Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Indicadores de desempenho para departamento fiscal: 13 KPIs para se manter em dia com o Fisco e evitar prejuízos

Confira 13 ótimos indicadores de desempenho para departamento fiscal e saiba como eles podem ajudar a evitar prejuízos e manter a eficácia.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Os indicadores-chave de desempenho (KPIs) exercem papel extremamente importante dentro das organizações, fornecendo dados relevantes para tomadas de decisão estratégicas.

No caso do departamento fiscal, o uso de KPIs ajuda a promover uma gestão mais eficaz dos tributos. Além disso, minimiza riscos financeiros e aprimora os processos.

Pensando nisso, separamos aqui 13 indicadores de desempenho para departamento fiscal que você precisa implementar na sua empresa.

Por isso, continue a leitura e saiba como esses KPIs podem te ajudar a melhorar a eficiência desse setor crucial.

Leia também: Gestão do departamento fiscal: 5 dicas descomplicadas para manter-se em dia com o Fisco brasileiro

13 indicadores de desempenho para departamento fiscal

1 – Total de obrigações entregues

Iniciamos a nossa lista de indicadores de desempenho para departamento fiscal com a quantidade total de obrigações entregue.

Engana-se quem pensa que as obrigações perante o Fisco se resumem ao pagamento de impostos.

Existem várias regulamentações, declarações e rotinas tributárias que também merecem a sua atenção. Algumas delas são bastante específicas e dependem da atividade que a sua empresa exerce.

Exemplos de obrigações que precisam ser entregues:

  • Declaração de Imposto de Renda para Pessoa Jurídica;
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido;
  • Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte;
  • Contribuição para Financiamento da Seguridade Social;
  • Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais;
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;
  • Declaração de Apuração da Arrecadação do Simples Nacional.

2 – Quantidade de obrigações entregues com erros

As obrigações entregues precisam estar dentro dos conformes, atendo aos requisitos do órgão fiscal responsável. Caso contrário, você estará sujeito a multas.

Por isso, é preciso estar atento à quantidade de obrigações entregues com erro, que deve estar o mais próximo possível de zero.

3 – Quantidade de obrigações entregues sem erros

Este indicador é o oposto do que acabamos de ver no tópico anterior. Aqui, são contabilizadas todas as obrigações fiscais entregues corretamente, sem erros.

Este post também pode interessar a você : O que é compliance fiscal? Veja 10 benefícios de seguir esse método em sua empresa

4 – Taxa de Imposto Efetiva

A taxa de imposto efetiva é um importante indicador de desempenho fiscal. Isso porque ela mede quanto, de fato, você paga de impostos e reflete a eficácia do seu planejamento tributário.

Uma maneira de diminuir a taxa de imposto efetiva é escolhendo o melhor enquadramento tributário para a empresa, veja algumas dicas:

Indicadores de desempenho para departamento fiscal

Indicadores de desempenho para departamento fiscal

5 – Notas fiscais emitidas

Emitir notas fiscais é obrigatório para qualquer empresa. Aliás, está sujeito a multas aquele que não cumprir essa obrigação.

Por isso, é sempre acompanhar o total de notas fiscais emitidas para garantir que a sua empresa esteja dentro das regularidades.

6 – Notas fiscais entregues no prazo

Contabilizar apenas as notas fiscais emitidas pode limitar a sua análise. Por isso, tenha como indicador de desempenho para o seu departamento fiscal a quantidade de notas que você emitiu dentro do prazo. Notas emitidas fora do prazo podem acarretar prejuízos ao seu negócio.

7 – Notas fiscais entregues em atraso

Monitorar as NFs em atraso é tão importante quanto monitorar as NFs entregues dentro do prazo.

8 – Notas fiscais canceladas

As notas fiscais podem ser canceladas por vários motivos, dentre eles:

  • Quando o serviço não for prestado
  • Quando o produto não sair para entrega
  • Quando houver erro no cálculo de impostos
  • Quando o destinatário não tem ciência do pedido, etc.

No entanto, há também quem faça uso do cancelamento de notas fiscais para sonegar impostas. Por isso, essa prática acaba despertando maior atenção do Fisco.

Assim, para evitar problemas, procure cancelar notas fiscais apenas quando necessário. Quer dicas de como evitar isso? Então, confira:

Indicadores de desempenho para departamento fiscal

Leia também: O que é emissão de Nota Fiscal? Saiba tudo

9 – Notas fiscais recebidas

Outro indicador que você precisa ficar atento é a quantidade de notas fiscais recebidas. Nesse caso, estamos falando das notas recebidas de fornecedores ou de algum outro serviço ou produto que a sua empresa adquiriu.

10 – Erros de emissão de nota fiscal

As notas fiscais são documentos extremamente importantes e não podem conter erros, valores, descrição do produto e datas equivocados. Por isso, para garantir que todas as informações presentes nas NFs estejam corretas, este indicador pode ser bastante útil.

11 – Notas fiscais eletrônicas rejeitadas

As notas fiscais eletrônicas vêm ganhando popularidade entre as empresas. Porém, ao ser submetida à Secretaria da Fazendo, sua nota fiscal pode ser rejeitada.

Isso geralmente acontece quando a empresa não está devidamente cadastrada como emissora de NFe ou a assinatura digital encontra-se corrompida.

12 – Quantidade de multas recebidas

De todos os indicadores de desempenho para departamento fiscal, a quantidade de multas recebidas talvez seja o mais importante. Isso porque ele trata de algo que afeta diretamente o caixa da sua empresa.

Acompanhar este KPI é importante para que se chegue à causa-raiz dessas multas

13 – Índice de créditos recuperados

Por fim, temos o índice de créditos recuperados. Ele mensura quanto de dinheiro a sua empresa conseguiu recuperar por meio de restituições tributárias em determinado período.

O que achou desses 13 indicadores de desempenho para departamento fiscal? Implemente-os na sua empresa e esteja sempre em dia com o Fisco.

Saiba mais: Tudo sobre departamento fiscal e confira 5 dicas para melhorar sua gestão

Automatize a gestão de notas fiscais e melhora seu desempenho e produtividade

Com um software como o NFe.io  o cálculo dos impostos é automático. Além disso,  ele  emite, gera os arquivos XML e HTML e envia por e-mail aos seus clientes imediatamente.

No caso do site da prefeitura estar fora do ar, ele reenvia as notas até que consiga emiti-las. Conta também com um painel de controle das emissões mensais, faz consultas automatizadas de CPF e CNPJ e tem desconto no certificado digital.

Vale a pena ler: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.