Como vender software para empresas pela internet? Confira 11 dicas infalíveis!

Tempo de leitura: 10 minutos

Está com um programa incrível nas mãos, mas não sabe como vender software para empresas pela internet? Essa é uma dúvida bastante comum aos empreendedores desse setor.

Inclusive, esse é um mercado que oferece diversas possibilidades de atuação.

Uma delas é o SaaS, Software as a Service. Soluções como essa permitem o aproveitamento da internet para comercializar sistemas mediante o pagamento mensal de uma taxa.

Com a possibilidade de empreender totalmente on-line ou com baixa necessidade de atuação presencial — ou seja, sem precisar de um local físico de vendas, por exemplo — trabalhar dessa forma é uma opção bastante atrativa.

No entanto, é bem importante lembrar que ter um sistema extraordinário e com excelentes funções não é garantia de sucesso.

Para se dar bem nesse segmento é fundamental que você saiba como vender o seu produto.

Pensando nisso, separamos as principais dicas de como vender software para empresas pela internet.

Confira e descubra agora quais são as principais estratégias comerciais você precisa adotar para o seu negócio.

Está cansado de emitir nota fiscal uma a uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

Quer se livrar destas tarefas?
Resolva em 4 passos simples!
Quero otimizar meu tempo

11 dicas de como vender software para empresas pela internet

1. Conheça bem o seu produto

A dica básica de como vender software para empresas pela internet é conhecer detalhadamente o seu produto.

Já pensou chegar na frente do cliente e não saber explicar as funcionalidades do sistema?

Portanto, se prepare e estude bem o seu software para saber todos os detalhes sobre suas funções, custos e vantagens.

Assim, fica mais fácil convencer o potencial comprador e contornar eventuais situações em que o cliente se mostra mais resistente para fechar o negócio.

2. Pesquise sobre os seus concorrentes

O mercado de software tem crescido bastante nos últimos anos. Por isso, por mais incrível que o seu produto seja, é bem provável que haja outro semelhante disponível no mercado.

Nesse sentido, é fundamental que você conheça bem os seus concorrentes para que possa criar estratégias de diferenciação e ter bons argumentos na hora da venda.

3. Identifique o seu público-alvo

Para que tipo de empresa pretende vender o seu software? Em que mercado ela atua? Ela é de pequeno, médio ou grande porte? Quais as dores e necessidades desse negócio? Quem decide a compra?

Ao se fazer essas e outras perguntas, você consegue compreender melhor o perfil do seu potencial cliente e, a partir disso, decidir qual abordagem é mais adequada e quais argumentos de venda surtirão mais efeito.

4. Utilize o marketing de conteúdo

Ainda que tenha todas essas informações disponíveis, para saber como vender software para empresas pela internet é fundamental saber quais estratégias fazem parte do mundo on-line e quais trazem mais resultados.

Aqui, estamos falando sobre marketing digital.

O primeiro passo dessa estratégia é saber que toda a base desse tipo de marketing passa pela identificação do seu consumidor ideal.

Afinal, é por meio dessa análise que você compreende, entre outras coisas, os hábitos de consumo dos seus clientes em potencial.

E isso pode se traduzir em um esforço constante em atrair esses usuários até o seu site, blog ou redes sociais.

Uma forma de fazer isso é criando conteúdos otimizados com as palavras-chave mais pesquisados do seu segmento.

Com o tempo, mais usuários serão atraídos até as suas páginas e, dependendo do valor que os conteúdos ofereçam a eles durante a leitura, mais vão associar a sua marca como uma autoridade no assunto.

Veja alguns exemplos de materiais utilizados para atrair novos clientes até você:

  • blog posts;
  • produção de conteúdo nas redes sociais, especialmente explorando aquelas que o seu público mais utiliza;
  • vídeos;
  • webinars;
  • infográficos etc.

O objetivo com esses recursos é criar conteúdos que solucionem as principais dúvidas do consumidor e ajudem a despertar, reter e atrair os mais interessados em suas soluções.

Uma abordagem que pode ser aplicada dentro do marketing de conteúdo é incluir em seu blog e site formulários para que seu potencial cliente preencha com dados. Em troca, você oferece materiais mais ricos e completos.

Dessa forma, você obtém informações para criar uma lista de leads e trabalhar para torná-los clientes da sua empresa.

5. Use sistemas de automação de marketing

Com relação a esses conteúdos, existem soluções que analisam como os seus potenciais clientes estão interagindo com eles, quais posts leram, se assinaram sua newsletter, baixaram um infográfico etc.

A partir desses parâmetros, você pode criar automações e enviar novos conteúdos customizados, via e-mail marketing, impactando cada segmento de clientes com a mensagem mais adequada.

A grande sacada é que essas ferramentas de automação permitem que você se concentre no aspecto estratégico de suas campanhas, enquanto eles direcionam automaticamente as suas principais postagens aos leads qualificados.

No final das contas, saber como vender software para empresas pela internet é um conhecimento que se acumula em diversas ações integradas, e não apenas em uma.

6. Utilize os recursos de anúncios no Google

Outra solução prática e ágil de como vender software para empresas pela internet é utilizando os canais de publicidade paga do Google.

Por meio dessa plataforma, você consegue segmentar e direcionar ainda mais os conteúdos produzidos, o que facilita a visualização de suas postagens. Consequentemente, mais interessados em suas soluções vão conhecer o que a sua empresa tem a oferecer.

Ainda que demande investimento e atenção, é uma estratégia que vale a pena ser considerada.

Confira também: Saiba como escolher entre meios de pagamento on-line mais usados

7. Ofereça “degustações“ dos seus produtos

O free trial, ou teste grátis, é uma estratégia inteligente para conquistar o cliente. Isso porque, durante a degustação do seu software, é possível experimentar as funcionalidades do produto antes de realizar a compra.

Isso vai ajudar o possível cliente a decidir se vale a pena, ou não, adquirir para a empresa dele o software que está oferecendo.

É interessante também que você faça tutoriais e chats on-line para esclarecer quaisquer dúvidas em relação ao uso da sua solução, contribuindo para a experiência positiva do cliente com o seu produto.

Aqui, vale lembrar que cada usuário se encontra em um momento diferente de sua jornada de compra.

No entanto, dos curiosos ainda incertos sobre a solução para o seu problema, àqueles que já estão em negociação com você, existe algo em comum: o apreço por um período de  degustação gratuita.

8. Tenha jogo de cintura

Atraiu o cliente e conseguiu agendar uma reunião para apresentar melhor seu software? Parabéns! Mas quando chegar a esse estágio da venda lembre-se de ter jogo de cintura e usar algumas técnicas.

Para começar, durante a reunião com o cliente você provavelmente não terá muito tempo para apresentar o seu software. Por isso, procure ir direto ao ponto, com clareza e objetividade nos argumentos.

Não se restrinja a funcionalidades gerais do sistema e mostre os benefícios que o seu sistema pode trazer para aquela empresa em especial. Ou seja, personalize sua apresentação para aquele cliente.

Além disso, esteja pronto para contra-argumentar. Nessa conversa é possível (e esperado) que o potencial cliente faça objeções ao seu produto.

Mas se você seguiu a nossa primeira dica, terá as respostas certas para cada questionamento.

Uma forma de facilitar esse momento é fazendo uma lista com as principais perguntas que acredita que o possível cliente possa fazer. Assim, quando chegar a hora de apresentar, saberá rapidamente o que responder.

9. Ofereça a possibilidade de personalizar suas soluções

Outra estratégia que pode ajudar a vender mais é permitir a personalização de suas soluções.

Se você quer saber como vender software para empresas pela internet é bem importante ter em mente que sistemas personalizáveis cativam o consumidor mais facilmente.

Isso porque, ainda que o seu produto não esteja completamente alinhado com as necessidades daquele consumidor em especial, é possível mostrar que seu software é flexível e fácil de adaptar à qualquer necessidade.

Para tornar o conceito ainda mais claro, evidencie essas facilidades em seu site ou postagens, bem como no momento em que estiver apresentando seu produto diretamente ao cliente.

10. Não subestime as pequenas empresas

O sonho de muito desenvolvedores que querem saber como vender software para empresas pela internet é fechar negócio com grandes empresas.

Mas se depois de todas essas estratégias quem entrou em contato com você foi uma empresa de pequeno ou médio porte, não as subestime!

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), esses tipos de negócios respondem por cerca de 27% do Produto Interno Bruto brasileiro.

O Sebrae estima também que, na próxima década, os micro e pequenos negócios chegarão a quase R$ 600 bilhões em valores de produção.

Portanto, na hora de vender o seu software, coloque as médias e pequenas empresas no seu radar.

11.  Não abandone o seu cliente

E quando todas essas dicas de como vender software para empresas pela internet derem certo e você concluir suas vendas, mostre para o seu cliente que está à disposição para o que ele precisar, indo desde a instalação do software até possíveis manutenções.

Mantenha contato com o comprador para saber o que ele está achando da experiência com o sistema, se há alguma dúvida ou sugestões para futuras atualizações.

Ou seja, jamais abandone o relacionamento com o cliente no pós-venda. Isso pode lhe gerar novos negócios com esse cliente, bem como a indicação de novos contatos para potenciais vendas.

Leia também: Entenda o que é um marketplace e como vender por ele

Quer mais dicas de como vender software para empresas? Então confira este vídeo

Dica extra: como emitir as notas fiscais após fechar suas vendas de software?

Uma pergunta: quando começar a vender seus softwares para empresas pela internet, já sabe como vai administrar a emissão de suas notas fiscais?

Sim, é bastante indicado que você pense nisso logo no começo de suas atividades.

Por isso, nossa dica extra é que você use um gerenciador de notas fiscais, como o da NFe.io.

Com essa plataforma a tarefa de emitir notas fiscais fica muito mais rápida e ágil, permitindo que você e sua equipe se dediquem a outras atividades mais produtivas e lucrativas.

Além disso, entre várias outras vantagens, o cálculo dos impostos é feito automaticamente e a conexão com as prefeituras é direta.

Leia o artigo “Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io” e descubra tudo sobre essa solução!

Quer receber todas as notas fiscais emitidas contra seu CNPJ?

Nosso sistema busca nacionalmente todas as notas fiscais emitidas contra o seu CNPJ!

Receba suas NF-es automaticamente!
Use apenas o seu certificado digital
Teste agora


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x