Escalabilidade: o que é e como tornar o seu negócio escalável?

Tempo de leitura: 6 minutos

A escalabilidade pode ser definida como a capacidade que uma empresa tem de produzir mais e/ou prestar mais serviços, e de atender um número cada vez maior de clientes, de modo que tudo isso aumente a sua receita sem precisar de novos investimentos financeiros.

Em outras palavras, um negócio escalável é aquele que consegue crescer, absorver novas demandas, mas que não requer recursos adicionais na mesma proporção desse crescimento.

Assim, a marca consegue elevar o seu faturamento sem aumentar também as suas despesas.

Dois bons exemplos de modelos empresariais que podem facilmente se tornarem escaláveis são os que trabalham com vendas de cursos online e os do mercado SaaS

Isso é possível porque ambos oferecem produtos que são facilmente “replicados”. Desse modo, é possível atender cada vez mais clientes sem gerar custos extras para o negócio.

O mesmo já não acontece, por exemplo, com uma rede de supermercados que, para expandir, precisa investir em infraestrutura, contratar mais mão de obra etc.

Em tese, os negócios escaláveis são aqueles voltados para tecnologia, por esse motivo, esse termo é bastante comum entre as startups. Assim, se essa também é a base da sua empresa, você tem tudo para escalá-la.

Neste momento você deve estar se perguntando: “Mas como escalar o meu negócio?” 

Para ter essa resposta, basta continuar a leitura deste artigo e conferir tudo o que você precisa saber sobre escalabilidade e como fazer o seu negócio crescer dessa forma!

Por que a escalabilidade é importante para a sua empresa? Quais são as vantagens?

Como você pôde ver, a escalabilidade permite que uma empresa cresça (muito) em número de clientes e em faturamento, sem que isso resulte em um aumento, na mesma proporção, dos seus custos.

Este vídeo vai ajudar você a entender melhor esse conceito:

Mas por que essa forma de atuação se mostrou tão importante? Podemos começar dizendo que as companhias que atuam dessa forma se tornam mais competitivas, têm a sua imagem melhorada no seu setor de atuação, e tendem a ser bastante interessantes para potenciais investidores.

Somado a esses pontos, a escalabilidade gera vantagens como:

  • processos padronizados;
  • aumento da produtividade;
  • otimização dos custos;
  • aumento do valor da empresa;
  • adaptação mais fácil às mudanças;
  • mais chances de expansão.

Processos padronizados

Uma das principais características de um negócio escalável é possibilitar a reprodução de um produto e/ou serviço de forma rápida, precisa, em larga escala, e sem perder a qualidade.

Uma das melhores maneiras de conseguir isso é padronizando os processos internos da empresa. Desse modo, sempre que algo precise ser replicado, basta “seguir a receita” para garantir o atendimento de novas demandas.

Dica de leitura: “Conheça as 6 ferramentas de automação de processos que vão aumentar sua produtividade e otimizar seus resultados

Aumento da produtividade

Consequentemente, com processos padronizados e otimizados, os times conseguem produzir mais e entregar mais e melhores resultados.

Isso acontece porque as suas atividades diárias poderão ser executadas de forma ágil, ainda que tenham um aumento da demanda a ser atendida.

Aproveite e leia também: “4 ideias para melhorar a produtividade da empresa + 3 ferramentas para usar no dia a dia

Otimização dos custos

Outra vantagem da escalabilidade é que a empresa consegue aumentar a sua lucratividade sem gerar novos custos. Isso permite a elevação da sua capacidade produtiva, evitando o crescimento das despesas do negócio.

Este artigo pode ajudar você: “Gestão de custos operacionais: 9 dicas para reduzir despesas e potencializar seus lucros

Aumento do valor da empresa

Negócios escaláveis também significam empresas com potencial de crescimento elevado, rápido e que geram boas receitas em pouco tempo.

Essa forma de atuação traz à marca muito mais valor, a destaca no seu ramo de atuação, tornando-o mais valorizada e atrativa para clientes e potenciais investidores.

Sugestão de leitura: “Como conseguir investimento para startup? 6 dicas para angariar recursos e financiar a sua ideia

Adaptação mais fácil às mudanças

As necessidades dos consumidores e os seus comportamentos estão em constante processo de mudança, assim como os setores econômicos.

A escalabilidade colabora para que as empresas se adaptem a essas transformações de maneira mais fácil, visto que os seus processos de crescimento geram custos bem menores, e também colaboram para entregar as novas soluções em menos tempo para o público.

Mais chances de expansão

Como resultado da vantagem anterior, os negócios escaláveis acabam tendo bem mais chances de expansão e de aumento de faturamento do que as empresas que não atuam dessa forma.

Como escalar o seu negócio?

Negócios escaláveis costuma ter estes pontos em comum:

  • conseguem atender altas demandas com baixos custos;
  • usam processos padronizados para a criação e a entrega dos seus produtos e/ou serviços;
  • têm um processo de produção/desenvolvimento que pode facilmente ser ensinado e reproduzido;
  • não geram despesas na mesma proporção do seu crescimento.

Certamente, você deve estar achando isso bastante interessante. E é mesmo! Por isso, confira o que é preciso para escalar a sua empresa:

  • use a tecnologia como aliada: ferramentas de gestão, softwares de integração como ERPs, computação em nuvem são alguns exemplos que ajudam bastante nesse processo;
  • tenha um bom planejamento estratégico: revise os seus processos, estude os concorrentes e o nicho de mercado, busque soluções e estratégias que podem ser adotadas para promover a escalabilidade do seu negócio, entre outros pontos relacionados;
  • diminua a dependência de estruturas e ambientes físicos: quanto mais tecnológicos forem os seus processos e a forma de atuação dos seus times, mais fácil fica para escalar a sua empresa;
  • esteja em constante evolução: ainda que se tenha processos padronizados, é essencial ajustá-los e adequá-los, a fim de torná-los mais modernos e compatíveis com as novas necessidades do mercado e expectativas dos clientes.

Quer saber mais sobre esse tema e fomentar o crescimento do seu negócio? Então leia agora mesmo o artigo: “Como fazer um controle financeiro empresarial e escalar seu negócio?

 

Está cansado de emitir nota fiscal uma a uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

Quer se livrar destas tarefas?
Resolva em 4 passos simples!
Quero otimizar meu tempo


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x