Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Como fazer relatório financeiro de uma empresa?

Descubra 5 das melhores dicas e 5 índices para criar relatórios financeiros e use os números para sair na frente da concorrência.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Cuidar das finanças de uma empresa: complexo?

De início, pode até parecer. Mas a verdade é que pequenos cuidados podem fazer toda a diferença na gestão financeira. Entre eles, é claro, o controle por meio de relatórios.

Elaborar relatórios periódicos – todos os meses, por exemplo –, faz com que o empresário tenha controle do progresso da empresa.

  • Quais são os custos mensais?
  • Como anda o lucro da empresa?
  • Os investimentos estão dando retorno?
  • Será que alguma mudança é necessária?

Qualquer decisão será tomada de maneira mais assertiva se vir acompanhada de dados e informações relevantes sobre o negócio.

Mas, afinal, como fazer relatório financeiro de uma empresa? Quais informações você deve saber?

Veja algumas dicas a seguir.

Veja também: Estratégias de gestão para superar dificuldades financeiras das empresas 

Como fazer relatório financeiro de uma empresa

Para aprender como fazer relatório financeiro de uma empresa, é preciso primeiramente definir com quais dados trabalhar.

As despesas e os gastos, por exemplo, são essenciais, assim como as receitas, os orçamentos, investimentos e fluxo de caixa da empresa.

Você precisa garantir que todas as finanças estejam sendo registradas corretamente, além de organizar demonstrativos bancários e de pagamentos.

As notas fiscais de serviços também devem ser sempre emitidas no dia a dia.

Dentro de um relatório desse tipo, existem alguns dos principais indicadores financeiros que devem ser organizados periodicamente para serem incluídos no modelo final.

Principais indicadores financeiros para um bom relatório:

  1. Balanço patrimonial: aquele que expõe o patrimônio líquido da empresa, equilibrando valores do ativo e do passivo.
  2. Demonstração do resultado do exercício (DRE): aquele que detalha resultados líquidos e aponta possíveis lucros e prejuízos da empresa em um período.
  3. Despesas operacionais: aquelas que mostram os gastos fixos da empresa e necessários para que ela opere. Entre os exemplos estão o aluguel, os salários, os equipamentos utilizados, contas de luz, entre outros.
  4. Orçamento: aquela base sobre o dinheiro que a empresa tem, objetivos e gastos possíveis para alcançá-los. Uma dica para calcular essa previsão de gastos é calcular vendas, rendimentos e outros custos dos últimos meses. Desta forma, poderá planejar o melhor valor para investir e obter maiores lucros no futuro.
  5. Resultados: aqueles que mostram, na prática, o que os planejamentos anteriores foram capazes de gerar. O que entrou com a venda de produtos? O que saiu com custos fixos, de produção e operacionais? Quais as fontes de renda e receita total? Ao acompanhar os resultados financeiros com frequência, cruzar este balanço com outros dados se torna uma estratégia essencial.

Quer realmente facilitar sua vida na hora de fazer um relatório financeiro? Use programas para controle financeiro empresarial.

Confira e compare alguns deles:

Metas para o setor financeiro de uma empresa

Dicas para fazer um relatório financeiro

O relatório financeiro deve auxiliar na tomada de decisões estratégicas para o empresário e, portanto, deve ser completo.

Uma das grandes dicas para facilitar este processo e evitar erros é adotar uma ferramenta on-line de gestão empresarial. Ela permitiria, por exemplo, o acompanhamento de dados em tempo real, a criação de relatórios unificados e a emissão de notas fiscais de forma automatizada.

Importante destacar que esta é uma forma de assegurar que nada esteja passando despercebido. Além disso, também ajuda para que o gestor possa ser analítico na criação e no acompanhamento de seu relatório.

Com ou sem ferramenta, no entanto, você ainda pode seguir algumas outras dicas para fazer relatório financeiro de uma empresa:

  1. Agrupe todas as informações e os dados contábeis e financeiros em um mesmo lugar;
  2. Mantenha as informações atualizadas e os funcionários responsáveis cientes dos processos;
  3. Acrescente sempre dados relevantes para a realidade da sua empresa, mas dispense os complexos e desnecessários;
  4. Garanta que a empresa tenha todas as notas emitidas sobre serviços e guardadas pelo período de 5 anos;
  5. Se possível, adote ferramentas que automatizem processos financeiros.

Criando um planejamento financeiro e estratégico

Ao realizar um relatório financeiro, você estará abrindo possibilidades para criar um planejamento mais estratégico para a empresa.

A criação de KPIs (Key Performance Indicators) – em português, indicadores de desempenho – também será possível.

O mais importante é acompanhar dados reais e atualizados sobre as finanças da empresa para garantir a saúde financeira do negócio. Torna-se mais uma maneira de manter-se competitivo no mercado e evitar prejuízo com dívidas e inadimplência ou outros possíveis despreparos nas contas.

Além do corte de custos, um relatório financeiro aponta gastos desnecessários e outros recursos em que é possível economizar. O foco passa a ser sempre nos lucros e no aproveitamento dos pontos fortes da empresa. Saber onde e como investir é mais uma vantagem.

E sem contar que todo gestor deve ter pleno controle sobre o orçamento de sua empresa, certo?

O primeiro passo para sentir-se seguro e preparado estrategicamente é saber como fazer um relatório financeiro. Depois?

Basta olhar para os dados gerados e você certamente saberá o que fazer para alavancar os resultados!

Como um software de gerenciamento de notas fiscais pode ajudar em seus relatórios?

Um bom software de automatização de notas fiscais faz muito mais do que simplesmente calcular os impostos, emitir a notas, criar os arquivos HTML e XML e enviar automaticamente para os clientes.

No caso do NFe.io, além de tudo isso, você terá acesso a um painel de controle com diversas informações sobre seu faturamento mensal.

Isso sem falar nas consultas automatizadas à CPF e CNPJ e desconto no certificado digital.

Conheça o NFe.io!

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.