Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Gestão do departamento fiscal: 5 dicas descomplicadas para manter-se em dia com o Fisco brasileiro

Confira 5 dicas de como promover uma gestão do departamento fiscal mais eficiente e manter-se em dia com o Fisco brasileiro.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

As normas fiscais brasileiras são bastante complexas. Assim, muitas empresas têm dificuldade em gerenciar seu departamento fiscal.

Em se tratando de Brasil, estamos falando de um dos sistemas fiscais e tributários mais complexos do mundo. Ele exige bastante atenção das empresas que operam por aqui.

Legislações extensas, atualizações constantes e inúmeras obrigatoriedades são alguns dos principais fatores que a gestão fiscal precisa se ater com bastante cuidado para não comprometer a empresa.

Mas a ineficiente gestão do departamento fiscal pode levar uma empresa à falência. Por isso, é preciso superar esse desafio.

Pensando nisso, separamos aqui 5 dicas de como você pode melhorar a gestão do departamento fiscal do seu negócio e manter-se em dia com o Fisco brasileiro.

Leia também: O que é compliance fiscal? Veja 10 benefícios de seguir esse método em sua empresa

5 dicas de como melhorar a gestão do departamento fiscal

Um departamento fiscal eficiente trará muitas vantagens para seu negócio. Isso inclui diminuição de gastos e aumento de produtividade.

Antes de ver nossas dicas, confira estas, sobre o controle de notas fiscais em sua empresa:

Gestão do departamento fiscal

1 – Fique por dentro da atual legislação

Como mencionado anteriormente, as leis de tributação no Brasil são muito extensas e estão sempre mudando. De acordo com um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), nosso país apresenta uma média de 46 alterações fiscais por dia útil. Além disso, há também as diferentes regras e tributos federais, estaduais e municipais.

Portanto, procure ficar atento às leis fiscais que se aplicam a sua empresa. Conheça bem todas as suas obrigações contábeis e tributárias, bem como os procedimentos que precisam ser cumpridos. Assim, você conseguirá manter seu negócio dentro das legalidades e evitar multas.

2 – Faça um planejamento tributário

A carga tributária acometida à sua empresa vai depender de alguns fatores, como:

Nesse sentido, considerando as complexidade do sistema tributário brasileiro, um bom planejamento torna-se um requisito obrigatório para que a sua empresa possa se desenvolver e se preparar para eventuais imprevistos.

Veja também: Como fazer um planejamento tributário passo a passo

3 – Implemente uma governança tributária

A governança tributária é a adoção de uma série de procedimentos integrados às diretrizes organizacionais que tem como objetivo assegurar o controle e a constante atualização de todos os processos fiscais da organização.

Com a governança tributária, é possível extinguir inconsistências, reduzir riscos, evitar que empresa pague tributos acima do necessário e impedir que ela deixe de cumprir suas obrigações legais e seja exposta a sanções fazendárias.

Saiba mais: O que é governança tributária: definição, benefícios e 5 dicas de como implementar

4 – Realize auditorias periódicas

Outra dica de como melhorar gestão do departamento fiscal é a realização periódica de auditorias. O objetivo dessa prática é identificar falhas processuais e garantir o cumprimento das normas legais, apontando as melhorias que podem ser feitas.

É também de interesse das auditorias periódicas verificar se as práticas adotadas pela organização estão, de fato, contribuindo para os resultados esperados. Ao final da análise, o auditor terá acesso a informações-chave para sugerir alterações que visem aperfeiçoar as práticas fiscais.

5 – Automatize seus processos fiscais

Que tal utilizar a tecnologia como aliada na gestão do departamento fiscal da sua empresa? Atualmente, há diversos softwares disponíveis no mercado com essa finalidade.

Organização de dados, escriturações fiscais e emissão de notas fiscais são alguns exemplos de tarefas que podem ser automatizadas. Ao fazer isso, você economizará tempo e dinheiro, além de poder realocar a sua força de trabalho humana em outras tarefas importantes para a empresa em vez de dedicá-las a cálculos manuais, por exemplo.

Outra vantagem, além da otimização dos processos, é a segurança que os softwares de gestão fiscal oferecem. Os impostos municipais, estaduais e federais se apresentam unificados na plataforma.

Confira: 8 vantagens competitivas ao aderir à automação fiscal na sua empresa

A automatização dos processos fiscais eleva o grau de precisão das informações e, consequentemente, aumenta o controle e a eficiência da gestão do departamento fiscal.

O Nfe.io, por exemplo, é uma plataforma para emissão de notas fiscais eletrônicas. Além de calcular os impostos sem erros e emitir as notas, ele cria os arquivos HTML e XML e já envia para seus clientes.

Com essa plataforma, você tem acesso também a um painel de controle com todos os dados relacionados às suas notas fiscais emitidas, o que torna muito mais fácil o controle desses documentos. Conheça e experimente!

Veja mais detalhes: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Ainda não está convencido da importância de fazer um bom controle de notas fiscais? então, confira este infográfico:

Gestão do departamento fiscal

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.