Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Como reduzir a carga tributária de uma empresa sem ferir a legislação

Como reduzir a carga tributária de uma empresa? Conheça as dicas que te farão pagar menos impostos - dentro da lei! - e gerar mais lucros.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Na hora em que você apura seu imposto a pagar, bate um desespero? Você toma um susto?

Não passe mais por isso em sue negócio!

Confira nossas dicas de como reduzir a carga tributaria de uma empresa!

Lembre-se: ter um negócio inclui inúmeras responsabilidades e, entre elas, o pagamento correto de todos os impostos. Mas você já parou para pensar em como reduzir a carga tributária de uma empresa?

Existem algumas maneiras legais que, sem qualquer tipo de risco, permitem a diminuição de tributos a serem pagos.

E o principal benefício de entender como reduzir os impostos de uma empresa? Além de minimizar prejuízos com custos que poderiam ser evitados, o foco total em maiores lucros e investimentos.

Veja abaixo 6 dicas sobre como reduzir a carga tributária de uma empresa!

Veja também: Entenda o que é substituição tributária e como chegar ao ICMS-ST

Como reduzir os impostos de uma empresa em 7 passos

Saber como diminuir a carga tributária no Brasil não é fácil! Por isso, é importante estudar a legislação, entender realmente o que é a carga tributária de uma empresa e desenvolver um planejamento tributário.

Confira nosso passo a passo de redução de carga tributária. Ele vai ser bastante útil para você!

Mas você sabe o que é carga tributária de uma empresa?

Antes de conferir nossas dicas de como diminuir a carga tributaria no Brasil, é importante entender o que é carga tributária de uma empresa.

Carga tributária de uma empresa é o conjunto de impostos, taxas e contribuições que ela deve pagar para as diversas esferas governamentais, isto é: federal, estadual e municipal.

Ficou claro para você o que é carga tributária de uma empresa?

Então, siga em frente e entenda como promover a redução tributária em seu negócio:

1- Crie um planejamento

A chave de como reduzir os impostos de uma empresa, assim como em outras situações, é planejamento.

Somente com planejamento você poderá entender exatamente como está o financeiro da empresa. O fluxo de caixa organizado e análises periódicas sobre o negócio permitem a criação de estratégias para reduzir a carga tributária.

Muitas vezes será preciso o apoio de contadores ou advogados para indicarem as possibilidades de redução de tributos.

Mas é claro que, para isso, um planejamento tributário pautado em relatórios financeiros bem estruturados fará toda a diferença.

Confira esta extensa aula do professor Antônio Catânio com diversas dicas:

Leia também em nosso blog:

2- Escolha o regime tributário ideal

A escolha do regime tributário é essencial para diminuir a carga tributária. Afinal, é o enquadramento jurídico da empresa que pautará os tributos a serem pagos ao longo do ano.

As opções de regime tributário disponíveis no Brasil incluem:

  • O Simples Nacional;
  • O Lucro Real;
  • O Lucro Presumido.

Dependendo do regime tributário escolhido, as formas de pagamento e hipóteses de isenção e compensação podem variar. As alíquotas dos impostos pagos por empresas optantes pelo Simples Nacional são completamente diferentes dos impostos pagos por quem escolhe o regime de Lucro Real ou de Lucro Presumido!

Vale conhecer o tema a fundo, assim como as perspectivas da sua empresa. Muitas vezes o mais fácil pode não ser o mais benéfico.

Quando a empresa se enquadra no Lucro Real, por exemplo, o processo pode ser mais complicado nas declarações, mas o imposto será cobrado somente sobre o lucro e não no faturamento total.

E como reduzir a carga tributária de uma empresa no Lucro Presumido? Também é possível reduzir custos mesmo não estando no Simples Nacional, já que somente uma parte do lucro é tributado neste caso.

Confira este infográfico que compara as vantagens e desvantagens do Lucro Real e do Lucro Presumido. Ele pode ser bastante útil para quem quer descobrir formas de redução da carga tributária:

Como reduzir a carga tributaria de uma empresa - lucro real ou presumido

Saiba mais: Simples Nacional ou Lucro Presumido: quais são as diferenças?

Esta é uma das etapas mais importantes para quem quer saber como reduzir a carga tributária de uma empresa.

Por isso, resolvemos nos aprofundar um pouco mais em cada um dos regimes tributários, para que você tenha melhores condições de escolher aquele que trará a maior redução tributária para o seu negócio.

Confira:

Como funciona o Simples Nacional

  • Todos os tributos são pados atra√es de uma única guia, chamada de DAS: Documento de Arrecadação do Simples nacional.
  • A DAS inclui tudo: CSLL, COFINS, PIS/PASEP, CPP, IRPJ, IPI, ISS e ICMS.
  • As alíquotas giram entre 4,5% e 17%.
  • O faturamento não pode ultrapassar R$ 81.000 para MEI, R$ 360.000 para ME e R$ 4,8 milhões para EPP.

O Simples nacional, como o próprio nome indica, facilita muito o processo de apuração dos tributos  a serem pagos pela empresa. Assim, essa facilidade também representa uma redução do tempo gasto para isso e, consequentemente, das despesas da empresa.

Dicas para pagar menos impostos no Lucro Real

O lucro real é indicado para empresas de grande porte e com uma boa estrutura contábil para fazer todos os cálculos necessários.

Veja mais detalhes:

  • É preciso apurar o Demonstrativo de Resultados do Exercício – DRE
  • O Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) são determinadas em função do resultados da DRE.
  • Alíquotas: IRPJ – 15% sobre o Lucro Real Bruto e CSLL – entre 9% e 12% do Lucro Real Bruto.
  • Em caso de prejuízo, a empresa pode usar esses valores como créditos em exercícios futuros (no limite de 30% do imposto a ser pago).
  • Outros tributos: PIS – 1,65% e COFINS – 7,6%

Empresas que podem contar com créditos tributários ou têm custos de produção elevados e margens pequenas são aquelas que podem se beneficiar do regime tributário de Lucro Real.

Entenda o regime tributário de Lucro Presumido

No Lucro Presumido, como o próprio nome indica, não se apura a DRE, mas se faz uma estimativa de receita e as margens de lucro são definidas em função da atividade da empresa, variando entre 1,6% e 32%.

Confira mais informações:

  • Alíquotas sobre o lucro para indústrias: IRPJ – 8%, CSLL – 12%.
  • Alíquotas para empresa de serviços: 32% tanto para IRPJ como CSLL.
  • Alíquotas de PIS e COFINS: respectivamente 0,65% e 3% sobre o faturamento.

Veja mais detalhes neste post de nosso blog: Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional? Como escolher o regime tributário para sua empresa

Confira este infográfico que mostra as diferentes alíquotas de impostos pagos nos regimes de Lucro Real e Lucro Presumido:

Como reduzir a carga tributária de uma empresa

4- De olho nos benefícios fiscais

Os benefícios fiscais são mais uma forma de aprender como reduzir os impostos de uma empresa. Neste caso, dependerá da troca de ações, como investimentos que a sua empresa pode fazer em certas áreas da economia.

Entrar em programas do governo, adequar o regime e se planejar na questão tributária podem resultar em benefícios fiscais. Em alguns casos, é possível até mesmo alcançar a isenção do Imposto de Renda (IR) e da Contribuição Social.

Se aproveitar de benefícios fiscais dependerá das legislações vigentes, que podem ser federais, estaduais e municipais. Você deverá analisar se a sua empresa se encaixa em determinados programas, assim como o regime tributário escolhido.

Se conseguir o benefício fiscal, poderá não somente economizar na carga tributária, mas também se engajar em pautas de conscientização social.

ISS é um importo que costuma variar muito de município para município, exatamente com objetivo de atrair empresas que querem pagar alíquotas menores desse imposto. Por isso, pesquisar um município que tenha uma alíquota menor na hora de pagar o ISS é uma prática muito comum de organizações que querem descobrir como reduzir a carga tributaria de uma empresa.

No entanto, é preciso transferir a cede de sua empresa para esse município. Portanto, é preciso verificar se os custos de mudança serão viáveis e se compensarão a economia na hora de pagar esse imposto.

Você conhece o ISS? sabe tudo sobre esse importo de âmbito municipal? Então, confira estas dicas:

Como reduzir a carga tributaria de uma empresa - o que é ISS

5- Considere dividir a empresa

Dividir uma empresa pode ser mais uma alternativa na redução de tributos. Mas é importante entender que essa estratégia não pode ser utilizada em todos os casos.

O benefício seria para aquelas empresas que exercem mais de uma atividade e, assim, poderiam enquadrá-las em regimes tributários diferentes.

6- Terceirize quando possível

Os impostos de uma empresa também estão relacionados à quantidade de funcionários e atividades. Quanto mais pessoas envolvidas, maior a tributação.

Pensando nisso, a terceirização em determinadas áreas pode ser uma forma de ajudar na redução da carga tributária, além de reduzir custos nas empresas.

Um exemplo seria a terceirização na área de contabilidade ou recursos humanos, utilizando agências especializadas como apoio.

Crie uma estratégia, portanto, para definir uma terceirização de atividades não essenciais. Ou seja, escolher áreas que não influenciam negativamente clientes e empresa em caso de contratações terceiras.

Também tome cuidado na hora de escolher os profissionais e aproveite a oportunidade para contratar pessoas sempre responsáveis e qualificadas.

7- Separe suas contas pessoais das profissionais

Pode parecer uma dica boba, mas no dia a dia muitos empresários acabam não separando suas contas pessoais das profissionais. Isso acaba impactando diretamente na tributação, já que, ao aumentar as contas, aumentam também os impostos.

O controle mensal e anual de lucro também fica comprometido, prejudicando em um planejamento efetivo do fluxo de caixa. Erros também acabam sendo frequentes para quem age desta maneira, com dados cruzados e relatórios incorretos.

Lembre-se, portanto, de separar sua conta de PF e PJ, assim como utilizá-las em compras sem fazer mistura.

Gostou das nossas dicas sobre como reduzir a carga tributária de uma empresa? Então, está na hora de colocá-las em prática!

A redução tributária não é a única forma de diminuir gastos de seu negócio. Você também pode criar um plano de ação com esse objetivo. veja como fazer isso neste checklist:

Como reduzir a carga tributaria de uma empresa

Um gerenciador de notas fiscais pode ajudar muito sua empresa

Não são apenas os custo efetivos dos impostos que pesam no seu bolso. Mas custos administrativos e o tempo gasto para administra isso também.

Com um ferramenta para automatizar esses processos, como NFe.io, você ganha tempo e produtividade. Agora, o cálculo dos impostos é automático, além da geração dos arquivos XML e HTML e seu envio por e-mail para seus clientes.

E tem mais: você pode emitir notas de vários CNPJs para diferentes prefeituras sem sair do aplicativo! Sem falar em um painel de controle completo para acompanhar toda seu faturamento mensal, consultas automatizadas de CPFCNPJ e do desconto no certificado digital.

Conheça Agora o NFe.io.

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 2