10 estratégias de marketing de conteúdo para e-commerce para alavancar suas vendas e fidelizar cliente

Tempo de leitura: 8 minutos

Aventurando-se no comércio virtual?

Quer fazer sua loja vender mais, mais e mais? $$$

Chegou no lugar certo!

Quem tem um e-commerce sabe quanto o planejamento estratégico é importante para o crescimento do negócio.

Além das estratégias de marketing digital, aquelas relacionadas especificamente ao marketing de conteúdo para e-commerce podem alavancar e muito os resultados de vendas.

Afinal, em um cenário onde o digital faz cada dia mais parte da vida das pessoas e as lojas virtuais aparecem em peso, um conteúdo relevante pode ser decisivo para atrair o consumidor e adquirir sua confiança.

Com as estratégias certas de conteúdo, seu e-commerce poderá ficar no topo dos mecanismos de busca de forma totalmente orgânica. Ou seja, sem que você precise pagar nada por isso, mas ainda assim com muito esforço e dedicação.

Quer saber como aplicar marketing de conteúdo para e-commerce em seu site de vendas?

Veja as 10 dicas que preparamos para você!

Nota fiscal emitida em massa via excel?

Na NFE.io você conta com emissão de notas fiscais de serviço em massa via Excel. O que acha?

Emita muitas NFS-e sem burocracia!
Disponibilizamos para você a alternativa de emitir via excel, de forma simples, rápida e eficiente.
Experimente gratuitamente!

Antes de conferir nossas dicas, dê uma olhada neste vídeo do pessoal do E-commerce na Prática:

Veja também: Conheça as 7 plataformas de ecommerce mais usadas no Brasil para começar a vender online

10 dicas de marketing de conteúdo para e-commerce

1- Construa e atualize o Blog do e-commerce

O blog é uma das principais ferramentas de marketing de conteúdo para e-commerce e várias pesquisas comprovam esta estatística. Segundo a pesquisa Content Trends, por exemplo, 43,2% dos e-commerces já utilizavam blogs como estratégia de venda.

Os conteúdos do blog devem ser postados periodicamente para ajudar a crescer os acessos orgânicos para o site através de assuntos de interesse. Por isso, os temas devem ser personalizados, relacionados ao negócio e relevantes para o perfil do público (persona).

2- Trabalhe sempre as palavras-chave

Uma das principais técnicas de SEO para favorecer as buscas orgânicas do e-commerce é trabalhar sempre as principais palavras-chave.

Existem várias ferramentas de marketing digital que podem te auxiliar na definição das principais palavras que levam seu público até você pelos mecanismos de busca. Ou seja, o que as pessoas com o perfil de clientes da sua empresa mais buscam na internet.

Para simplificar, pense como um lead e tente entender os assuntos que podem despertar interesse em sua página. Mais do que isso, pense em como a pergunta seria feita no Google e além de procurar respondê-la ao longo de seus conteúdos, utilize-a como palavra-chave.

3- Explore os ‘materiais ricos’

Além de artigos que sejam interessantes para o seu público – que pode ser tanto o consumidor como aquela pessoa que, inicialmente, busca apenas conhecimento sobre a marca ou produto –, você também pode explorar os materiais ricos, como são conhecidos.

E-books completos são exemplos de bastante audiência, assim como webinars e infográficos. Todo e qualquer material que pode enriquecer os conteúdos para seu e-commerce devem ser explorados, até mesmo para atender demandas diferentes de seu público.

Esta é um exemplo de material rico, criado pelo Nfe.io:

Como solicitar certificado digital

Saiba mais: 5 dicas para e-commerce para alavancar vendas em sua loja virtual

4- Crie formulários e landing pages atreladas aos conteúdos

Aproveitando o gancho, uma estratégia eficiente de marketing de conteúdo para e-commerce é aproveitar esses materiais ricos para capturar dados daquele visitante em troca do conteúdo.

Assim, você pode criar um formulário em uma landing page, por exemplo, e pedir dados simples como e-mail, telefone e principais interesses do leitor, para que possa baixar o conteúdo.

Com estes dados em mãos, você ainda pode pensar em e-mails personalizados para esses leads que buscam o seu conteúdo.

Em um segundo momento, uma ferramenta de automação pode ajudar a segmentá-los, fazendo com que a mensagem certa chegue para cada um de maneira única e estratégica.

5- Alie textos com imagens

Outra forma interessante de trabalhar com o marketing de conteúdo, principalmente considerando um e-commerce, é aliar os textos com imagens de alta qualidade.

Afinal, os seres humanos são bastante visuais e, quanto mais interessante for o conteúdo, mais despertará sua atenção e vontade de permanecer na página.

6- Não seja técnico

Vale dizer que, quando o cliente busca algo na internet, obviamente ele não quer ficar mais confuso do que quando iniciou a busca.

Por isso evite qualquer tipo de linguagem técnica e concentre-se em materiais leves, cuja leitura seja facilitada. Os conteúdos devem ser objetivos, mas também naturais, passar a mensagem de uma maneira simples e eficaz.

O foco é fazer a marca conversar com seu público. Isso não significa necessariamente ser informal, e sim ser/estar próximo. Independentemente da linguagem ideal definida, lembre-se que a escrita correta não é negociável: deverá sempre ser a prioridade número 1.

7- Crie um FAQ completo

O FAQ (Frequently Asked Questions) nada mais é do que um espaço no e-commerce para esclarecer as dúvidas mais frequentes. Isso ajuda no atendimento ao cliente de forma mais ágil, também.

Este é mais um tipo de conteúdo que você pode explorar para melhorar seus resultados para o e-commerce, oferecendo toda a segurança que o cliente precisa para fazer a compra com sua empresa.

Permaneça conectado com seus clientes e, ao descobrir possíveis dúvidas, atualize o FAQ para tornar o arquivo completo.

Isso também otimizará o tempo do seu SAC, agilizando questões relacionadas a prazo de entrega, trocas ou acompanhamento do pedido, por exemplo.

As respostas devem ser simples e informativas, mas se possível inove com vídeos e imagens que detalhem ao máximo as informações.

8- Tenha descrições detalhadas em seu e-commerce

De nada adianta ter imagens belíssimas de um produto se o consumidor não tiver mais informações sobre ele. No e-commerce, é fundamental que as descrições de produto sejam completas.

Além de pesquisar o preço, o consumidor gosta de saber todos os detalhes do produto que irá comprar. E como não terá o mesmo suporte que teria em uma loja física, é importante que todas as informações estejam na página para que ele não se frustre com a compra on-line e, mais do que isso, para que possa superar suas expectativas com esta experiência de compra.

9- Faça conteúdos em vídeo

Os vídeos também servem como estratégia de marketing de conteúdo para e-commerce. Eles dão um ar mais jovem à empresa e mostram ao cliente que ele tem com quem contar.

Você pode gravar sobre as características dos produtos ou dicas de uso para se aproximar do público conectado à marca.

Gravações rápidas com clientes e parceiros também podem ser interessantes, assim como vídeos de bastidores que indiquem novidades. Este material é o que mais tem engajado o consumidor da internet atualmente e, além de ser usado na loja virtual, ainda pode ser compartilhado nas redes sociais.

10- Planeje cada conteúdo

O planejamento é essencial para cada um desses conteúdos que for produzir. Isso significa ter periodicidade no blog, atualização nas descrições de produtos e FAQ, vídeos recentes e estratégia em todos os conteúdos.

O ideal é elencar assuntos para explorar e realizar uma programação, como um calendário editorial, para te ajudar.

O conteúdo é o principal fator para levar ao e-commerce um público qualificado e interessado nos seus produtos e serviços. A ideia é, primeiramente, melhorar o tráfego e o engajamento de leads, para depois convertê-los em clientes e fidelizá-los.

E então, gostou dessas dicas de marketing de conteúdo para e-commerce? Com produtos e informações de qualidade, a sua loja irá bombar!

Confira também em nosso blog: 7 dicas práticas de como aumentar vendas de e-commerce

Quando seu e-comerce bombar, como vai gerenciar sua notas fiscais?

O NFE.io é um gerenciador de notas fiscais que vai te ajudar a perder menos tem com burocracia e focar em vender cada vez mais. Por isso, confira o que ele oferece:

Leia mais: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFE.io

Este post também pode interessar você: Você sabe como emitir nota fiscal de e-commerce? Confira tudo que precisa fazer 

Te desafiamos a imaginar…

Você e sua empresa 100% focados no que realmente dá lucro, sem ter que se preocupar com a emissão das notas fiscais manualmente, calcular impostos e lidar com as burocracias do governo.

Impossível? Não!
Comece hoje mesmo a se livrar disso!
Teste Gratuitamente


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x