Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

As 5 principais ferramentas para gestão de estoque que você precisa conhecer

Confira as 5 principais ferramentas para gestão de estoque e saiba como elas podem ajudar a gerenciar suas mercadorias com maior eficiência.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Dificilmente uma empresa será bem-sucedida se não souber fazer um gerenciamento eficiente de seu estoque. Por isso, é extremamente importante controlar o ir e vir de mercadorias a fim de minimizar as perdas e maximizar os ganhos.

Se você deseja permanecer lucrativo e competitivo, é necessário conhecer e usar o máximo possível de técnicas, estratégias e ferramentas para gestão de estoque. Afinal, elas economizam custos e potencializam os lucros.

Para ajudá-lo a melhorar suas operações comerciais, listamos algumas das principais ferramentas para gestão de estoque que você precisa conhecer e implementar na sua empresa.

Leia tambèm: O que é gestão de estoque e porque ela é importante para os resultados da sua empresa

5 ferramentas para gestão de estoque

1 – Estoques Mínimos de Segurança

O Estoque Mínimo de Segurança é o nível de estoque que uma empresa mantém para evitar a situação de carência. É o nível em que colocamos o novo pedido antes que o estoque existente termine.

Por exemplo: suponhamos que o estoque total de determinado produto da sua empresa seja de 18.000 unidades. Você faz um novo pedido, normalmente, quando este número atingir 15.000 unidades. Ou seja, se a cada 3.000 unidades você faz um novo pedido de reposição. Assim, este então será o nível mínimo de estoque de segurança.

2 – Dropshipping

O dropshipping é quase um cenário ideal de uma perspectiva de gerenciamento de estoque. Em vez de ter que transportar as mercadorias e enviar os produtos você mesmo, o fabricante ou atacadista cuida disso para você.

Basicamente, você remove completamente o gerenciamento de estoque da sua empresa. Ele é muito usado no controle de estoque para e-commerce.

Muitos atacadistas e fabricantes anunciam o dropshipping como um serviço. Mas mesmo que seu fornecedor não o faça, ele ainda pode ser uma opção. Não tenha medo de perguntar.

Embora os custos dos produtos possam custar mais desse modo do que em pedidos em massa, você não precisará se preocupar com despesas relacionadas à manutenção de estoque e armazenamento.

Ou seja, no dropshipping, seus fornecedores – atacadistas ou fabricantes – produzem os produtos, os armazenam e enviam aos seus clientes para você.

O processo é simples:

  • Você recebe um pedido
  • Encaminha o pedido ao seu fornecedor
  • Seu fornecedor processa e entrega o pedido

Este post também pode interessar a você: 5 dicas para fazer uma boa logística para e-commerce

3 – Análise ABC

A análise ABC é uma das ferramenta para gestão de estoque que tem como objetivo classificar e agrupar os diferentes itens em três categorias. Isso é feito de acordo com o grau de importância de cada grupo (nos quesitos venda e o custo de manutenção) para o desempenho do negócio.

  • Grupo A: Produtos de alto valor com baixa frequência de vendas
  • Grupo B: Produtos de valor moderado com uma frequência moderada de vendas
  • Grupo C: Produtos de baixo valor com alta frequência de vendas

A análise ABC apresenta uma série de vantagens, como:

  • Diminuição de custos com compras desnecessárias;
  • redução dos custos de capital de giro;
  • redução da obsolescência do estoque;
  • otimização da taxa de rotatividade dos produtos;
  • Melhor proteção ao patrimônio.

A análise de Pareto é um conceito semelhante, que pode ser usado tanto na gestão de estoques como em outras áreas da empresa. Saiba mais sobre ele neste vídeo da Siteware:

4 – Gerenciamento Just In Time

No Gerenciamento Just In Time, faz-se apenas o que é necessário, quando necessário e na quantidade necessária.

Em vez de manter uma “reserva” de mercadoria no estoque (como é feito na maioria dos casos), o método JIT procura estabelecer é um sistema de “estoque zero”. Assim, se fabricam mercadorias “sob encomenda”.

Quando bem executado, o gerenciamento Just In Time pode ajudar a empresa a reduzir custos de manutenção e o risco de obsolescência do estoque. Mas, quando feito de maneira equivocada, essa metodologia pode acarretar prejuízos, como:

  • perda de oportunidades de venda;
  • insatisfação de clientes;
  • diminuição de credibilidade no mercado.

Portanto, apesar de ser uma das mais eficientes ferramentas para gestão de estoque, para que o JIT funcione da melhor maneira possível, é necessário contar com bons fornecedores. Eles devem ser capazes de receber, processar e entregar os pedidos com agilidade para caso surja uma boa oportunidade de negócio.

5 – PEPS e UEPS

O PEPS e o UEPS são métodos muito usados na gestão de estoque.

  • No PEPS (primeiro a entrar, primeiro a sair), os primeiros itens a entrarem no estoque devem ser os primeiros a sair – o que significa que o estoque mais antigo é vendido primeiro.
  • No UEPS (último a entrar, primeiro a sair), os últimos itens a entrarem no estoque deverão ser os primeiros que sair – o que significa que significa que o estoque mais novo é vendido primeiro.

Se você lida com gerenciamento de estoques de alimentos ou trabalha com itens perecíveis, é mais aconselhável que você utilize o método PEPS.

Já o UEPS é um ótimo método para estoques que giram rapidamente, com produtos homogêneos não perecíveis, sem data de vencimento.

Essas foram as 5 principais ferramentas para gestão de estoque. Agora é só você escolher aquela (ou aquelas) que mais combina com o seu modelo de negócio.

Quer mais algumas dicas de gestão de estoques? Então, confira este vídeo do SEBRAE:

Saiba mais: Dicas de controle de estoque: confira 7 e veja a importância dessa prática para os negócios

Automatize a gestão de notas fiscais e fique de olho nas entradas e saídas de estoque

Ao automatizar a gestão de notas fiscais com um software como o NFe.i você tem acesso a um painel de controle com todas as suas emissões de notas fiscais.

Além disso, vov^econta com:

  • Cálculo dos impostos automatizado;
  • Emissão automática das notas fiscais;
  • Geração dos arquivos XML e HTML e envio por e-mail aos clientes;
  • Consultas automatizadas de CPF e de  CNPJ.

Veja também: Como comprar seu certificado digital com desconto

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 1