11 excelentes dicas de gestão financeira para empresas: seus negócios vão decolar!

Tempo de leitura: 11 minutos

Como você tem feito a gestão financeira da sua empresa?

Essa é uma pergunta que muitos empreendedores ainda não sabem responder. Isso porque boa parte deles preocupa-se mais com a produção e com as estratégias de vendas, deixando um pouco de lado o gerenciamento de um fator vital para manter a empresa de pé: o dinheiro.

Pensando nisso, separamos aqui 11 dicas de gestão financeira para você preservar a saúde e a integridade do seu negócio e alcançar melhores resultados.

Confira!

Precisa de uma ferramenta simples para controlar a Inadimplência?

Baixe gratuitamente nossa planilha de controle de inadimplência e facilite sua vida!

Controle quem são os devedores.
Utilize essa ferramenta gratuitamente, te enviaremos um presente surpresa
Quero a planilha

Confira também: Como avaliar a situação financeira de uma empresa? Descubra em 7 dicas infalíveis

Importância do controle financeiro para empresas

Antes de conferir nossas dicas de controle financeiro empresarial, é importante ressaltar a grande importância que essa rotina pode ter para o crescimento de uma organização.

Veja alguns aspectos que comprovam isso e não deixe de ser disciplinado em seus controles para alcançar essas vantagens:

  • Domínio sobre a saúde financeira para tomar as melhores decisões;
  • Maior segurança para evitar endividamentos;
  • Criação de metas reais e alcançáveis para os períodos futuros;
  • Com conhecimento sobre os principais custos, torna-se possível reduzir as despesas e aumentar a lucratividade;
  • Planejamento consciente do crescimento da organização com base nos resultados alcançados;
  • Garantia do capital de giro para manter as operações em funcionamento;
  • Alocação adequada do capital necessário para o desenvolvimento das atividades de todos os setores da empresa.

11 dicas de gestão financeira para empresas

Você busca por dicas de controle financeiro empresarial? Garantir o equilíbrio no fluxo de caixa é fundamental para que uma empresa se mantenha competitiva no mercado. SE você sente que as finanças de seu negócio não estão em ordem, é fundamental tomar uma providência, antes que a situação se agrave.

Por essa razão, saber gerenciar adequadamente as finanças deveria ser uma preocupação constante nas organizações brasileiras.

No entanto, segundo dados da Granatum, apenas 44% dos empresários acompanham suas receitas e despesas regularmente. 22% somente olham os extrato bancário e surpreendentes 33% não acompanham nenhum tipo de controle financeiro.

E mais: apenas 23% dos empresários separam as finanças pessoais das finanças da empresa.

Como se vê, o cenário não é animador.

Neste post, selecionamos diversas dicas de controle financeiro empresarial para que você não caia nessa armadilha.

Veja também em nosso blog: 6 ferramentas de gestão empresarial para controlar as finanças de seu negócio

1. Avalie a situação financeira atual da empresa

A primeira das dicas de controle financeiro empresarial é criar uma consciência sobre a situação atual da sua empresa.

  • Você consegue pagar tranquilamente todos os custos mensais?
  • Possui uma reserva financeira?
  • Conseguiu obter uma boa lucratividade nos últimos períodos?

Essa análise inicial é fundamental para avaliar a qualidade dos controles financeiros atuais – além de contribuir para identificar potenciais problemas.

Ao comparar todas as receitas com as despesas, talvez você note que o lucro obtido é menor do que pensava e identifique onde pode reduzir gastos.

Outra dica de como controlar as finanças da empresa é acompanhando os indicadores de desempenho financeiro.

Conheça os principais:

Dicas controle financeiro empresarial

2. Registre e acompanhe as movimentações diariamente

É impossível falarmos sobre dicas de finanças empresariais sem ressaltar a importância de registrar todas as movimentações realizadas pela empresa. É com base nessas informações que você realmente consegue gerenciar adequadamente o dinheiro da organização.

Para colocar isso em prática, é importante que nenhuma movimentação passe batida – por menor que seja o valor da operação.

Após um período de registros rigorosos, ficará mais fácil enxergar a situação financeira da empresa.

Para isso você pode usar planilhas ou mesmo softwares de gestão financeira, alguns deles são gratuitos!

Veja: [atualizado em 23/6/18] Programas para controle financeiro grátis: confira 5

3. Planejamento fiscal

O primeiro item da nossa lista de dicas de gestão financeira para empresas trata de um aspecto inerente a qualquer negócio: os tributos.

Para lidar com toda a tributação relacionada às atividades da sua empresa, é fundamental que você tenha um planejamento fiscal.

Trata-se de um documento que tem como principais objetivos:

  • otimizar o recolhimento de tributos;
  • garantir a regularidade perante a Receita Federal;
  • potencializar a margem de lucro.

Com o planejamento fiscal, passa-se a ter uma visão mais global sobre a empresa pois, para sua elaboração, é necessário ter conhecimento sobre cada setor da empresa.

Além disso, obtém-se informações valiosas para definição de metas, cumprimento de normas legais e criação de estratégias mais assertivas.

Quer receber todas as notas fiscais emitidas contra seu CNPJ?

Tenha um radar de notas fiscais de produto conectado com o seu operacional para garantir que não haja erros na parte fiscal.

Monitore as notas fiscais de forma simples!
Clique e comece o seu monitoramento de notas fiscais de produto hoje mesmo!
Teste agora

4. Auditorias periódicas

A realização de auditorias periódicas podem ajudar muito a empresa a identificar falhas internas. Por meio dessa prática, é possível, por exemplo, descobrir se o regime tributário da empresa é o mais adequado, se há gastos acima do esperado em determinados setores, se os recursos estão sendo utilizados de maneira sustentável, etc.

As auditorias devem também contextualizar a atual situação financeira da empresa com o mercado em que o negócio está inserido e com o seu posicionamento.

5. Gestão de inadimplências

É bastante comum que as empresas concedam linhas de crédito aos seus clientes na hora de efetuar alguma venda. Porém, é necessário ficar atento àqueles maus pagadores, pois eles podem acabar prejudicando a saúde financeira do seu negócio.

Para isso, faça um cadastro de todos os seus clientes contendo dados estratégicos (nome completo, telefone, e-mail, endereço, etc.), além de informações sobre o comportamento de compra deles (cumprimento de prazos para pagamento, participação no faturamento da empresa, etc.).

É fundamental também que você não deixe de cobrar aqueles clientes que estão em débito com a sua empresa.

6. Domine o fluxo de caixa

Uma ferramenta de fluxo de caixa sempre atualizada garante que o gestor tenha consciência constante sobre a situação atual das finanças empresariais.

Essas informações são importantes não só para garantir a manutenção das operações, mas também servem de base para a tomada de decisão.

Lembre-se: o fluxo de caixa nada mais é do que as movimentos financeiras da sua empresa; ou seja, as entradas e as saídas de valores, as contas a pagar e as contas a receber, as receitas e as despesas.

A partir do fluxo de caixa, é possível traçar estratégias que potencializem o desempenho financeiro da empresa, identificando gargalos e fazendo projeções.

Portanto, é de extrema importância dedicar uma atenção especial a esse aspecto, tendo em vista que a má administração do fluxo de caixa pode acarretar prejuízos para o seu negócio.

Quer mais dicas de controle financeiro empresarial sobre o fluxo de caixa? Então, dê uma olhada neste infográfico:

dicas controle financeiro empresarial

7. Faça projeções financeiras

As dicas financeiras para pequenas empresas não devem abranger somente o presente. O domínio sobre o futuro da empresa também é fundamental para evitar imprevistos e garantir o desenvolvimento da organização.

Através de projeções financeiras você pode simular diversos cenários para os próximos meses e estar preparado para todos eles. Dessa forma, a previsão sobre as despesas e receitas pode ser acompanhada de perto para garantir os melhores resultados.

Fique de olha na sazonalidade do seu negócio e no noticiário econômico. Converse com outros empresários, troque ideias e busque se antecipar a acontecimentos que podem ser uma oportunidade ou uma ameaça para sua empresa.

8. Análise de custos bancários

Você sabe quanto custa manter a conta bancária da sua empresa? É interessante que você fique atento a esse detalhe, pois muitas vezes os bancos acabam cobrando taxas automaticamente em contas empresariais.

Por isso, faça uma análise periódica de todas as movimentações bancárias para evitar pagar taxas desnecessárias ou de valores exorbitantes. No caso das taxas de manutenção e de anuidade do cartão corporativo, por exemplo, é possível negociar os valores com a instituição financeira.

Caso você precise fazer um empréstimo com o banco, leia todas as cláusulas do contrato com bastante atenção para evitar surpresas desagradáveis.

9. Procure reduzir custos

Após seguir as dicas de controle financeiro empresarial que já vimos até o momento, você tem em mãos registros precisos sobre as movimentações da empresa e projeções para os períodos futuros, certo?

Essas informações são muito úteis para permitir a redução de custos operacionais. Torna-se mais fácil enxergar quais são as despesas mais relevantes no seu orçamento e identificar gastos que não são necessários.

Que tal iniciar um plano de ações para descobrir como controlar as finanças da empresa e reduzir custos? Então, confira esta dicas:

Dicas controle financeiro empresarial

Veja mais: Veja 7 dicas para reduzir custos operacionais de uma empresa

10. Defina prioridades

Definir quais são as prioridades do seu negócio te ajudará a direcionar os recursos de forma mais inteligente e otimizada.

  • Em que setores é preciso investir mais?
  • Vale a pena contratar novos talentos agora?
  • Um reforma no espaço seria uma boa ideia?

As prioridade também podem estar relacionadas aos cortes de gastos que precisarão ser feitos. Por isso, o ideal é que você faça um diagnóstico da atual situação da sua empresa para, posteriormente, examinar com cautela todos os pontos que tangem às finanças do negócio.

11. Controle das notas fiscais

O último item da nossa lista de dicas de gestão financeira para empresas é o controle eficiente das notas fiscais da empresa.

Para isso, é preciso, antes de tudo, ter muita organização. Você organizá-las por data, tipo, cliente, entradas e saídas, etc.

Felizmente, hoje já é possível contar com as notas fiscais eletrônicas. Elas facilitam todo o trabalho de gerenciamento e garantem mais segurança e praticidade, sendo uma ótima opção otimizar o setor de finanças.

A NFE.io possui uma plataforma para emissão de nota fiscal que calcula impostos de forma automática, emite notas com agilidade e ainda gera um painel de controle detalhando todas as operações.

Além disso, a plataforma do NFE.io está integrada a diferentes municípios através de uma interface única com API aberta. Empresas que trabalham com pagamento recorrente e que precisam emitir grande volume de notas fiscais também podem experimentar os benefícios da nossa plataforma.

Assim, com um sistema de gerenciamento e emissão de nota fiscal, por exemplo, é possível importar informações precisas das movimentações realizadas pela sua empresa – alimentando o seu controle com informações precisas.

Veja um painel de controle com dados importantes que um gerenciador de notas fiscais pode te oferecer:

Dicas de controle financeiro empresarial

Com o NFE.io você consegue emitir notas de diferentes CNPJs e para várias prefeituras na mesma interface, fazer consultas automatizadas a CNPJ e CPF, além de conseguir desconto na emissão do certificado digital.

Confira: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFE.io

Te desafiamos a imaginar…

Você e sua empresa 100% focados no que realmente dá lucro, sem ter que se preocupar com a emissão das notas fiscais manualmente, calcular impostos e lidar com as burocracias do governo.

Impossível? Não!
Comece hoje mesmo a se livrar disso!
Teste Gratuitamente

Conclusão

Imagine duas empresas concorrentes que atuam no mesmo segmento. Aquela empresa que conseguir uma melhor gestão de suas finanças para gerar mais lucro ao final do período larga na frente para crescer no mercado, não é?

Para colocar em prática um controle financeiro eficiente é preciso seguir essas medidas simples que sugerimos e ter atenção constante em relação às movimentações realizadas pela organização. Com disciplina, todos os gestores podem melhorar o relacionamento com as finanças.

As dicas de finanças empresariais que apresentamos não são complexas e podem ser aplicadas facilmente em qualquer empresa. O maior desafio enfrentado nesse momento é gerenciar um tempo especial para lidar com as finanças em meio a diversas outras atividades operacionais.

E se quiser conhecer mais algumas dicas de gestão financeira para empresas, confira estas, criadas pela Avante Consultoria:

dicas de gestão financeira

Leia também em nosso blog:


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Um comentário

  • Sara Amorim

    Me ajudou muito a esclarecer minhas dúvidas, muito bem desenvolvido parabéns a equipe.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x