O que é valuation, por que é importante e como calcular?

Tempo de leitura: 6 minutos

Se você abriu o seu próprio negócio e tem o objetivo de expandi-lo, é essencial saber o que é valuation.

A tradução literal da palavra valuation é avaliação. No caso, o termo se refere à avaliação de uma empresa, a fim de identificar o seu valor de mercado, ou seja, o seu preço justo. 

Porém, é preciso deixar bastante claro que não se trata de mensurar os gastos que o empreendedor teve para montar o negócio, nem as benfeitorias feitas depois.

Está cansado de emitir suas notas fiscais uma por uma?

Na NFE.io é possível se livrar dessas tarefas repetitivas através de integrações com meios de pagamento, plugins, planilha do excel ou conectando diretamente com a nossa API.

Quer entender como funciona?
Converse com a nossa equipe especializada para livrar a sua empresa da burocracia!
Quero otimizar meu tempo

O valuation é uma metodologia que ajuda a estimar o valor intrínseco de uma empresa considerando, para isso, diferentes critérios de avaliação, tais como o fluxo de caixa atual e futuro da companhia.

Além disso, essa forma de avaliação está relacionada ao benefício e à utilidade que o produto e/ou serviço oferecido pela marca oferece aos seus clientes e mercado de atuação.

O valuation para startups é uma análise essencial na busca de investidores. Porém, diferentes modelos de negócios podem utilizá-lo, também com o propósito de conseguir investimentos, ou mesmo de vender a empresa.

Neste artigo, você vai conferir outros detalhes sobre o que é valuation, porque é uma avaliação importante, em quais situações pode ser utilizado, os principais métodos e como calcular.

Por isso, continue a leitura e confira tudo sobre esse tema!

Por que saber o valor de uma empresa é tão importante?

Para respondermos essa pergunta, é preciso reforçar o que é valuation. Como dissemos logo no início deste post, valuation é um método utilizado para identificar o valor (preço) de uma empresa

Por isso, também é comum defini-lo como “avaliação de empresas”, “arbitragem de valor” ou “valoração de empresas”.

O valuation é fundamental quando o negócio vai ser negociado, ou seja, vendido pelo antigo proprietário e comprado por um novo empreendedor.

Essa avaliação ajuda a garantir que o preço negociado nessa transação seja justo, compatível com o porte da companhia, com o seu mercado de atuação, seus resultados e projeções, evitando, assim, que qualquer parte envolvida seja prejudicada.

No caso do valuation para startups, ele favorece a busca por investidores, que conseguem ter uma visão real do potencial da empresa, colaborando para a sua participação.

Sugestão de leitura: “Como evitar erros operacionais: um guia com 5 dicas fundamentais para usar na sua empresa e melhorar o desempenho dos processos

Quais são os principais métodos de valuation?

Além de saber o que é valuation, é bem importante que você saiba também que existem diferentes metodologias que podem ser aplicadas para fazer a avaliação de um negócio.

Conhece as Métricas para SaaS?

Baixe a planilha gratuita de métricas para SaaS e desbloqueie o potencial de crescimento de sua empresa com gráficos simples

Tenha controle sobre o seu faturamento
Desbloqueie o seu conhecimento financeiro a longo prazo
Preciso dessa planilha

Entre os principais estão:

  • método de fluxo de caixa descontado;
  • método de múltiplos mercados;
  • método de capital de risco;
  • método de liquidação de ativos.

Método de fluxo de caixa descontado

Um dos mais conhecidos e utilizados, esse método de valuation tem como base a avaliação do fluxo de caixa da empresa. Para isso, são considerados pontos como as suas receitas, despesas e custos da organização. 

Somado a esses critérios, é preciso estabelecer as taxas de desconto do negócio, percentual que indica a desvalorização do dinheiro que circula em longo prazo.

Por fim, deve ser feita a soma do fluxo de caixa da companhia e subtrair desse valor as taxas de descontos identificadas. O resultado é o valuation do negócio.

Método de múltiplos mercados

Também chamada de avaliação relativa, essa metodologia compara os múltiplos da empresa (divisão do preço atual da ação pelo seu valor patrimonial) com outros de negócios que atuam no mesmo segmento.

Entre os métodos de valuation, esse pode considerar o faturamento da companhia, seu lucro, e outros dados relacionados.

Apesar de ser uma forma relativamente simples de obter o valor de uma empresa, a pessoa responsável pelo seu cálculo precisa ter bom conhecimento do mercado de atuação do negócio.

Método de capital de risco

O método de capital de risco é mais utilizado por investidores, por isso, mais comuns em startups.

Ele permite que quem está interessado em investir em um negócio avalie o possível retorno financeiro que terá. 

Além disso, essa metodologia de avaliação contribui para os investidores verificarem o potencial de lucro da empresa, quanto conseguem resgatar caso retirem suas participações, e até o valor máximo necessário de investimento para conseguirem o retorno esperado.

Dica de leitura: “Indicadores de risco financeiro: 7 opções para orientar as tomadas de decisão do seu negócio

Método de liquidação de ativos

Já o método de liquidação de ativos é indicado quando o empreendedor e os seus sócios, caso tenha, decidem vender a empresa.

Para chegar ao valuation da companhia utilizando essa metodologia, é necessário somar todos os ativos do negócio e subtrair pelos seus passivos.

Nessa conta, devem ser considerados todos os bens materiais que podem ser transformados em dinheiro, tais como equipamentos, maquinários, entre outros.

O objetivo é apresentar ao comprador um valor justo de venda, bem como mostrar quanto pode obter de retorno caso decida comprar a empresa para liquidá-la.

Este vídeo traz mais informações sobre o que é valuation e formas de cálculo que podem lhe ajudar!

 

Como calcular o valuation de um negócio?

Para que, além de saber o que é valuation, você tenha uma ideia mais clara de como fazer o cálculo, vamos usar como exemplo o método de fluxo de caixa descontado.

Assim, você deve começar identificando estes três dados:

  • fluxo de caixa previsto;
  • taxa de desconto com riscos associados de investimento;
  • estimativa de crescimento da empresa.

Para a previsão de fluxo de caixa considere critérios como tipo de produtos vendidos ou serviços prestados, região onde a empresa está localizada, canais de vendas, despesas com marketing, entre outros.

Já para encontrar a taxa de desconto, deve-se considerar o custo de capital utilizado, seja ele próprio do negócio, seja de terceiros, ou ainda, a combinação de ambos.

Quanto à estimativa de crescimento da empresa, a base é a capacidade de aumento do faturamento sem que, para isso, sejam gerados novos custos. Em outras palavras, a capacidade de escalabilidade do negócio.

Por fim, deve-se seguir o que orientamos anteriormente sobre o método de fluxo de caixa descontado, ou seja, somar fluxo de caixa e estimativa de crescimento e subtrair as taxas de desconto.

Ficou claro o que é valuation, a sua importância e como calcular? Esperamos que sim! Porém, há outros pontos em um negócio que também são bem importantes que você conheça.

Por isso, a nossa dica é a leitura do artigo “O que é pró-labore, como funciona e como calcular?”. Confira e aprenda mais sobre tudo o que envolve a sua empresa!

 


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x