Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

O que é FCP na nota fiscal e como preencher esse campo corretamente na NF-e 4.0

Entenda o que é FCP na nota fiscal e saiba como você deve preencher esse campo na atual versão das notas fiscais eletrônicas.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Você sabe o que é FCP na nota fiscal?

Trata-se de uma contribuição cujo valor é estipulado pela legislação de cada estado brasileiro, mas qual sua finalidade?

Neste artigo, você vai entender melhor o que é FCP na nota fiscal, para quê ele serve e, além disso, como preencher o campo do FCP na versão mais recente da NF-e.

Leia também: Você sabe o que é NCM na nota fiscal? O que significa esse código, como funciona e por que é tão importante?

Antes de entender o que é FCP na nota fiscal, é importante relembrar todos os detalhes desse documento, por isso, confira:

O que é FCP na nota fiscal

Saiba mais: Como calcular imposto de nota fiscal de venda e manter suas obrigações fiscais em dia

O que é FCP na nota fiscal?

Podemos definir o que é FCP na nota fiscal como o Fundo de Combate à Pobreza. Seu objetivo é arrecadar recursos para financiar ações que minimizem as desigualdades sociais, a pobreza e a miséria.

O FCP está previsto na Emenda Constitucional n° 31/2000, dos artigos 79 a 83 no Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) da nossa Constituição Federal.

O texto diz que o valor arrecadado para o Fundo de Combate à Pobreza deve ser destinado a programas de:

  • habitação;
  • saúde;
  • educação;
  • alimentação.

Em especial àqueles voltados à criança e ao adolescente e à agricultura familiar.

Cada estado estabelece suas próprias regras de arrecadação para o FCP. Assim, praticamente todos os produtos que circulam dentro do mesmo estado ou de um estado para o outro podem ser tributados para financiar o FCP. As exceção são os produtos considerados essenciais, como medicamentos e alimentos presentes na cesta básica.

Na nota fiscal, a alíquota do FCP (que geralmente não ultrapassa os 2% do ICMS) deverá ser informada apenas quando o produto em questão for passível desta tributação no estado de origem ou de destino.

Amapá, Pará e Santa Catarina são os únicos estados que não fazem a cobrança dessa alíquota de até 2% para o FCP. Por outro lado, o Rio de Janeiro é o único estado que cobra uma taxa superior a 2%, podendo chegar até 4% em determinados produtos.

Ou seja, o principal objetivo do Fundo de Combate à Pobreza é garantir que toda a população brasileira tenha acesso a condições dignas de sobrevivência.

Mais uma dica importante: O que é CFOP da nota fiscal, sua importância para o cumprimento das obrigações tributárias e como funciona na prática

O FCP na NF-e 4.0

As notas fiscais eletrônicas precisam passar por atualizações para garantir a segurança e a confiabilidade dos dados que nelas constam.

Atualmente, a versão vigente é a NF-e 4.0, antecedida pela NF-e 3.1. No que trata do Fundo de Combate à Pobreza, algumas regras foram modificadas.

Na NF-e 3.1, não havia um campo específico para o valor da alíquota do FCP nas operações em que tanto o emitente quanto o destinatário encontravam-se no mesmo estado. O valor do ICMS e do FCP eram apresentados como um só.

Se, por exemplo, a alíquota referente ao ICMS da operação fosse de 10% e do FCP fosse de 1,5%, então o valor que apareceria no campo do ICMS seria de 11,5%. Ou seja, já aparecia o valor das alíquotas somadas. Assim, não era possível fazer a distinção do quanto era para o ICMS e do quanto era para o FCP.

FCP nas transações comerciais entre estados

Já nas transações comerciais entre estados diferentes, a versão 3.1 da NF-e exigia que o valor da alíquota destinada ao FCP fosse referenciado em campo separado do ICMS.

Agora, na atual versão 4.0 da NF-e, a prioridade está em garantir maior transparência às informações declaradas à Fazenda.

A NF-e 4.0 conta com campos específicos para o ICMS e para o FCP. Isso, independentemente das operações serem internas ou interestaduais.

De acordo com o exemplo que citamos anteriormente:

Se a alíquota referente ao ICMS da operação for de 10% e do FCP for de 1,5%, os respectivos campos deverão ser preenchidos na nota fiscal eletrônica da seguinte forma:

  • pICMS = 10
  • pFCP = 1,5

Ficou claro o que é FCP na nota fiscal? Agora que você já sabe do que se trata e como preencher este campo na nova versão da NF-e, é de extrema importância estar sempre atento na hora fazer os preenchimentos de todos os dados.

Busque se informar sobre as regras referentes ao Fundo de Combate à Pobreza do seu estado. Também do estado de destino das suas mercadorias. Dessa forma, você evita problemas fiscais para a sua empresa e prejuízos com possíveis multas.

Outra sigla que você deve ficar atento em sua nota fiscal: Sabe o que é RPS na nota fiscal? Entenda quando pode ser utilizado e evite problemas fiscais

Facilite a emissão de notas fiscais com um gerenciador automatizado

Com o Nfe.io você emite suas notas automaticamente, com os impostos já calculados, assim, é tudo mais ágil e não há erros.

Além disso, você conta com diversas outras funcionalidades:

  • Os arquivos XML e HTML são gerados e enviados aos clientes por e-mail;
  • Reenvio de notas automático caso o site da prefeitura esteja fora do ar;
  • Emite notas de diferentes CNPJs para diferentes municípios no mesmo programa;
  • Desconto na hora de emitir o certificado digital;
  • Consultas automatizadas a CPFCNPJ; 
  • Arquivamento das notas em local seguro na nuvem  automaticamente;
  • Painel de controle automatizado, como este:

O que é FCP na nota fiscal

Ficou interessado? Então, marque uma conversa agora mesmo!

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.