Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Qual a diferença entre certificado digital A1 ou A3? Descubra como escolher o melhor

Vantagens, desvantagens, características, validade, custo e tudo que você precisa saber sobre a diferença entre certificado digital A1 ou A3.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Você sabe o que é um certificado digital e qual tipo escolher para a sua empresa? Muitos empresários conhecem a importância de tê-los para gerar confiabilidade e segurança nas transações online. Mas as dúvidas entre os tipos ainda são muitas. Aqui nesse artigo, vamos esclarecer a diferença entre certificado digital A1 e A3.

Mas antes de falar sobre essa diferença entre certificado digital A1 ou A3, entenda de vez o que é esse certificado e para que ele serve.

Veja também: Guia: Certificado Digital para emissão de nota fiscal eletrônica

O que você precisa saber sobre certificados digitais

O certificado digital é um arquivo eletrônico cuja principal função identificar uma identidade. Ele funciona como uma senha online que valida a autenticidade de seu portador, seja ele uma pessoa física, empresa ou computador.

Um dos principais benefícios do certificado é a praticidade ao possibilitar transações online com segurança. A validação é feita por uma autoridade de certificação, de forma criptografada e que pode ser acessada apenas por um software específico.

Dessa forma, se estabelece um canal seguro de comunicação, dando legitimidade jurídica para, entre outras atividades:

  • Emitir notas fiscais;
  • Assinar documentos, dispensando a necessidade de reconhecer firma em cartório;
  • Acessar serviços da Receita Federal e áreas restritas do e-CAC;
  • Aderir ao Cadastro Positivo;
  • Assinar prontuários eletrônicos e declarações, como DCTF, DIPJ, IRPF, DIRF e DACON;
  • Realizar serviços da Previdência Social e do FGTS;
  • Fazer parcelamento eletrônico de débitos (tanto pessoa física quanto jurídica);
  • Realizar operações de comércio exterior;
  • Consultar dados do IRPF.

Portanto, trata-se de uma declaração digital que reconhece a identidade de seu portador, garantindo que ele é quem diz ser. Através desse reconhecimento transações e comunicação podem acontecer de forma segura e confiável.

Existem diferentes tipos de certificados digitais (e-CPF, e-CNPJ, A1 e A3), cada modelo com suas particularidades e indicações de uso. Mas todos invioláveis e com tecnologia que não permite ser forjado.

Saiba mais: 7 passos para fazer renovação de certificado digital

Diferença entre certificado digital A1 e A3

Se você está na dúvida entre certificado digital A1 ou A3, confira estes detalhes:

Certificado Digital A1

Caracterizado como documento eletrônico, o certificado A1 deve ser inserido diretamente no servidor do contribuinte, com extensão .P12 ou .PFX. Dispensa a utilização de senha, logo não é necessário portar tokens ou smartcards para ser executado.

Uma das principais vantagens desse certificado é a versatilidade. Como é inserido diretamente no sistema operacional, pode ser usado em diferentes programas e computadores, de forma simultânea.

Por oferecer mais agilidade, é recomendado para empresa que emite grande quantidade de notas. É muito utilizado para emitir NF-e e NFC-e ao mesmo tempo.

Também é possível importá-lo em sistemas web, beneficiando a automatização de tarefas relacionadas à emissão de nota fiscal.

O A1 é um certificado relativamente mais barato e possui 12 meses de validade. Após esse período a empresa precisa fazer um novo requerimento.

Certificado Digital A3

Ao contrário do anterior, o certificado digital A3 é portátil, ou seja, não exige a instalação no computador ou sistema operacional. Para ser validado, é necessário ter um dispositivo físico (normalmente um token, pendrive ou cartão com leitor digital) e utilizar senhas de acesso para a certificação ocorrer.

Essa, aliás, é uma das principais vantagens desse modelo de certificado digital. Por estar dentro de um dispositivo e exigir a utilização de senha para cada ativação, o certificado digital A3 oferece um nível alto de segurança.

Entretanto, não é tão versátil quanto o certificado A1, podendo ser utilizado somente em um programa ou computador a cada vez.

Outra desvantagem é em relação ao custo. O certificado A3 é mais caro que o A1, entretanto esse detalhe é compensado no seu prazo de validade: até 36 meses, dependendo do dispositivo físico utilizado.

Ele é recomendado para empresas que precisam dos seguintes serviços: declarar operações imobiliárias, fazer escrituração contábil online e realizar serviços de integração com comércio exterior.

Veja mais: Quanto custa um certificado digital: veja onde comprar, como instalar e como usar

Afinal, qual o melhor, certificado digital A1 ou A3?

Apesar de terem alto nível de segurança, a diferença entre certificado digital A1 e A3 se dá em pontos bem importantes.

O certificado digital A1 tem como principal característica a agilidade e versatilidade. Como é o próprio computador que faz a assinatura digital o processo de validação ocorre de maneira muito mais rápida e, se necessário, diversos computadores simultaneamente.

O certificado A3 carrega consigo a vantagem de ser portátil, sendo possível carregá-lo para onde for necessário. Além disso, tem pequena vantagem em relação à segurança já que é impossível copiar dados de utilização e é necessária a utilização de senhas para cada uma das validações.

Por isso, não tem como a gente dizer qual dos dois certificados digitais A1 ou A3 é melhor que o outro, ambos possuem suas vantagens e desvantagens.

Escolher o melhor certificado digital é uma decisão particular de cada empresa e deve levar em consideração características como:

  • Operacionalidade
  • Funcionalidades
  • Economia em longo prazo
  • Rotina de trabalho
  • Demanda de certificações

Se a sua necessidade for emitir muitas notas fiscais diariamente, o certificado A1 é mais indicado, porque facilita a automatização de tarefas repetitivas. Mas se agilidade não é o mais importante e sim a mobilidade ou altíssimo grau segurança, o certificado A3 é mais indicado.

Ainda ficou com alguma dúvida sobre a diferença entre certificado digital A1 ou A3? Deixe seu comentário aqui para que possamos auxiliá-lo!

Utilize um gerenciador de notas fiscais eletrônica e emita muitas notas rapidamente

Decidir entre certificado digital A1 ou A3 é importante, mas automatizar a emissão de suas notas fiscais também é uma decisão que pode melhorar muito a produtividade de seu negócio.

Um gerenciador de notas fiscais como o NFe.io permite emitir notas de serviços para diferentes prefeituras e com diferentes CNPJs na mesma interface.

Além disso, ele faz o cálculo dos impostos automaticamente, gera e envia por e-mail os arquivos XML e HTML, disponibiliza um painel de controle com todas as informações referentes às emissões, consultas automatizadas a CNPJ e CPF, além de desconto na emissão do certificado digital.

Saiba mais: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.