Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Como calcular o custo operacional de uma empresa a partir de 3 dicas infalíveis

Entenda o que é e confira 3 dicas de como calcular o custo operacional de uma empresa para reduzir despesas e obter vantagem competitiva.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Você sabe como calcular o custo operacional de uma empresa?

Esta é uma prática importante para a competitividade do negócio. Isso porque, ao fazer esse cálculo, é possível traçar estratégias para reduzir esses custos e fazer investimentos que possam agregar mais valor ao produto ou serviço oferecido.

Continue a leitura e confira 3 dicas valiosas de como calcular o custo operacional de uma empresa e melhorar resultados.

Leia também: Ideias para reduzir custos nas empresas: 12 dicas que funcionam de verdade + checklist e plano de ação prático

O que é custo operacional?

Antes de falarmos sobre como calcular o custo operacional de uma empresa, vale a pena relembrarmos o que isso significa.

Os custos operacionais são a soma de todas as despesas necessárias para manter a sua empresa funcionando, bem como o custo dos produtos vendidos.

Ou seja, trata-se do valor que você gasta para conseguir oferecer bens e serviços aos seus clientes.

Veja mais: 9 formas de redução de custos em empresa de serviços

Os componentes dos custos operacionais

Os custos operacionais são compostos pelos custos fixos e variáveis.

Custos fixos independem do faturamento da empresa.

  • Aluguel para escritórios;
  • Salários de funcionários;
  • Impostos;
  • Contas de água, luz, internet, telefone.

Já os custos variáveis ​​são as despesas diretamente relacionados à produção e a venda de bens ou serviços.

  • Despesas de marketing;
  • Comissões de vendas;
  • Matéria-prima;
  • Reparo e manutenção.

A fórmula para calcular o custo operacional é bem simples:

  • Custo operacional = Custo de bens vendidos + Despesas operacionais

Dessa forma, quanto mais baixos forem os custos operacionais de uma empresa, mais rentável ela será.

3 dicas de como calcular o custo operacional de uma empresa

Agora que ficou claro o que é o custo operacional, vamos às dicas que você precisa seguir na hora de calculá-lo.

1 – Faça a média de todas as suas despesas

Some todas as suas despesas dos últimos três meses, incluindo custos fixos, variáveis e de produtos. Os investimentos não devem ser incluídos no cálculo.

Em seguida, divida a soma de todas as despesas por três e pronto. Você agora tem uma ideia da média de custos operacionais que o seu negócio precisa bancar para continuar funcionando.

2 – Calcule a participação dos custos operacionais no seu faturamento

De todo o faturamento que você recebe, quanto em média vai diretamente para cobrir os custos operacionais? A intenção é manter essa porcentagem o mais baixo possível.

Para fazer esse cálculo, você só precisa dividir a média das suas despesas operacionais (Dica 1) pelo seu faturamento no último trimestre.

Veja também: Vendas B2C: 5 dicas para impulsionar seu faturamento e melhorar os resultados

3 – Encontre seu break even point

O break even point, ou ponto de equilíbrio, é o faturamento mínimo que você precisa ter para cobrir os seus custos operacionais.

Para saber esse cálculo, é preciso antes saber qual a sua margem de contribuição, que é o faturamento médio subtraído os custos variáveis.

Se, por exemplo, o seu faturamento médio for de R$ 50.000,00 e os seus custos variáveis somarem R$ 12.000,00, a sua margem de contribuição será de R$ 38.000,00.

Depois, você precisa dividir a margem de contribuição pelo faturamento para chegar ao seu valor percentual. Ou seja, R$ 38.000,00 / R$ 50.000,00 = 0,76 (76%)

Com esse valor, podemos chegar ao break even point. Basta dividir os seus custos fixos pelo percentual da margem de contribuição que você acabou de calcular.

Suponhamos que os seus custos fixos somem R$ 15.000,00. Logo, seu ponto de equilíbrio será de R$ 19.736,84.

Ou seja, você precisa fatura, no mínimo, R$ 19.736,84 para conseguir cobrir seus custos operacionais da sua empresa.

Este post também pode interessar a você: Dicas para fazer uma boa gestão de indicadores financeiros

Case Apple

Na figura abaixo, temos a demonstração de resultados da Apple em 2018.

calcular o custo operacional de uma empresa

Fonte: Investopedia

Como podemos observar, a Apple teve uma receita total de US$ 84,310 bilhões (destacado em azul).

O custo total dos produtos vendidos foi de US$ 52,279 bilhões, enquanto as despesas operacionais foram de US$ 8,685 bilhões (destacado em vermelho).

Aplicando a fórmula, temos:

  • Custo operacional = US$ 52,279 bilhões + US$ 8,685 bilhões
  • Custo operacional = US$ 60,964 bilhões

Para saber se a Apple está gerenciando seus custos operacionais de maneira eficaz, é preciso analisá-los periodicamente (geralmente a cada três meses).

Além disso, os investidores podem monitorar as despesas operacionais e o custo das vendas de forma separada a fim de determinar se eles estão aumentando ou diminuindo no decorrer do tempo.

Agora que você já sabe como calcular o custo operacional de uma empresa, que tal fazer esse cálculo no seu negócio?

Reduza custos operacionais automatizando a emissão de notas fiscais

Com um gerenciador de notas fiscais como o NFe.io você perde menos tempo com burocracia e, assim, pode se dedicar a tarefas mais lucrativas.

Além disso, como o cálculo dos impostos são automáticos, não há erros de cálculos. Portanto, menos multas.

Isso sem falar no desconto na emissão do certificado digital. Quer saber mais sobre isso? Então. confira em nosso blog: Como comprar seu certificado digital com desconto 

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.