O que é Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos: tudo o que você precisa saber sobre esse importante documento para operações de transporte de mercadorias

Tempo de leitura: 6 minutos

Você sabe o que é Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos (MDF-e)?

Durante muito tempo, o transporte de mercadorias envolvia um grande volume de documentos em papel para fins de registros fiscais.

Está cansado de emitir suas notas fiscais uma por uma?

Na NFE.io é possível se livrar dessas tarefas repetitivas através de integrações com meios de pagamento, plugins, planilha do excel ou conectando diretamente com a nossa API.

Quer entender como funciona?
Converse com a nossa equipe especializada para livrar a sua empresa da burocracia!
Quero otimizar meu tempo

No entanto, a alguns anos, o modelo impresso migrou para o formato eletrônico na intenção de reduzir a burocracia da fiscalização das operações de transporte, automatizando tarefas.

Considerado imprescindível para as movimentações de mercadorias, o MDF-e é um desses documentos que não são mais emitidos em papel.

Quer entender mais sobre o que é MDF-e? Então convidamos você a continuar a leitura para descobrir como funciona Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos, para que serve, quem deve emitir MDF-e e como preencher MDF-e passo a passo:

  1. Credencie-se junto à SEFAZ;
  2. Consiga um certificado digital;
  3. Acesse o sistema e preencha todos os dados;
  4. Imprima o DAMDFE.

Leia também: O que é TEF: tudo o que você precisa saber sobre Transferência Eletrônica de Fundos

O que é Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos?

O Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos (MDF-e) é um documento que deve ser emitido sempre que houver alguma operação de transporte de mercadoria entre estados.

Já quando o transporte de cargas ocorrer entre municípios do mesmo estado, a obrigatoriedade do MDF-e vai depender das regras impostas pela Unidade Federativa em questão.

Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro, por exemplo, exigem a emissão desse documento quando se trata do transporte intermunicipal de mercadorias.

O Manifesto de Documento Fiscais Eletrônicos passou a valer para todo o território nacional em 2014. Antes disso, as transportadoras deveriam emitir o Manifesto de Carga, que era um documento de finalidade semelhante mas em papel.

O MDF-e serve para registrar toda e qualquer operação que envolva a movimentação de cargas dentro do território nacional e agilizar o processo de fiscalização. A emissão e o armazenamento são feitos totalmente de maneira eletrônica.

Para isso, é necessário que a empresa tenha um Certificado Digital e esteja devidamente credenciada na Secretaria Estadual de Fazenda (SEFAZ).

Quer enter tudo isso melhor? Então dê uma olhada neste vídeo da Tudo Sobre Logística:

Nota fiscal emitida em massa via excel?

Na NFE.io você conta com emissão de notas fiscais de serviço em massa via Excel. O que acha?

Emita muitas NFS-e sem burocracia!
Disponibilizamos para você a alternativa de emitir via excel, de forma simples, rápida e eficiente.
Experimente gratuitamente!

Leia mais: O que é DBE: definição e um passo a passo de como solicitar o Documento Básico de Entrada do CNPJ

Quem deve emitir Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos

Conforme mencionamos em linhas anteriores, o Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos (MDF-e) deve ser emitido obrigatoriamente por empresas transportadoras que prestam esse tipo de serviço ou pelas empresas que se responsabilizam pelas operações de transporte de suas próprias mercadorias.

Essa obrigatoriedade se aplica no transporte interestadual e quando se trata de carga fracionada (que é quando o mesmo veículo está transportando encomendas para diferentes clientes).

Veja também: O que é Danfe Nota Fiscal? Pra que ele serve?

Como funciona Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos

Para que você possa entender melhor o que é Manifesto e Documentos Fiscais Eletrônicos, é importante explicarmos como funciona MDF-e na prática.

O MDF-e foi criado com a intenção de modernizar e tornar mais ágil e eficiente os processos de fiscalização do transporte de cargas.

Com a emissão desse documento, é possível rastrear a movimentação das mercadorias e identificar quem são os responsáveis pela operação em todos os trechos do percurso.

O Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos também funciona com um registro de todas as alterações feitas nas unidades de transporte, nas cargas ou nos condutores.

Além disso, o MDF-e tem a função de consolidar todas as informações que constam na Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e no Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e).

Veja mais: Saiba tudo – O que é XML da nota fiscal eletrônica

Passo a passo: como preencher Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos

Para que você possa preencher e emitir o Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos, é necessário que você siga algumas etapas básicas. Veja abaixo quais são elas:

Passo 1 – Credencie-se junto à SEFAZ

O primeiro passo de como preencher Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos é se credenciar na Secretaria de Fazenda do seu Estado.

Cabe a esse órgão fazer o cadastro da sua empresa e habilitá-la para emitir o MDF-e no próprio sistema da SEFAZ.

Passo 2 – Consiga um certificado digital

Para conseguir emitir o Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos, é preciso contar com um certificado digital para garantir a autenticidade do documento.

Passo 3 – Acesse o sistema e preencha todos os dados

A própria Secretaria de Fazenda fornece um sistema para preencher o MDF-e. Acesse esse sistema a partir do login e senha criados na etapa de credenciamento e preencha todos os campos obrigatórios e submeta o documento à autorização da SEFAZ.

Passo 4 – Imprima o DAMDFE

Após a SEFAZ validar o seu MDF-e, você deverá emitir e imprimir o Documento Auxiliar do Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos (DAMDFE).

O DAMDFE terá um código de barras que vai facilitar a consulta do MDFe no caso de uma operação de fiscalização.

Saiba mais: O que é nota fiscal denegada e rejeitada? Como resolver?

Bom, agora que você já sabe mais sobre o Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos, não deixe de emitir o MDF-e e mantenha-se em dia com os órgãos de fiscalização.

Este post também pode interessar a você: O que é nota fiscal de remessa? Veja as 7 situações em que é necessário emiti-la

Automatize a emissão de suas notas fiscais

Com um programa de gerenciamento de notas fiscais fica muito mais ágil e prático emitir esses documento. Menos erros são cometidos e sua equipe deixa de perder tempo com essa burocracia, podendo se dedicar a tarefas mais estratégicas para o seu negócio.

Veja mais algumas vantagens de usar o NFE.io:

Você pode usar mais de uma empresa em sua conta, o que permite até usar o modo de revenda;

  • Faz consultas automatizadas a CPF e a CNPJ
  • Guarda suas notas em local seguro na nuvem automaticamente;
  • Dá desconto no certificado digital;
  • Cálculo automático dos impostos;
  • Os arquivos XML e PDF são gerados e enviados aos clientes por e-mail;
  • Painel de controle intuitivo, com gráficos e estatísticas disponíveis;
  • Reenvio de notas automático caso o site da prefeitura esteja fora do ar;
  • Você pode emitir notas fiscais de vários CNPJs para diferentes municípios sem sair do sistema.

Marque uma conversa e saiba mais sobre o NFE.io!


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x