Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Você sabe o que é NCM na nota fiscal? O que significa esse código, como funciona e por que é tão importante?

Saber o que é NCM na nota fiscal evita sérios problemas tributários. Veja como funciona, onde consultar e o que fazer em caso de erros.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Saber o que é NCM na nota fiscal é fundamental para emissão de NFC-e, NF-e e documentos de importação e exportação da maneira correta, evitando problemas com a fiscalização e garantindo que os produtos recebam a tributação correta.

Utilizada como parâmetro para diversos tributos nacionais, como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) é obrigatória a todas as empresas de comércio.

O que significa cada dígito, como funciona e onde consultar são algumas das informações que você terá neste post!

O que é NCM na nota fiscal?

Baseada no Sistema Harmonizado de Designação e Codificação de Mercadorias (SH), que é um padrão internacional de categorias para mercadorias comercializadas mundialmente, a NCM foi instituída em 1995 para atender o Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina. Em 2006, a Venezuela também passou a fazer parte desse grupo.

A sigla, que significa Nomenclatura Comum ao Mercosul, tem como objetivo aproximar o comércio entre esses países, facilitando a identificação de mercadorias comercializadas nesses territórios, além de permitir a coleta de dados sobre a compra e venda de produtos dentro e fora do Brasil e garantir que recebam a tributação certa.

Mas, diferentemente do CFOP (Código Fiscal de Operações e de Prestações das Entradas de Mercadorias e Bens e da Aquisição de Serviços), utilizado para determinar a modalidade de operação de compra ou venda, a NCM visa identificar a natureza da mercadoria que está sendo comercializada.

Por isso, se você trabalha com algum tipo de comércio, é fundamental saber o que é NCM na nota fiscal, principalmente após a publicação do Ajuste SINIEF 22/13, que tornou seu uso obrigatório nas Notas Fiscais de Consumidor (NFC-e) e nas de Produto (NF-e).

Como funciona a classificação da NCM?

A NCM é composta por oito dígitos, mas somente os dois últimos são específicos dela. Por ter sido baseada no SH, os seis primeiros fazem parte desse sistema e são importados dele.

Essa identificação também permite que as mercadorias provenientes do Mercosul possam ser comercializadas nos 190 países que utilizam o Sistema Harmonizado de Designação e Codificação de Mercadorias.

Na prática, saber o que é NCM na nota fiscal implica em identificar o significado de cada grupo de dígitos.

Capítulo

Os dois primeiros dígitos da NCM são denominados Capítulo e definem a natureza da mercadoria.

Posição

O terceiro e o quarto dígito se referem à posição do produto e são responsáveis por identificar a origem e o estado atual da mercadoria.

Subposição

A subposição são os números indicados no quinto e no sexto dígitos. Eles oferecem mais detalhes sobre a mercadoria que está sendo comercializada.

Item

Específico da NCM, o sétimo dígito tem a função de especificar ainda mais o produto.

Subitem

Também pertencente à NCM, com o oitavo dígito é possível ter ainda mais detalhes sobre a natureza do produto que está sendo comercializado.

Para que você entenda melhor o código, vamos usar como exemplo a seguinte NCM: 01022190. Nela, os dígitos correspondem às seguintes informações:

  • Capítulo 01: animais vivos;
  • Posição 0102: animais vivos da espécie bovina;
  • Subposição 01022: bovinos domésticos;
  • Item 0102219: reprodutores de raça pura;
  • Subitem 01022190: bovinos domésticos reprodutores de raça pura, prenhes ou com cria ao pé.

O vídeo do Gilberto Castro explica a composição da NCM de uma maneira bem simples e didática:

Como consultar a NCM?

Além de entender o que é a NCM na nota fiscal, é fundamental que o varejista saiba onde encontrar os códigos que identificarão seus produtos.

A tabela da NCM foi desenvolvida pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Dividida em 21 seções, cada uma delas possui capítulos, posições, subposições, itens e subitens.

A consulta pode ser feita neste link da Secretaria da Fazenda (Sefaz) ou no site Invest Export Brasil.

Para fazer a composição do código é preciso iniciar pela seção referente ao produto que deseja identificar. Você pode fazer isso por conta própria ou ter a assessoria de um especialista contábil, o que ajuda a evitar falhas.

Por que é tão importante identificar a NCM correta?

Além de ser obrigatória a todos os comércios, a identificação correta da NCM na nota fiscal permite:

  • tributação correta de mercadorias exportadas e importadas;
  • cálculo exato de outros tributos, evitando que o varejista pague valores errados;
  • acompanhamento do fluxo de mercadorias comercializadas entre os países;
  • análise das mudanças relativas ao comportamento de compra e venda.

O que fazer caso seja informada uma NCM errada?

Mesmo sabendo o que é NCM na nota fiscal e como localizar os códigos, não é incomum acontecerem lançamentos errados. Quando isso ocorre, a nota fiscal é rejeitada. Além disso, essa falha é passível de retenção das mercadorias na Alfândega, investigações e de multas com valor mínimo de R$ 500 ou 1% do valor aduaneiro.

Dados errados da NCM geralmente retornam da Sefaz com a informação “Rejeição 778: informado NCM inexistente”. Nesse caso, pode ter acontecido uma das duas opções: ou o código informado realmente não consta na tabela, ou houve um erro no ambiente de autenticação da nota.

Para o primeiro, é necessário localizar o código identificador correto e reemitir a nota. Já no segundo, você deve entrar em contato com a Sefaz e informar o ocorrido.

Pode acontecer também de não existir uma NCM que identifique seu produto. Quando isso ocorre, o código deve ser formado por oito dígitos 0 (00000000), conforme informado no Manual de Orientação do Contribuinte — versão 6.00.

Como identificar a NCM na nota fiscal?

Saber o que é NCM na nota fiscal é estar ciente de que em todas as Notas Fiscais de Produtos (NF-e) e Notas Fiscais de Consumidor (NFC-e) devem constar esse código que, de modo geral, fica ao lado da descrição do produto.

Sua presença garante que o produto seja tributado corretamente e que o comprador pague somente os impostos justos àquela mercadoria. Somado a isso, ela é um importante ferramenta de fiscalização quanto às condições da transação comercial e sua legalidade.

Existem outras funções para a NCM?

O que poucos varejistas sabem é que a NCM também pode ser utilizada como importante apoio para controle de estoque, identificando a entrada e a saída de mercadorias. Com essa identificação é possível até agrupar produtos similares, otimizando o espaço físico disponível.

A emissão das notas com esse código possibilita que as equipes responsáveis pelo controle de estoque tenham números atualizados e precisos dos produtos que entram e saem.

Saber o que é NCM na nota fiscal e como utilizá-la da maneira certa evita retrabalho e prejuízos junto ao sistema tributário, garantindo o pagamento dos impostos corretos para cada produto.

Se você quiser ainda mais agilidade na hora de emitir suas notas fiscais, é só utilizar a NFe.io para automatizar seus processos.

Em uma única plataforma você consegue emitir e enviar nota fiscal eletrônica por e-mail para os seus clientes, fazer o acompanhamento em tempo real de todos os processamentos, efetuar cálculos de impostos, administrar vários CNPJs simultaneamente, além de consultar sistemas como Receita Federal, Correios, entre diversas outras funções.

Gostou? Então entre em contato agora!

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.