Conheça os cálculos por trás de exemplos de planejamento tributário

Tempo de leitura: 7 minutos

Você já pensou em colocar o planejamento tributário como uma prioridade para sua empresa?

Além de simplificar o entendimento e o pagamento de impostos do seu negócio, a ação pode reduzir custos importantes.

Veja abaixo alguns exemplos de planejamento tributário que separamos para você!

Est√° cansado de emitir suas notas fiscais uma por uma?

Na NFE.io √© poss√≠vel se livrar dessas tarefas repetitivas atrav√©s de integra√ß√Ķes com meios de pagamento, plugins, planilha do excel ou conectando diretamente com a nossa API.

Quero otimizar meu tempo

Exemplos de planejamento tribut√°rio

Viemos falando sobre planejamento tributário aqui no blog algumas vezes. Já separamos as 10 dicas de planejamento tributário para você se preparar, os 3 tipos de planejamento tributário possíveis e até mesmo como fazer.

Mas agora é hora de te dar exemplos de planejamento tributário reais e que funcionam para as empresas.

Primeiramente, √© importante saber que todo planejamento tribut√°rio come√ßa com simula√ß√Ķes. Elas te fazem entender melhor sobre os impostos em diferentes regimes tribut√°rios ‚Äď seja pelo Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido.

Assim, dependendo das compara√ß√Ķes e os valores finais, voc√™ pode optar por uma alternativa ou outra.

Que tal irmos para os c√°lculos na pr√°tica? Os exemplos de planejamento tribut√°rio a seguir mostram como esse processo se inicia.

Lucro Presumido

Vamos supor que a sua empresa quer iniciar o ano optando pelo Lucro Presumido como regime tribut√°rio.

Como sabemos, existem al√≠quotas definidas para calcular o Imposto de Renda para Pessoas Jur√≠dicas (IRPJ) e a Contribui√ß√£o Social sobre o Lucro L√≠quido (CSLL) ‚Äď dois tributos obrigat√≥rios e, geralmente, de maior peso para a empresa.

O IRPJ cobra 15% sobre o lucro da companhia e 10% sobre o adicional ‚Äď nos casos em que ultrapassa R$ 20.000 mensais. J√° a CSLL tem al√≠quota de 9% sobre o lucro/a base de c√°lculo.

Exemplo:

  • A receita da sua empresa no trimestre foi de R$ 5 milh√Ķes (5.000.000).
  • A despesa no per√≠odo foi de R$ 3 milh√Ķes (3.000.000).
  • Por ser uma prestadora de servi√ßos, sua base de c√°lculo deve multiplicar o faturamento do per√≠odo com 32%.

Ou seja:

Baixe Gratuitamente: Planilha de Controle Financeiro

Tenha um controle maior do financeiro da sua empresa com essa planilha gratuita da NFE.io! Com ela você poderá registrar entradas e saídas, gerenciar os recebimentos e pagamentos recorrentes e ter previsibilidade financeira de todo o seu ano!

Quero a planilha

5.000.000 x 32% = R$ 1.600.000 (base de c√°lculo)

O c√°lculo do IRPJ seria:

  • 1.600.000 x 15% = R$ 240.000
  • 1.600.000 ‚Äď 60.000 x 10% = R$ 154.000 (de adicional)
  • Total do IRPJ: R$ 394.000

Importante destacar que esses 60.000 mencionados s√£o referentes ao valor que ultrapassa os R$ 20 mil permitidos por m√™s. Como a conta √© referente ao trimestre, multiplicamos 20.000 por 3, chegando a este n√ļmero de adicional de 10%.

Com a CSLL, a conta seria:

1.600.000 x 9% = R$ 144.000

Considerando o IRPJ e a CSLL, sua empresa teria a pagar, pelo Lucro Presumido, um gasto de R$ 538 mil (538.000) no trimestre.

Lucro Real

Mesmo caso você tenha o mesmo faturamento e despesas no Lucro Real, as contas já seriam diferentes.

Primeiramente, você precisaria subtrair as despesas das receitas e chegar à base de cálculo de acordo com a legislação e o lucro registrado.

Supondo que R$ 120 mil foram despesas com recibos e R$ 80 mil com receitas n√£o tribut√°veis, para chegar ao resultado tribut√°vel a conta seria de:

5.000.000 (Receitas) ‚Äď 3.200.000 (despesas) + 120.000 (supondo que foram as adi√ß√Ķes, despesas com recibos) ‚Äď 80.000 (as receitas n√£o tribut√°veis, que devem ser exclu√≠das) = R$ 1.840.000

Voc√™ fez as dedu√ß√Ķes e chegou √† base de 1.840.000. As contas para os impostos seriam:

IRPJ

  • 1.840.000 x 15% = R$ 276.000
  • 1.840.000 – 60.000 x 10% = R$ 178.000 (de adicional)
  • Total do IRPJ = R$ 454.000
  • E com a CSLL:
  • 1.840.000 x 9% = R$ 165.600

Considerando o IRPJ e a CSLL, sua empresa teria a pagar, pelo Lucro Real, um gasto de R$ 619,6 mil (619.600) no trimestre.

Neste comparativo, você pode ver que, dependendo do regime tributário escolhido, poderia pagar a mais (ou a menos, no caso do Lucro Presumido) cerca de R$ 80 mil.

Quest√Ķes importantes do planejamento tribut√°rio

Quem se prop√Ķes afazer a gest√£o empresarial n√£o pode esquecer do planejamento tribut√°rio.

Para isso, voc√™ deve levar em considera√ß√£o alguns fatores importantes. Afinal, dependendo do cen√°rio da empresa, o segmento e mercado em que est√° inserida, ou seja, as perspectivas deste mercado, os n√ļmeros podem mudar ou ser mais interessantes em uma ou outra op√ß√£o.

A economia com o planejamento tribut√°rio depende do estudo detalhado sobre a empresa, o que inclui todos os impostos que podem incidir sobre ela, seja ISS, ICMS, PIS ou COFINS.

Ainda sobre exemplos de planejamento tribut√°rio

O planejamento tributário pode fazer com que a empresa economize com uma estratégia operacional, por exemplo, conforme foi explicado no portal WebArtigos.

Imagine o seguinte cenário: uma empresa no Lucro Real gasta com folha de pagamentos de pessoas que têm atividades não ligadas à operação um total de R$ 200 mil.

O lucro apurado no período foi de R$ 1.000.000 e o faturamento ainda R$ 5.000.000. Com despesas operacionais e custos, o valor foi de R$ 4.000.000.

IRPJ
  • 1.000.000 x 15% = R$ 150.000
  • 1.000.000 ‚Äď 60.000 x 10% = R$ 94.000 (de adicional)
  • CSLL = 1.000.000 x 9% = R$ 90.000
  • Total com os dois tributos = R$ 334.000

Neste caso, uma ação de planejamento tributário que poderia reduzir o valor gasto com impostos seria, por exemplo, constituir uma holding para prestar serviços à empresa.

Essa holding poderia incluir aqueles funcion√°rios que exerciam as fun√ß√Ķes n√£o operacionais da empresa, s√≥ que nessa outra opera√ß√£o. Com um planejamento tribut√°rio, voc√™ poderia enquadr√°-la no Lucro Presumido para diminuir custos. A al√≠quota, aqui, seria de 8% sobre o faturamento.

Mesmo que com essa ‚Äútroca‚ÄĚ, essa mudan√ßa de estrat√©gia, o faturamento permaneceria igual ao lucro da empresa. Mas deve ser enviado para a holding por meio de uma nota fiscal de servi√ßo.

Se antes as despesas operacionais e custos eram de R$ 4 milh√Ķes, o valor poderia, nessa nova configura√ß√£o, ser diminu√≠do em R$ 200 mil pela transfer√™ncia desses funcion√°rios para a holding.

Ao mesmo tempo, o lucro desta seria de R$ 1.200.000 em função da despesa a mais pela prestação de serviço.

A conta para essa nova holding seria de:
  • IRPJ: 15% sobre 8% de R$ 1.200.000 = R$ 14.400
  • CSLL: 9% sobre 8% de R$ 1.200.000 = R$ 8.640
  • ISS: 5% sobre faturamento = R$ 60.000
  • PIS e COFINS: 3,65% sobre faturamento = R$ 43.800
  • Total de impostos com a holding = R$ 126.840

O total de impostos, neste caso, gerou uma economia de mais de R$ 207 mil. Assim, se subtrairmos os 334.000 pelos 126.840.

Portanto, a ação, aqui, foi criar uma holding operacional. Com isso, de mais de 6% do total de tributos sobre o faturamento, o valor baixou para cerca de 4%.

Quer mais algumas dicas rápidas de planejamento tributário? Então, confira este vídeo do escritório Giugliani Advogados:

Faça um planejamento tributário!

Existem in√ļmeros exemplos de planejamento tribut√°rio que podem ser feitos de forma personalizada para sua empresa.

Esta é uma opção legal (perante à Lei) para você reduzir custos com altas cargas tributárias.

Nada de sonega√ß√£o fiscal! Segundo o portal¬†Quanto Custa o Brasil, o Brasil perdeu mais de R$ 330 bilh√Ķes com sonega√ß√£o apenas no ano de 2018. Fa√ßa diferente.

Afinal, voc√™ pode diminuir custos e ainda assim deixar todas as suas obriga√ß√Ķes tribut√°rias em dia! Basta ter calma para analisar, colocar as contas no papel e, claro, contar com sistemas e profissionais especializados no assunto!

Um software de gerenciamento de notas fiscais pode ajudar

Automatize o cálculo, emissão, geração de arquivos HTML e XML e o envio por e-mail para seus clientes de suas notas fiscais e, assim, facilite a gestão tributária de seu negócio.

Para isso, use um software como NFE.io que, entre outras vantagens, proporciona:

Veja tamb√©m:¬†Gerenciador de nota fiscal eletr√īnica: conhe√ßa o NFE.io


Quer receber mais conte√ļdo de gra√ßa?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu coment√°rio abaixo. O seu e-mail n√£o ser√° divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Est√° cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x