Exemplos de indicadores de desempenho financeiro que vão ajudar a tocar sua empresa

Tempo de leitura: 11 minutos

indicadores de desempenho financeiro são usados para medir a eficiência de processos. São números que ajudam os gestores de um negócio a verificar se as atividades da empresa estão indo conforme o planejado.

Caso não estejam, esses indicadores ajudam a definir o que deve ser mudado, auxiliando nas decisões estratégicas, táticas e operacionais do negócio.

Indicadores de desempenho financeiro têm a mesma função, só que estão relacionados, evidentemente, com a gestão dos recurso da empresa e a melhor maneira de aplicá-los.

Neste post, você vai conhecer estes exemplos de indicadores de desempenho financeiro e como eles podem te ajudar a definir os melhores rumos para o seu negócio:

  1. Participação de Capitais de Terceiros sobre Recursos Totais
  2. Quociente de Garantia do Capital Próprio ao Capital de Terceiros
  3. Composição do Endividamento
  4. Índice de Liquidez Corrente
  5. Prazo Médio de Recebimento de Vendas (PMRV)
  6. Prazo Médio de Pagamento de Compras (PMPC)
  7. Fluxo de Caixa Operacional (FCO)
  8. Margem Bruta
  9. Margem Líquida
  10. Taxa de Retorno sobre o Investimento (TRI)
  11. Retorno sobre o Investimento (ROI)
  12. Índice de Lucratividade
  13. Índice de Rentabilidade
  14. Valor Presente Líquido (VPL)
  15. Índice Benefício/Custo (IBC)
  16. Capital de Giro Líquido (CGL)

Veja também: Estratégias de gestão para superar dificuldades financeiras das empresas

Conhece as Métricas para Saas?

Baixe a planilha Grátis de metricas para Saas, debloqueie o potencial de crescimento de sua empresa

É grátis! Só baixar
Conheca e controle as métricas Saas
Preciso dessa planilha

16 exemplos de indicadores de desempenho financeiro

Selecionamos exemplo de indicadores financeiros abrangendo três das mais importantes áreas que você deve ficar atento ao gerenciar as finanças de seu negócio: Índices de Endividamento, Índices de Atividade e Índices de Rentabilidade e Lucratividade.

Antes de conferir em detalhes cada um dos indicadores, dê uma olhada neste resumo com as fórmulas:’

indicadores de desempenho financeiro

Índices de Endividamento

Através desses índices verificamos a quantidade e a qualidade das dívidas da empresa.

Por quantidade entende-se o quanto do capital da empresa é financiado por terceiros. Por qualidade, nos referimos ao tempo que a empresa dispõem para quitar esse recursos.

Normalmente as dívidas a longo prazo são melhores, porque diante de eventualidades a empresa tem mais tempo para saldar esses compromissos.

Alguns dos principais exemplos de indicadores de desempenho financeiro para mensurar o endividamento do seu negócio são:

1- Participação de Capitais de Terceiros sobre Recursos Totais

Índice quantitativo, que pode ser calculado através da seguinte fórmula:

Capital de Terceiros / Capital de Terceiros + Capital Próprio

Com ele, você saberá o quanto sua empresa está usando de empréstimos e outras formas de financiamentos para tocar o negócio. O valor ideal depende muito de um ramo para outro.

2- Quociente de Garantia do Capital Próprio ao Capital de Terceiros

Este é mais um dos exemplos de indicadores de desempenho financeiro que é utilizado para se aferir o quanto existe de capital próprio para garantir o capital de terceiros existentes no seu empreendimento.

É fórmula é uma divisão simples:

Capital Próprio / Capital de Terceiros

3- Composição do Endividamento

Mede a qualidade do endividamento, ou seja, qual o percentual das dívidas vencerá à curto prazo:

Passivo Circulante / Capital de Terceiros

Quanto mais dívidas vencerem rapidamente, menor a qualidade do seu endividamento.

4- Índice de liquidez corrente

Um dos maiores problemas que uma empresa pode enfrentar é não conseguir pagar suas contas no curto prazo.

Para não ser surpreendido com essa notícia, você deve usar o índice de liquidez corrente.

O cálculo desse índice exige que você conheça 2 importantes elementos de seu balanço patrimonial:

  • Ativo circulante: bens e direitos da empresa em dinheiro, depósitos à vista ou que você pode transformar em dinheiro rapidamente.
  • Passivo circulante: as dívidas e obrigações da empresa que vão vencer em até um ano.

Com essas informações, a fórmula a ser usada é a seguinte:

Ativo circulante / Passivo circulante = Liquidez Corrente

  • Como interpretar o resultado: Se o resultado do índice de liquidez corrente for maior ou igual a 1, significa que a empresa conseguirá pagar suas obrigações. Por outro lado, se o índice for menor que 1, significa que a empresa precisa de mais capital para pagar suas contas.

Índices de Atividade

Alguns dos exemplos de indicadores de desempenho financeiro que ajudam muito nas rotinas da sua empresa são os índices de atividade.

Eles ajudam a entender melhor sua situação financeira em relação ao recebimento de valores e saídas de caixa. Assim, eles podem indicar a situação de seus valores disponíveis no futuro, permitindo fazer previsões de caixa.

5- Prazo Médio de Recebimento de Vendas (PMRV):

Calculado pela fórmula:

(360 dias x Valor Médio das Duplicatas a Receber) / Vendas Brutas Anuais

Mostra em quanto tempo, em média, a empresa recebe de seus cliente os valores referentes às suas vendas.

6- Prazo Médio de Pagamento de Compras (PMPC)

(360 dias x Valor Médio a Pagar a Fornecedores) / Compras Anuais a Prazo

Esses dois índices combinados auxiliam a verificar qual o tempo médio em que a empresa costuma receber suas vendas e qual o prazo médio para pagamento de suas compras.

Essa informação é importante para entender a política de crédito usada pela empresa e como ela está afetando seu caixa.

Caso o prazo médio de recebimento seja maior que o de pagamento, essa situação vais deixar a empresa sem fôlego, principalmente em cenários de inadimplência.

Isso vai obrigá-la a recorrer à captação de capital de giro, o que pode encarecer tornar sua situação financeira ainda mais complicada.

 7- Fluxo de caixa operacional (FCO)

Toda empresa faz vendas de produtos ou serviços para gerar valores que entram em seu caixa.

E o indicador financeiro que mostra qual é o montante dessas entras chama-se  fluxo de caixa operacional (FCO).

É importante notar que não entram nessa cálculo receitas não operacionais, como receitas de aplicações financeiras ou de aluguel de ativos, por exemplo (caso não seja uma empresa de locação, é claro).

Como calcular o fluxo de caixa operacional (FCO): é preciso somar as receitas referentes às operações da empresa e retirar desse valor as despesas.

Existe uma fórmula simplificada:

Receita Operacional – Despesas – Impostos 

8- Margem bruta

Será que os produtos e serviços de sua empresa estão gerando caixa suficiente para seu negócio se manter?

A margem bruta é um indicador criado para analisar se os preços cobrados são adequados para gerar lucro. Isto é: eles precisam cobrir as despesas e custos e ainda deixar sobrar uma parcela para remunerar o negócio.

Ao descobrir qual a porcentagem de seus preços de venda que revertem para o lucro do negócio, você terá uma ferramenta para ajustar seus preços finais.

Confira a fórmula para calcular a margem bruta de um produto ou serviço:

Lucro bruto / Receita total x 100 = Margem Bruta (%)

9. Margem líquida

margem líquida se diferencia da margem bruta porque é calculada em função do lucro líquido da empresa, isto é, também se levam em conta despesas indiretas e impostos.

Assim, a margem líquida mostra quanto efetivamente cada produto contribui para o lucro final do negócio.

A fórmula da margem líquida é semelhante a usada para calcular a margem bruta:

Lucro líquido após os impostos / Receita Total x 100 = Margem líquida (%)

Índices de Rentabilidade e Lucratividade

Os índices de rentabilidade são um exemplo de indicadores financeiros próprios para se compreender o quanto um investimento está trazendo de retorno para a empresa.

Um dos índices mais comuns é a Taxa de Retorno sobre o Investimento (TRI).

10- Taxa de Retorno sobre o Investimento (TRI)

Ela é calculada através da fórmula abaixo:

Lucro líquido / Ativo Total

Esse índice mostra a relação entre o quanto sua empresa está conseguindo fazer de lucro e os ativos totais de seu negócio, tudo o que ele vale.

11- Retorno sobre o Investimento (ROI)

O ROI é um exemplo de indicadores financeiros muito usado também para medir o retorno de projetos ou de ações de marketing da empresa.

Ele é obtido com a seguinte fórmula:

(Ganho Obtido – Valor do Investimento) / Valor do Investimento

Ele demonstra quanto cada real usado nesse projeto ou ação de marketing trouxe de lucro efetivo.

12- Índice de lucratividade

Para achar o índice de lucratividade você deve dividir o lucro líquido pelo montante relativo às vendas e multiplicar por 100, para achar o valor em percentagem.

Conhecer a lucratividade do negócio é fundamental para se saber se a empresa está atingindo os resultados desejados e, se necessário, tomar as medidas corretivas adequadas.

Além disso, você pode comparar seu índice de lucratividade com outras empreses de seu segmento para saber se realmente está sendo tão (ou mais) eficiente que elas.

Veja qual é a fórmula do índice de lucratividade:

Lucro líquido / Receita bruta x 100 = Lucratividade (%)

13- Índice de rentabilidade

Ao contrário do que muitos pensam, o índice de rentabilidade não é um sinônimo do índice de lucratividade.

Na verdade, os conceitos de lucratividade e rentabilidade são diferentes entre si.

Entenda:

  • Lucratividade: o que a empresa aferiu como lucro em relação aos seus ganhos totais.
  • Rentabilidade: valores que a empresa reteve como lucro em relação aos investimentos realizados.

Confira qual é a fórmula para calcular o índice de rentabilidade:

Lucro Líquido / Investimentos x 100 = Rentabilidade (%)

Índices de Risco Financeiro e Viabilidade de Projetos

Outros dos exemplos de indicadores de desempenho financeiro são aqueles quem medem o risco da empresa ter dificuldades de honrar suas obrigações.

Além disso, também são usados para verificar se um determinado projeto ou negócio tem capacidade de gear lucro.

Confira mais alguns exemplos de indicadores financeiros referentes ao risco e à viabilidade de negócio e projetos..

14- Valor Presente Líquido (VPL)

O VPL é um índice que ajuda administradores e investidores a verificarem se suas iniciativas de investimento em negócios ou projetos de uma empresa tem probabilidade de gerar lucro ou se há grande risco de trazer prejuízo.

O valor presente líquido deve ser maior que zero. Ele representa o valor de todas as entradas de valores no projeto, ao longo do tempo, subtraídas as saídas. Tudo isso trazido para o presente, descontada a taxa de juros.

Não existe uma fórmula específica para se calcular o valor presente líquido.

15- Índice Benefício/Custo (IBC)

Neste caso, divide-se o valor total que se acredita será possível ganhar com o projeto pelo valor total que será investido nele ao longo do tempo.

Assim, o IBC deve ser maior que 1 para valer a pena o investimento.

Esta é a fórmula do IBC:

Valor presente do fluxo de benefícios / Valor presente do fluxo de investimentos

16- Capital de Giro Líquido (CGL)

Por fim, chegamos ao último exemplo de indicadores financeiros de nossa lista.

O Capital de Giro Líquido representa o valor que a empresa conta para fazer face às despesas recorrentes mensais, assim como custos.

Quando o capital de giro  se torna muito baixo, a empresa corre riscos de ficar inadimplente. Por isso é tão importante acompanhar de perto o CGL.

Veja qual é a fórmula para calcular o CGL:

Ativo Circulante – Passivo Circulante

Você viu uma série de modelos de indicadores financeiros que você pode usar para a gestão de seu negócio. Mas como fazer a gestão desses indicadores? Afinal, não basta conhecê-los, é preciso usá-los adequadamente.

Por isso, acompanhe este vídeo da Siteware:

Controle financeiro de notas fiscais

Depois de todos esses exemplos de indicadores financeiros empresariais, você deve ter percebido a importância de manter o controle de seu negócio em busca de produtividade.

Uma forma de alcançar ambos os objetivos é utilizando um gerenciador de notas fiscais eletrônicas, como o NFE.io.

Esse software emite automaticamente suas notas fiscais e ainda fornece um painel de controle onde você pode acompanhar diversos indicadores, como seus faturamentos mensais, total de notas emitidas, de notas canceladas e de notas com falhas.

Além de um melhor controle financeiro, um gerenciador de notas fiscais proporciona diversos outros benefícios:

  • Cálculo automático dos impostos: mais agilidade e sem erros
  • Envio dos e-mails com os arquivos XML e HTML
  • Acesso a diversas prefeituras pela mesma interface
  • Emissão de notas de mais de um CNPJ
  • Suas notas fiscais armazenadas com segurança

Além disso, o Nfe.io oferece ainda mais uma vantagem: desconto na emissão do certificado digital.

Veja mais: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFE.io

Nota fiscal emitida em massa via excel?

Na NFE.io você conta com emissão automática de nota fiscal em massa via Excel. O que acha?

Emita muitas NFS-e sem burocracia!
Disponibilizamos para você a alternativa de emitir via excel, de forma simples, rápida e eficiente.
Experimente gratuitamente!


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x