Você sabe o que é CSLL e como calcular sob os 3 regimes de tributação?

Tempo de leitura: 8 minutos

Você sabia que a CSLL está entre os principais impostos pagos pelas empresas no Brasil? No emaranhado fiscal em que nosso país se encontra, não é fácil lembrar de todos os tributos que sua empresa paga, mas o CSLL é tão importante quanto outros, mais conhecidos, como ICMS, ISS e imposto de renda.

Ela abrange inúmeros perfis de contribuintes, formando, assim, grande parte da arrecadação fiscal no País. Independentemente do modelo de tributação da sua empresa, o pagamento deste tributo é sempre necessário e, portanto, conhecer seus detalhes se torna fundamental para uma boa gestão do seu negócio.

De acordo com as últimas informações divulgadas pela Receita, a arrecadação de IRPJ e CSLL avançou para R$ 16,1 bilhões no mês de novembro de 2018.

Mas, afinal, o que é CSLL? Além disso, como calcular CSLL? É complicado?

Veja no artigo abaixo tudo sobre a contribuição e como fazer o pagamento correto da CSLL. Afinal, uma boa gestão empresarial não pode deixar de lado a gestão tributária!

Você perde tempo consultando CNPJs um por um na Receita Federal?

Comece a consultar em lote e tenha em mãos todos os dados rapidamente. A sua base de clientes será testada em segundos com a base da Receita Federal oficial.

Evite erros na operação!
Tenha essa ferramenta em mãos hoje mesmo! Clique no botão.
Saiba mais

Leia também: Como calcular imposto de nota fiscal de venda e manter suas obrigações fiscais em dia

O que é CSLL?

CSLL é a sigla da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, que serve para financiar a Seguridade Social no Brasil. Trata-se de um tributo federal, que incide sobre empresas domiciliadas no Brasil.

Todas as pessoas jurídicas (PJ) e as equiparadas a ela são obrigadas a recolher esse imposto. A base, como o nome sugere, são os lucros da empresa.

A alíquota da CSLL geralmente é de 9% sobre o lucro. A diferença fica para instituições financeiras, de seguros privados ou capitalização, que recolhem 15%.

O imposto é recolhido trimestralmente pela empresa ao governo, sob o mesmo apuramento realizado para o Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ). O cálculo, como veremos abaixo, dependerá do regime tributário escolhido pela empresa no início do ano, que deverá ser o mesmo para esses dois impostos.

Quer ver mais sobre a CSLL? Então, dê uma olhada neste vídeo da Bluesoft:

Como fazer o pagamento da CSLL?

Existem duas formas de fazer o pagamento da CSLL.

1- Através do DARF (Documento de Arrecadação da Receita Federal)

O pagamento pode ser feito em agências bancárias que se integram a Receita Federal, nos casos de empresas do Lucro Real e Presumido. A atenção especial deve ser ao código de recolhimento, que deve ser adequado ao regime tributário da empresa e também a alíquota  da CSLL correta.

2- Através do DAS (Documento de Arrecadação do Simples)

A contribuição é paga em uma mesma guia onde outros impostos estão enquadrados, para empresas optantes do Simples Nacional.

Veja também: O que é COFINS e como calcular o imposto em sua empresa

Antes de prosseguir, dê uma olhada neste resumo esquemático que mostra tudo que você precisa saber sobre a CSLL:

O que é CSLL

Como calcular CSLL nos 3 tipos de regimes tributários

Depois de entender tudo sobre o que é CSLL, você precisará distinguir as diferentes maneiras para calcular a contribuição social sobre o lucro líquido.

Isso porque a base de cálculo e a alíquota da CSLL irão variar de acordo com o regime tributário da empresa. Ou seja, se está configurada no Lucro Presumido, Lucro Real ou no Simples Nacional a porcentagem paga de CSLL pode variar.

Como calcular CSLL no Lucro Presumido

O cálculo da CSLL no Lucro Presumido é apurado através de uma taxa sobre a receita bruta da empresa.

Essa porcentagem inclui as vendas e os serviços prestados.

Primeiramente, então, para saber o lucro, será aplicada a “alíquota da presunção”. Esse é o nome como é conhecida e usada pelo Fisco. Ela varia de acordo com atividades exercidas pela empresa.

Assim, ou aplica-se 12% para as receitas de vendas; ou 32% para os serviços gerais, exceto àqueles de transportes de carga e serviços hospitalares.

A partir do lucro presumido estimado, é possível aplicar a alíquota da CSLL para apurar o valor da contribuição que terá que ser paga por sua empresa.

Em um exemplo prático desse cálculo, significa dizer que, se sua empresa vendeu R$ 10 mil e prestou serviços pelo mesmo valor, no trimestre, a tributação da CSLL será de:

  • 10.000 x 12% = R$ 1.200
  • 10.000 x 32% = R$ 3.200
  • Total = R$ 4.400
  • 9% (alíquota do CSLL) aplicado sobre R$ 4.400 = R$ 396
  • Valor do imposto CSLL = 396 reais.

Leia também: Quais são os impostos na nota fiscal de serviços Lucro Presumido? Veja todos eles e como calcular!

Você está com dúvidas de como presumir seu lucro? Então, veja qui um resumo de todos os percentuais para estimar o lucro de diferentes ramos de negócios.

Como apurar o Lucro Presumido:

  • Comércio varejista de combustíveis e de gás:1,6%
  • Indústrias, atividades rurais, transporte de cargas, serviços hospitalares e varejo em geral: 8%
  • Outros tipos de transporte que não sejam de carga: 16%
  •  Administradores ou locadores de bens móveis e imóveis, intermediadores de negócios, prestadores de serviços profissionais — advogados, médicos e contadores, por exemplo — e demais serviços: 32%

Mas fique atento! Essas não são as alíquotas da CSLL. São as porcentagens usadas para calcular o lucro presumido em diferentes tipos de negócios.

É sobre o resultado dessa conta que se aplicará a alíquota da CSLL no caso do regime tributário do Lucro Presumido.

Como calcular CSLL no Lucro Real

No regime tributário do Lucro Real, o cálculo é feito com base na Demonstração do Resultado do Exercício da empresa. Nela estão somadas todas as receitas que a empresa recebeu, deixando de fora as despesas.

Ela é apurada a cada três meses, depois de toda a contabilização de vendas, impostos, custos e despesas, até chegar ao lucro total.

A alíquota da CSLL, nesse caso, é de 9%. Assim, esse percentual será aplicado sobre o Lucros Ante do Imposto de Renda (LAIR). Também deve seguir as regras do Fisco e os ajustes no Livro de Apuração do Lucro Real (LALUR).

Mas existe também uma forma de estimar e recolher mensalmente a CSLL neste tipo de regime tributário. Neste caso, as regras são semelhantes às do Lucro Presumido.

Saiba mais: Aprenda como calcular imposto lucro real

Como calcular CSLL no Simples Nacional

Você sabe o que é CSLL no Simples Nacional? Qual a alíquota do CSLL nesse regime tributário? Sem mistérios, nós te explicamos.

No Simples Nacional costumam se encaixar as micro e pequenas empresas que acabam precisando e adquirindo facilidades na hora de pagar seus impostos.

É por isso que o cálculo da CSLL não é necessário aqui, uma vez que essa taxa de imposto é incluída no DAS – uma via unificada a ser paga mensalmente com todos os tributos devidos. Consequentemente, o valor acaba sendo bem menor, uma vez que o regime do Simples Nacional não exige os percentuais de 9% ou 15% para a alíquota do CSLL.

Ficou claro para você, agora, o que é CSLL no Simples Nacional?  Então, compare: Simples Nacional ou Lucro Presumido: quais são as diferenças?

É importante entender as diferentes obrigações fiscais e alíquotas que cada regime tributário é submetido, por isso, preparamos estes dois infográficos para você:

O que é CSLL

Quer mais informações? Então, confira o segundo infográfico também:

O que é CSLL

E então, entendeu o que é CSLL?

como você viu, a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido é um tipo de imposto a ser pago por todas as Pessoas Jurídicas. Além disso, as pessoas equiparadas às empresas pela legislação do Imposto de Renda também devem pagar.

Qual é o propósito da CSLL? Apoiar a Seguridade Social, como investimentos para aposentadoria, desemprego e saúde.

Se tiver dúvidas sobre como calcular ou como é feito o pagamento, basta subir a tela e ver como é feito todo o processo!

Continue acompanhando nosso blog para saber tudo sobre planejamento financeiro, tributário e NFes!

Confira: Impostos sobre nota fiscal: quais são eles?

Agora que você já sabe tudo sobre CSLL, que tal dicas sobre outro tributo? Então, confira este infográfico que desenvolvemos para você:

Como calcular o CSLL

Que tal automatizar a emissão de suas notas fiscais?

Jé pensou poder calcular os impostos devidos de sua empresa, emitir as notas fiscais, gerar os arquivos XML e HTML e enviar aos clientes por e-mail, tudo isso automaticamente? Isso não seria ótimo?

Mas, além disso, com o NFE.io você também conta com um painel de controle de todas as suas notas fiscais emitidas. E mais: quer emitir notas fiscais de diferentes CNPJs para mais de uma prefeitura sem ter que sai do sistema e se logar novamente? Então, o NFE.io foi feito para você. Mas não terminou: ele oferece desconto na emissão do certificado digital e diversas tipos de consultas online automatizadas, como CPF e CNPJ!

Se você quer tudo isso e muito mais, conheça agora o NFE.io! Com certeza a produtividade de sua empresa vai aumentar, ao automatizar essas tarefas.

Vale conferir em nosso blog: Você sabe quais são os impostos incidentes sobre vendas de mercadorias?

Precisa saber se o CPF do seu cliente existe?

Utilize a nossa ferramenta de consulta de CPF em tempo real e tenha todos os dados dos seus clientes sempre atualizados!

É simples e fácil!
Tenha os dados reais da SEFAZ em mãos
Teste agora


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x