Tipos de fraudes no e-commerce: os 10 principais golpes que você deve evitar cair

Tempo de leitura: 6 minutos

Você sabe quais são os tipos de fraudes no e-commerce mais comuns?

Empreendedores que querem apostar no com√©rcio eletr√īnico, ou at√© mesmo lojas f√≠sicas que desejam adotar uma estrat√©gia multicanal e oferecer ao seu p√ļblico a possibilidade de fazer suas compras online, precisam se preocupar com um aspecto essencial nessa modalidade: a seguran√ßa.

Est√° cansado de emitir suas notas fiscais uma por uma?

Na NFE.io √© poss√≠vel se livrar dessas tarefas repetitivas atrav√©s de integra√ß√Ķes com meios de pagamento, plugins, planilha do excel ou conectando diretamente com a nossa API.

Quero otimizar meu tempo

Mais do que oferecer uma navegação intuitiva e agradável pela loja virtual, é imprescindível garantir que os dados inseridos pelos usuários estejam devidamente seguros.

Definir estratégias para impedir a ação de hackers e de pessoas mal intencionadas a fim de garantir a segurança dos clientes no ambiente online é fundamental.

Mas, para isso, é importante conhecer quais são os principais tipos de fraudes no e-commerce.

Para te ajudar, elaboramos aqui uma lista com as 10 a√ß√Ķes fraudulentas que os com√©rcios eletr√īnicos mais costumam sofrer. Continue a leitura e saiba como evitar que o seu neg√≥cio caia nesses 10 tipos de golpes:

  1. Uso da identidade de outra pessoa
  2. Pedido de estorno
  3. Interceptação de mercadorias
  4. Controle da conta do usu√°rio
  5. Pesca de dados (Phishing)
  6. Fraude das p√°ginas clonadas
  7. Fraude de afiliada
  8. Botnets
  9. Teste de cart√£o
  10. Triangulação

Leia também: Como evitar fraudes no e-commerce: 6 dicas para garantir a segurança nas compras da sua loja virtual e não perder vendas

10 tipos de fraudes no e-commerce para prestar atenção

1 – Uso da identidade de outra pessoa

Nesse tipo de golpe, o fraudador se faz passar por outra pessoa. Ele rouba dados da identidade de terceiros para criar cart√Ķes de cr√©dito e fazer compras em nome da v√≠tima.

2 – Pedido de estorno

Este tipo de fraude ocorre quando o golpista efetua uma compra no site da loja e, após receber a mercadoria, ele faz a solicitação de estorno ao banco do seu cartão.

O autor da fraude alega ter sido vítima de um golpe e recebe de volta da instituição financeira o dinheiro gasto na compra.

3 РInterceptação de mercadorias

A fraude de interceptação geralmente ocorre de duas maneira. A primeira é quando o autor da fraude modifica o endereço de entrega que o comprador original cadastrou no site da loja.

A segunda forma de interceptação ocorre quando o golpista tem acesso à data de entrega e fica na porta do comprador original esperando a mercadoria chegar. Ele, então, assina o pacote alegando que a vítima do golpe não está disponível no momento.

4 – Controle da conta do usu√°rio

Esse é um tipo de fraude em que o golpista tem acesso à conta do usuário do site da loja virtual. Ele, então, digita o login e a senha para acessar o sistema e efetuar as compras. Geralmente, os dados do cartão de crédito já estão salvos na conta da vítima, o que facilita a ação dos criminosos.

Precisa de uma ferramenta simples para controlar a Inadimplencia?

Baixe gratuitamente nossa planilha de controle de inadimplencia e facilite sua vida!

Quero a planilha

Quem pratica esse tipo de golpe costuma modificar o endere√ßo cadastrado para recebimento. Tendo isso em vista, √© importante que a loja fique atenta a essas altera√ß√Ķes e envie uma notifica√ß√£o para os clientes quando isso acontecer, pedindo que eles confirmem que as altera√ß√Ķes est√£o sendo feitas por clientes leg√≠timos.

√Č importante tamb√©m incentivar os usu√°rios a criarem senhas dif√≠ceis e menos √≥bvias.

5 – Pesca de dados (Phishing)

O Phishing é um dos tipos de fraudes no e-commerce mais realizados. Na verdade, trata-se de uma técnica de engenharia social.

Nessa modalidade de golpe, a v√≠tima √© atra√≠da para um site falso de uma loja virtual que ela j√° conhece. Geralmente isso √© feito atrav√©s do envio de um e-mail com alguma oferta ‚Äúimperd√≠vel‚ÄĚ ou ‚Äúexclusiva‚ÄĚ.

A vítima, então, clica no link enviado e é encaminhada para um site muito semelhante ao da loja, porém completamente falso. Lá ela acaba inserindo dados pessoais, de cartão de crédito e senhas.

Com esses dados em m√£os, os criminosos fazem a festa e realizam compras absurdas em nome de outras pessoas.

Saiba mais neste vídeo:

6 – Fraude das p√°ginas clonadas

Nesse tipo de fraude, os hackers conseguem invadir o site da loja durante uma compra. Eles então direcionam o cliente legítimo para uma página falsa sem que ele perceba.

A vítima acaba inserindo seus dados achando que ainda está no site original da loja online. O pagamento acaba indo para a conta dos criminosos e o cliente fica sem o seu pedido.

7 – Fraude de afiliada

Nesta atividade fraudulenta, criam-se cen√°rios irreais para induzir determinados estabelecimentos comerciais a pagarem comiss√Ķes que n√£o s√£o devidas a falsos afiliados que teriam direito a comiss√Ķes sobre vendas.

8 – Botnets

Um software mal intencionado (malware) invade uma rede privada de computadores para roubar dados dos usu√°rios, acessar dispositivos e fazer compras em nome de terceiros.

9 – Teste de cart√£o

Os criminosos usam os sites das lojas virtuais para testar se os cart√Ķes roubados ainda est√£o ativos e se h√° limite dispon√≠vel. Os autores tamb√©m utilizam bots para testar n√ļmeros de cart√Ķes aleat√≥rios at√© encontrar um que seja v√°lido.

10 РTriangulação

No esquema de triangulação, o fraudador cria uma loja online e anuncia produtos de alta demanda. Ele coleta os dados das vítimas e os utiliza para comprar produtos em lojas legítimas.

O criminoso, ent√£o, revende esses produtos que ele comprou em nome de outra pessoa.

Esses foram os 10 principais tipos de fraudes no e-commerce. Agora que você já sabe quais são eles, fique atento para evitar ser vítima de um desses golpes.

Confira também: Checkout de pagamento: o que é, como funciona e quanto influencia nas suas vendas?

Veja também estas dicas do e-commerce na prática:

Automatize a emiss√£o de suas notas fiscais e tenha mais controle

Usando um gerenciador de notas fiscais como o NFE.io sua empresa ter√° acesso f√°cil a esses documentos e, em caso de fraude, poder√° consult√°‚Äďlos rapidamente.

Além disso, o NFE.io tem diversas outras vantagens:

  • Guarda suas notas em local seguro na nuvem automaticamente;
  • Gr√°ficos e estat√≠sticas dispon√≠veis em um dashboard;
  • Voc√™ pode usar mais de uma empresa em sua conta, o que permite at√© usar o modo de revenda;
  • C√°lculo autom√°tico dos impostos;
  • Os arquivos XML e HTML s√£o gerados e enviados aos clientes por e-mail;
  • Reenvio de notas autom√°tico caso o site da prefeitura esteja fora do ar;
  • Voc√™ pode emitir notas fiscais de v√°rios CNPJs para diferentes munic√≠pios sem sair do sistema.

Além disso, você tem desconto na emissão do certificado digital, saiba mais: Certificado digital vale a pena? Custos e vantagens ajudam nessa decisão


Quer receber mais conte√ļdo de gra√ßa?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu coment√°rio abaixo. O seu e-mail n√£o ser√° divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Est√° cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x