizar esse valor para identificar o custo real de cada mercadoria apresentada no documento.

Para isso, vamos considerar também o valor do IPI de cada item e aplicar a seguinte fórmula: CA = (CM + PI) + PF, sendo:

  • CA: custo atualizado e unitário do produto, ou seja, considerando IPI e frete;
  • CM: custo do produto sem IPI;
  • PI: percentual de IPI informado na nota, quando houver;
  • PF: percentual de frete identificado anteriormente.

Explicada as siglas da fórmula, vamos aplicar alguns valores para exemplo, considerando para percentual de frete os 8% que calculamos anteriormente.

Item 1

  • quantidade: 3
  • valor unitário: R$ 50,00
  • valor total: R$ 150,00
  • valor do IPI R$: 15,00
  • percentual do IPI: 10%

Item 2

  • quantidade: 3
  • valor unitário: R$ 25,00
  • valor total: R$ 75,00
  • valor do IPI R$: 7,50
  • percentual do IPI: 10%

Item 3

  • quantidade: 1
  • valor unitário: R$ 200,00
  • valor total: R$ 200,00
  • valor do IPI R$: não incide
  • percentual do IPI: 0%

Na soma dessa nota fiscal temos:

  • Valor total dos itens: R$ 425,00
  • Valor total de IPI: R$ 22,50
  • Valor final: R$ 447,50

Agora, vamos aplicar a fórmula para encontrar o custo total de cada produto:

Item 1

  • CA = (CM + PI) + PF
  • CA = (50,00 + 10%) + 8%
  • CA = 55 + 8%
  • CA = R$ 59,40 

Obs: aqui, descobriu-se que o custo do frete somente do item 1 foi de R$ 4,40

Item 2

  • CA = (CM + PI) + PF
  • CA = (25,00 + 10%) + 8%
  • CA = 27,50 + 8%
  • CA = R$ 29,70 

Obs: custo de frete somente do item 2 foi de R$ 2,20

Item 3

  • CA = (CM + PI) + PF
  • CA = (200,00 + 0%) + 8%
  • CA = 200,00 + 8%
  • CA = R$ 216,00 

Obs: custo de frete somente do item 3 foi de R$ 16,00

Ao final, é possível identificar de maneira clara o custo total de cada item apresentado na nota fiscal, sendo:

  • item 1: R$ 59,40 a unidade
  • item 2: R$ 29,70 a unidade
  • item 3: R$ 216,00 a unidade

Mas o que é IPI?

Falamos várias vezes de IPI ao longo deste texto, certo? Mas você sabe exatamente o que se trata esse imposto?

O IPI, Imposto sobre Produtos Industrializados, é um imposto federal que incide sobre os produtos industrializados.

No caso dos itens nacionais, a cobrança é feita assim que sai da fábrica. Para os importados, o IPI é cobrado no porto.

A função principal desse imposto é arrecadar dinheiro para o tesouro nacional. No entanto, o IPI também pode ser usado de forma estratégica para a economia nacional.

Como exemplo, podemos citar momentos nos quais o governo determina a redução do IPI sobre automóveis. Nesse caso, a iniciativa visa incentivar a compra e, com isso, aumentar o volume de vendas desse produto.

Além disso, é interessante também que você saiba que a alíquota do IPI, ou seja, seu percentual, difere para cada categoria de produto.

Os que são considerados essenciais para o dia a dia da população, como alimentos, recebem alíquota menor do que os tidos como supérfluos, como bebidas e cigarros.

Ou seja, esse imposto também pode influenciar no crescimento, ou não, de diversos setores industriais.

Para entender mais sobre IPI, assista a este vídeo do canal SimTax

Somada à precificação, o que mais ajuda para um negócio de sucesso?

Mas além de saber como calcular o valor de um produto na nota fiscal e, dessa forma, fazer a precificação adequada, um negócio de sucesso contempla outros fatores.

Um deles é a otimização de processos, como a obtida com uma boa gestão de notas fiscais.

Afinal, assim que precificar seus produtos e as vendas forem concluídas é preciso emitir esse documento ao cliente, certo?

Considerando que essa é uma tarefa diária de toda empresa, quanto mais prática, rápida e precisa for, melhor para o seu negócio.

A NFe.io é um sistema de emissão de notas fiscais que permite realizar essa e diversas outras funções em um mesmo ambiente, por exemplo:

Quer conhecer as demais funcionalidades da nossa plataforma e tornar o dia a dia da sua empresa ainda mais dinâmico? 

Então entre em contato agora com um de nossos consultores!

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.