Gest√£o financeira: confira o passo a passo para montar na sua empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

A gestão financeira é essencial para garantir que sua empresa sobreviva em um mercado cada vez mais competitivo. Afinal, sem um bom planejamento você se perderá entre as contas e custos do seu negócio.

Em vista disso, é cada vez mais importante ter um olhar especial para as finanças da sua empresa, compreendendo como um produto deve ser precificado e qual o capital de giro necessário para o funcionamento do seu empreendimento.

E para ajudar você a garantir uma gestão financeira eficiente, separamos nesse post um passo a passo que vai ajudar você a melhorar os seus resultados. Confira!

Est√° cansado de emitir suas notas fiscais uma por uma?

Na NFE.io √© poss√≠vel se livrar dessas tarefas repetitivas atrav√©s de integra√ß√Ķes com meios de pagamento, plugins, planilha do excel ou conectando diretamente com a nossa API.

Quero otimizar meu tempo

O que é a gestão financeira?

A gestão financeira empresarial é uma prática que consiste em planejar as receitas e despesas da empresa em um determinado período, avaliando o fluxo de caixa presente e futuro do empreendimento.

Por meio dessa pr√°tica, o gestor tem um par√Ęmetro mais amplo sobre se faltar√° ou sobrar√° dinheiro no m√™s. Em caso de falta, fica mais f√°cil entender quais foram as despesas que levaram a isso.

Vale dizer que é preciso compreender junto com a gestão de caixa, a geração de lucro de um negócio. Pois, o caixa de um mês pode ser negativo porque as contas a pagar foram realizadas antes das contas a receber.

Nesses casos, o gestor precisa saber, portanto, qual é o valor do capital de giro necessário para sustentar a empresa entre as saídas e entradas de caixa.

Passos para uma boa gest√£o financeira

Agora que você já compreendeu o que é a gestão financeira, vamos falar sobre o passo a passo para aplicá-la no seu negócio. Confira!

1 – Separe fluxo de caixa de demonstrativo de lucro

O primeiro passo para uma boa gestão financeira é avaliar se a sua empresa está realmente dando lucro. Separe, portanto, o fluxo de caixa do demonstrativo de lucro.

No demonstrativo de lucro você colocará todas as vendas no mês, independente se foram a prazo ou à vista, e todas as compras e custos gerados, independentemente se foram pagos dentro do mês ou não.

Ao subtrair as despesas das receitas você vai encontrar o lucro do seu negócio. Isso é fundamental. Pois pode acontecer do fluxo de caixa ser positivo e a empresa dar prejuízo. Nesse caso, o impacto acontecerá no futuro.

Por isso, encontrar separadamente o lucro do fluxo de caixa garante uma vis√£o mais abrangente sobre a situa√ß√£o real do neg√≥cio e permite tomada de decis√Ķes mais certeiras.

2 – Precifique corretamente produto por produto

Para que sua empresa tenha lucro e consequentemente um bom fluxo de caixa é preciso precificar corretamente cada produto.

Avalie quanto custa a matéria-prima de cada um deles, qual é o imposto devido de cada produto, e quanto ele terá que absorver do custo fixo do seu negócio.

Quando a precificação do produto não é feita de maneira correta, o resultado é que no final do período a empresa terá prejuízo, e ainda que isso não impacte imediatamente no caixa, certamente afetará depois de alguns meses.

Baixe Gratuitamente: Planilha de Controle Financeiro

Tenha um controle maior do financeiro da sua empresa com essa planilha gratuita da NFE.io! Com ela você poderá registrar entradas e saídas, gerenciar os recebimentos e pagamentos recorrentes e ter previsibilidade financeira de todo o seu ano!

Quero a planilha

3 РDescubra a necessidade capital de giro do negócio

Gestao Financeira

O capital de giro é o valor que toda empresa precisa ter para pagar as contas antes de receber o dinheiro dos seus clientes.

Organiza√ß√Ķes que vendem parceladamente precisam calcular bem essa necessidade. Ou seja, subtrair o prazo m√©dio das contas a pagar do prazo m√©dio das contas a receber.

Por exemplo, considere que você vai receber suas vendas em 60 dias, e pagará os fornecedores, colaboradores e impostos em 30 dias. Nesse caso, a necessidade do capital de giro será a seguinte:

  • Necessidade do capital de giro = 60 – 30 = 30

Ou seja, o seu capital de giro tem que ser de 30 dias. Considerando que o gasto da sua empresa é de R$ 100 mil em 30 dias, esse é o valor que você precisa ter em caixa.

Esse valor é fundamental para que você não tenha a necessidade de antecipar os recebíveis do seu negócio que na maioria dos casos possui um custo financeiro bem elevado.

Leia também:

4 РTenha cuidado com os gastos invisíveis

Outra atenção necessária para uma boa gestão financeira é o cuidado com os gastos invisíveis que podem acarretar em perdas de margem no produto.

Por exemplo, um item que custa R$ 0,01 e que comp√Ķe o seu produto deve ser computado. Al√©m disso, qualquer valor que voc√™ tirar do seu neg√≥cio, seja para comprar uma bala, precisa ser computado como sa√≠da.

Se você não marcar todas as entradas e saídas, deixando passar pequenos gastos, o resultado é que poderá com o tempo enfrentar dificuldades financeiras.

5 РTenha atenção às despesas financeiras

Quando apuramos o lucro do negócio, muitas vezes deixamos passar uma informação importante que são as despesas financeiras. Ou seja, os juros que pagamos de antecipação e sobre empréstimos.

Se sua empresa tomou algum empréstimo no mercado ou antecipa os recebíveis, é necessário marcar exatamente o valor dos juros que estão sendo pagos mensalmente pelo negócio.

Pois, parte do seu lucro está indo para o pagamento de juros e você não se deu conta disso. Então, lembre-se de marcar corretamente todas as despesas financeiras.

Isso compreende os juros e at√© mesmo taxas de manuten√ß√£o da conta, anuidade do cart√£o, e referente a TED¬īs e DOC¬īs feitos no decorrer do m√™s.

6 – Automatize o setor financeiro

Por fim, além de uma boa educação financeira, a melhor maneira de garantir mais eficiência na gestão do seu negócio é automatizando o setor financeiro. 

Afinal, fica mais fácil compreender as entradas de matéria-prima, quanto cada produto está gastando, qual a representatividade de cada venda para o seu negócio, qual é o ticket médio, e se o produto mais vendido é o que dá mais lucro.

Além disso, dependendo do ERP escolhido, a emissão de notas fiscais é feita automaticamente, o que garante mais agilidade no momento de computar as vendas e os próprios tributos incidentes nos produtos.

E se você está em busca de um sistema para garantir mais agilidade na emissão de notas e uma melhor gestão financeira para sua empresa, não deixe de conhecer a NF.io. Você encontrará a solução certa para o que procura!


Quer receber mais conte√ļdo de gra√ßa?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu coment√°rio abaixo. O seu e-mail n√£o ser√° divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Est√° cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x