Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

O que é ERP recorrente e quais empresas precisam dele

Como aprimorar seus negócios e torná-los mais eficientes? Conheça o ERP recorrente, para quem é indicado e suas vantagens.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Primeiramente, é preciso entender o que é o tal ERP. ERP é uma sigla do inglês “Enterprise Resource Planning”, que, se traduzida literalmente, significa “Planejamento de Recurso Corporativo”.

Basicamente, o ERP é um sistema que irá gerenciar todas as operações financeiras e administrativas de uma empresa. Ou seja, é o software que tem como finalidade integrar os mais variados setores de uma empresa e tornar possível automatizá-los.

Dentro dessa definição, há subtipos de ERP, que atendem melhor a demandas específicas. Dentre eles, o ERP recorrente é o sistema mais indicado para empresas que trabalham com pagamentos recorrentes.

Veja mais em nosso blog: Saiba o que é pagamento recorrente e veja formas de cobrar

Para quem o ERP recorrente é recomendado?

Engana-se quem pensa que o ERP é uma tecnologia cara e exclusiva de grandes corporações. Inclusive, há empresas que oferecem esses softwares especialmente a pequenos e médios negócios.

Atualmente, os ERPs costumam ser acessíveis, sem cobrança de altas taxas de serviços e podem até ser acessados online em versões de dispositivos móveis, como tablets e smartphones. Além disso, podem ser personalizados de acordo com as características das empresas e seus segmentos.

O tipo ERP recorrente, especificamente, será o sistema ideal voltado à gestão de empresas que trabalham com pagamentos recorrentes. Ou seja, as que atuam com a cobrança de assinaturas, planos, mensalidades, ou que operem por meio de contrato com seus clientes.

São as empresas que fornecem assinaturas de softwares, administradoras de condomínios, escolas e imobiliárias, por exemplo.

Esse sistema de pagamentos recorrentes gera a necessidade de acompanhamento muitas vezes diário de clientes. As empresas precisam monitorar essas atividades com a finalidade de garantir a satisfação contínua de seus consumidores.

Tudo isso gera muitas informações e pode se tornar algo muito complicado de se administrar. Você pode se perguntar: como gerenciar todas as transações de pagamentos recorrentes ao mesmo tempo? Como controlar as cobranças, inadimplência e cancelamento de assinantes? Como gerar relatórios e analisar dados? Aí é que entra o ERP recorrente!

Confira também: O que é cobrança recorrente Woocommerce e como esse plugin pode facilitar vendas na internet?

Como funciona?

Os ERPs vão ser responsáveis por reunir informações atualizadas de cada área da empresa de maneira constante. Por exemplo, eles vão captar o que acontece em cada departamento (vendas, compras, financeiro, etc.) e transformar as ocorrências em dados confiáveis. Essas informações serão peças centrais para as tomadas de decisão, além da otimização e automatização de processos rotineiros da corporação.

Especificamente, o ERP recorrente, ainda, irá fazer um acompanhamento de cada cliente, desde o momento da contratação – e entregará a compilação de informações necessárias para o gerenciamento eficiente da empresa.

Um ERP recorrente normalmente te fornecerá dados como: controle de métricas; mecanismo de cobrança de clientes via e-mail ou SMS; gestão de pagamentos; integração contábil; relatórios e mais.

“Por que o número de cancelamentos de clientes cresceu nesse mês?”. “De onde vêm os novos consumidores?” “Quanto arrecadamos e de quem?” – São algumas das perguntas que poderão ser respondidas com a ajuda de um ERP recorrente.

Quais as vantagens?

Para que você entenda melhor quais são os pontos positivos de um ERP recorrente, listamos algumas de suas vantagens:

  1. Concentração de Dados: Não há chance de que informações importantes deixem de ser coletadas ou se percam. O sistema reunirá dados relevantes de todos os setores de sua empresa e os organizará de maneira concentrada, integrada e segura.
  2. Reduzir Custos: Com a automatização, a necessidade de mão de obra pode diminuir em alguns processos operacionais. Além disso, uma única plataforma integrada minimiza custos com ferramentas gerenciais diferentes para cada setor da empresa.
  3. Medir toda a Empresa: O ERP recorrente, ao integrar a área financeira da empresa como um todo, possibilitará o acompanhamento de indicadores muito relevantes. Será possível realizar a métrica de taxas de cancelamento, crescimento, migrações, novos clientes, etc. Informações essenciais nas tomadas de decisão e criação de estratégias para melhorar suas vendas.
  4. Agilidade de Processos Internos: O software tornará automáticos os procedimentos diários. Assim, você economizará tempo e também diminuirá a taxa de erro de processos internos de seu negócio. Resultado? Maior produtividade e eficiência.
  5. Controle de Inadimplência e Cobrança: Oferece a criação de cobrança automatizada, com recursos para evitar problemas de pagamento que gerem cancelamento do serviço. No ERP recorrente, se ocorrer algum problema no pagamento, o programa irá rever dados (como cartões registrados) e realizará novas tentativas de cobrança – até deduzir que o cancelamento deve ser realmente feito.

Como implantar em sua empresa?

Para não precisar investir em hardwares, uma boa opção para implantar o ERP recorrente é por SaaS – empresas que disponibilizam serviços de software aos seus clientes. Nesse esquema, geralmente você paga uma assinatura pelo uso do sistema, que possui base na nuvem. Com esse molde, você pode contratar o serviço pelo tempo que desejar.

A ContaAzul é um dos nomes desse ramo, que se aprofunda em fornecer a tecnologia a pequenas e médias empresas. Outro nome é a Superlógica, com especialização em vários tipos de negócios recorrentes. Ambas oferecem a possibilidade de experiência gratuita dos softwares.

Para complementar o sistema automatizado de sua empresa, você pode ainda integrá-lo com o gerenciamento de notas fiscais NFe.io, o que aumentará ainda mais a produtividade de seus negócios.

Com o NFe.io sua empresa automatiza o cálculo e a emissão de notas fiscais, tem uma conexão mais ágil com as prefeituras, conta com dados e um painel de controle para analisar suas vendas e até desconto na emissão do certificado digital.

Veja mais detalhes aqui: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 4