Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Como funciona o certificado digital? É mesmo seguro?

Sistema de cadastro, armazenamento de dados, emissão de notas fiscais e mais dicas importantes de como funciona o certificado digital.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

O potencial da internet para resolver pendências e realizar transações é, sem dúvida, umas das coisas que mais revolucionou as relações comerciais nos últimos tempos.

E a importância das inovações para tornar isso ainda mais prático é tanta, que elas não param de surgir – é o caso da assinatura digital e da validação eletrônica de documentos.

É como funciona o certificado digital, um documento eletrônico que permite a realização dessas operações sem precisar sair de casa.

Muita gente ainda se pergunta como funciona o certificado digital, apesar desse documento já ter se tornado mais popular nos últimos anos.

Entender bem o funcionamento desse sistema eletrônico é fundamental para quem tem um empreendimento ou para quem quer começar um novo.

Afinal de contas, o comércio eletrônico no Brasil é dos segmentos que mais cresce, mesmo em cenário de crise.

Em 2016, foi registrado um faturamento de R$ 44,44 bilhões, 7,4% mais do que em 2015, de acordo com relatório de dados divulgado pela e-Bit, empresa referência em pesquisas e informações sobre o comércio eletrônico brasileiro.

Se você está interessado no mercado eletrônico e quer saber mais sobre esse tema, confira todas as informações sobre como funciona o certificado digital e compreenda exatamente o que é essa tecnologia!

Saiba mais: Fique por dentro de tudo sobre Certificado Digital

Saiba como funciona o certificado digital para pessoas e empresas

Tanto pessoas físicas como jurídicas podem se beneficiar da certificação digital, confira mais detalhes:

A importância do cadastro

Para obter um certificado digital, é preciso ter um cadastro operante e sem pendências. Muita gente não sabe, mas isso é possível tanto para indivíduos quanto para empresas.

  • Cidadãos: as pessoas físicas podem fazer o cadastro para obter o e-CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) e usar o seu certificado para assinar digitalmente documentos e validar operações.
  • Empresas: as empresas, por sua vez, representam a maior parte dos usuários de certificados digitais. Para elas, é preciso adquirir o e-CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas), por meio do qual é possível acessar o sistema de certificações digitais.

Veja também: Para que serve Nota Fiscal? Confira Agora!

Segurança dos dados

Para entender como funciona um certificado digital, é preciso entender que todos os dados usados para esse documento são processados a partir de uma criptografia, que codifica os dados e garante o sigilo das operações, “embaralhando” seu conteúdo de uma forma que só quem tem permissão para isso consegue ler os dados.   .

Além disso, a forma usada para que sejam localizadas empresas e transações por terceiros, é a chamada chave pública: uma sequência numérica que compõe um certificado digital.

Esse número pode ser fornecido sem problemas e é a forma mais simples de identificação de um certificado digital no sistema de dados.

Relação entre certificado digital e emissão de notas fiscais

Obrigatória para empresas de diversas categorias, a Nota Fiscal Eletrônica (NFe) é mais rápida, prática e segura. Aderir a esse sistema, mesmo para quem ele ainda não é obrigatório, é essencial para agilizar o dia a dia da empresa.

  • NFe: a emissão de notas fiscais eletrônicas (NFe’s) só é possível quando a empresa possui um certificado digital. Isso porque a NFe’s são emitidas por meio do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) e o acesso a ele só é feito mediante o e-CNPJ e validado pelo Certificado Digital.
  • Sistema: para emitir uma nota fiscal impressa, é necessário o processamento da compra e a validação de um órgão competente. Com a NFe, tudo isso acontece ao mesmo tempo.

O sistema gera a nota e o sistema de certificação digital, já interligado com as entendidas competentes, checa os dados e autoriza a emissão. Ou seja, são feitos dois procedimentos ao mesmo tempo e com o máximo de agilidade.

Confira: Quem é obrigado a emitir Nota Fiscal?

Tipos de certificado digital

Na hora de adquirir um certificado digital, você vai se deparar com as opções A1 e A3, que correspondem ao tipo de certificação que será escolhida.

A1: é o mais indicado para empresas que emitem uma grande quantidade de notas fiscais e que precisam de uma central oficial de processos financeiros. Esse tipo de certificado digital tem validade de 12 meses e só pode ser instalado em um único computador.

A3: esse certificado digital é entregue por meio de dispositivos móveis, pendrive ou token, nos quais as informações criptografadas estão contidas. Por isso, é possível usar o sistema em qualquer notebook ou desktop. Esse certificado é válido por 36 meses e é mais indicado para empresas com menor quantidade de emissões de notas fiscais eletrônicas.

Já entendeu melhor como funciona um certificado digital?

Então, não perca mais tempo, e conheça todos os benefícios da integração do seu sistema de pagamentos com a emissão de notas fiscais do Nfe.io.

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 1