Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Você sabe como criar um clube de assinaturas?

Estratégia muito eficaz para se aproximar do seu público, veja como criar clube de assinaturas, quanto cobrar e outras dicas.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Você sabe como criar um clube de assinaturas? Melhor: você sabe por que deveria saber como criar um clube de assinaturas e usá-lo como uma de suas principais estratégias de relacionamento com o seu público-alvo?

Neste artigo, nós vamos a fundo nesse popular método de atração e retenção de clientes, que tem como um de seus grandes objetivos a criação de uma demanda recorrente e a rápida entrega de soluções de alto valor percebido para os seus clientes.

Quer saber mais? Então confira conosco como criar um clube de assinaturas!

Veja também: Entenda o que é um marketplace e como vender por ele

O que é um clube de assinaturas?

Embora o seu uso esteja em alta, os clubes de assinaturas são práticas bastante conhecidas no mercado. Os assinantes de revistas e jornais que o digam!

Trata-se, portanto, da mensalidade que os clientes investem para obter serviços e produtos na comodidade do seu lar. Só que, com a agilidade e facilidade de acesso da internet, esse modelo de negócio sofreu algumas inovações mais que bem-vindas.

Hoje, as assinaturas são mais versáteis, flexíveis e personalizáveis. Além de revistas e jornais, podemos receber em casa garrafas de vinho, roupas, suplementos alimentares, filmes, utilizar softwares e aplicativos por determinados períodos… As possibilidades são grandes!

Não à toa, mais empreendedores estão em busca da compreensão de como criar um clube de assinaturas. E, a seguir, já vamos ver por onde começar!

Como criar um clube de assinaturas?

O primeiro passo é, basicamente, identificar o tipo de solução que você tem a oferecer para o seu consumidor com mais comodidade. Claro que isso deve estar intimamente atrelado ao foco principal do seu negócio.

A questão está justamente em avaliar a entrega de valor para o seu público, que é feita por meio de um estudo de mercado, análise de carências do setor, entre outras.

E, em seguida, saber como aliar as suas soluções à demanda identificada. Isto é: saber identificar uma oportunidade no mercado que casa exatamente com os produtos e serviços que você já vende, só que sem ter garantida uma renda fixa mensal.

Por exemplo: uma empresa que vende vinhos pela internet pode identificar uma série de clientes que costuma comprar com mais frequência e, a partir daí, oferecer os pacotes de assinatura sabendo exatamente quanto eles gastam em média por mês e os tipos de vinhos mais desejados.

Quanto cobrar pelo clube de assinatura

Aqui, também deve existir um alinhamento entre o preço que você já cobra pelos seus serviços e produtos, adicionando o valor desse diferencial da entrega em casa de uma seleção de produtos.

Lembre também dos custos adicionais, como:

  • Logística
  • Frete
  • Marketing

Entre outros custos fixos e variáveis que vão fazer parte de sua rotina, assim que aprender como criar um clube de assinaturas e por esta excelente prática de marketing para funcionar.

Vale, portanto, colocar tudo no papel antes de colocar sua ideia em prática.

Comece com serviços básicos

Assim que todo o planejamento estiver esboçado, faça alguns testes iniciais, mas com planos básicos — e em baixa quantidade. Teste o simples e o fácil, para depois partir para o complexo.

Assim, você consegue mensurar melhor a aceitação e interesse do público, bem como ajustar as estratégias com o tempo.

Nesse mercado, é comum iniciar as assinaturas com planos mensais, trimestrais e semestrais, agregando mais descontos e vantagens a quem optar pelas opções mais longas. O importante, aqui, está na objetividade ao expor as vantagens de cada plano. Nada de criar dúvidas na mente do seu cliente.

Entenda o sucesso de quem investiu em clubes de assinaturas

Caso você já tenha ouvido falar no site Wine.com.br, saiba que foi uma das empresas que mais soube entender como criar um clube de assinaturas.  Trata-se de um dos maiores e-commerces de vinho de todo o mundo.

A entrega de valor desse modelo se dá na montagem de kits especiais de produtos — como garrafas importadas e acessórios — para a degustação e apreciação do consumidor que está sempre em busca de novidades.

Serve, também, para o cliente que está dando seus primeiros passos exploratórios no mundo dos vinhos e recebe em casa, todos os meses, as indicações da empresa que eles confiam.

A popularidade é crescente e outras empresas do ramo, como a Evino, já trabalham com esse modelo também. Além de outras lojas físicas e virtuais — dos mais variados portes e segmentos — que já embarcaram nessa frutífera jornada de atração e retenção de clientes.

Veja mais: Você conhece a Iugu e seu Marketplace?

Gostou da ideia de montar um clube de assinaturas?

E na hora de emitir as notas fiscais, como você vai fazer?

Conte com um sistema de gerenciamento de notas fiscais como o NFe.io e ganhe muito mais agilidade e rapidez: ele automatiza a emissão das notas, já faz os cálculos dos impostos, está sempre em contato direto com as prefeituras, gera os arquivos XML e PDF e diversas outras vantagens.

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 2