Indicadores de risco financeiro: 7 op√ß√Ķes para orientar as tomadas de decis√£o do seu neg√≥cio

Tempo de leitura: 6 minutos

Você já ouviu falar em indicadores de risco financeiro?

Tratam-se de ferramentas muito √ļteis para avaliar todas as incertezas que rondam as atividades financeiras de uma organiza√ß√£o. Assim, esses indicadores mostram as chances de determinado evento se concretizar. Dessa forma, permitindo que o gestor se antecipe e tome iniciativas para evitar tais riscos ou minimizar as consequ√™ncias negativas.

Nas próximas linhas, você vai entender para que servem os indicadores de risco financeiro e, além disso, conferir 7 exemplos para implementar na sua gestão.

Est√° cansado de emitir suas notas fiscais uma por uma?

Na NFE.io √© poss√≠vel se livrar dessas tarefas repetitivas atrav√©s de integra√ß√Ķes com meios de pagamento, plugins, planilha do excel ou conectando diretamente com a nossa API.

Quero otimizar meu tempo

Leias também: Entenda o risco de inadimplência e saiba quais as vantagens de manter as contas em dia

Para que servem os indicadores de risco financeiro?

Como bem adiantamos na nossa introdu√ß√£o, os indicadores de risco financeiro s√£o ferramentas fundamentais para a an√°lise de poss√≠veis consequ√™ncias relacionadas √†s opera√ß√Ķes que envolvem o dinheiro de uma organiza√ß√£o.

Dentre tais opera√ß√Ķes, podemos citar:

  • o gerenciamento do fluxo de caixa,
  • os investimentos de uma empresa,
  • a contrata√ß√£o ou demiss√£o de funcion√°rios,
  • o lan√ßamento de um novo produto,
  • a expans√£o da marca;
  • o direcionamento de recursos em geral.

O principal objetivo dos indicadores de risco financeiro √© dar embasamento para as tomadas de decis√£o, evitando que estas sejam fundamentadas em meros achismos. Assim, evita-se consequ√™ncias indesej√°veis, reduzindo ao m√°ximo o impacto negativo dessas decis√Ķes sobre as finan√ßas da empresa.

Além disso, é por meio desses indicadores que se faz a avaliação das chances de determinado risco se concretizar como consequência de alguma decisão e do impacto disso para o negócio.

Os indicadores de risco financeiro servem também para que a empresa priorize determinadas estratégias em detrimento de outras de acordo com o risco que cada uma delas representa.

Com esses indicadores, é possível verificar se os planos de ação para mitigar ou minimizar os efeitos de tais riscos estão funcionando conforme o esperado ou se há necessidade ajustes.

Que tal, antes de dar uma olhada nos indicadores de riscos financeiros, entender um pouco mais sobre esse tema?

Este artigo pode interessar a voc√™:¬†An√°lise das Demonstra√ß√Ķes Cont√°beis: passo a passo para chegar a um diagn√≥stico completo

7 indicadores de risco financeiro para ficar de olho

Agora que você já sabe para que servem os indicadores de risco financeiro, confira a seguir alguns exemplos que você pode implementar na sua empresa.

1 РValor Presente Líquido (VPL)

O Valor Presente Líquido é um indicador utilizado para medir e avaliar o quão viável um projeto ou um investimento é sob a perspectiva financeira.

Baixe Gratuitamente: Planilha de Controle Financeiro

Tenha um controle maior do financeiro da sua empresa com essa planilha gratuita da NFE.io! Com ela você poderá registrar entradas e saídas, gerenciar os recebimentos e pagamentos recorrentes e ter previsibilidade financeira de todo o seu ano!

Quero a planilha

√Č a partir do VPL que se determina o valor presente de pagamentos a receber subtraindo o custo do investimento inicial.

O ideal é que o VPL seja sempre maior que zero. Caso contrário, este indicador estará mostrando que há um risco considerável de o seu projeto não gerar lucro.

2 – √ćndice Benef√≠cio/Custo (IBC)

Este segundo indicador mede a relação entre o valor investido e o retorno que se espera obter. Se o IBC for menor que 1, recomenda-se não validar o projeto, pois o risco de não haver bons retornos é muito elevado.

3 – Liquidez Corrente (LC)

A Liquidez Corrente indica o quanto a empresa √© capaz de arcar com suas obriga√ß√Ķes financeiras de curto prazo.

A fórmula para calcular este indicador é a seguinte:

  • LC = Ativo Circulante / Passivo Circulante

O ideal é que o resultado seja sempre superior a 1.

4 РCapital de Giro Líquido (CGL)

O Capital de Giro Líquido é a reserva que a empresa tem para custear seu funcionamento e manter o estoque girando.

Quando este indicador de capital de giro está muito baixo, há um risco de a empresa não conseguir dar continuidade às suas atividades.

O cálculo é feito assim:

  • CGL = Ativo Circulante ‚Äď Passivo Circulante.

5 РPrazo Médio de Recebimento (PMR)

O Prazo Médio de Recebimento é um indicador de risco financeiro que mostra, em média, quanto tempo a empresa demora para receber o valor de suas vendas.

O cálculo é o seguinte:

  • PMR = (Duplicatas a Vencer / Vendas) * 360

6 РPrazo Médio de Pagamento (PMP)

Semelhante ao indicador anterior, o Prazo Médio de Pagamento mostra, em média, o tempo que a empresa demora para pagar os produtos adquiridos para o seu estoque.

O cálculo é o seguinte:

  • PMP = (Pagamento dos Fornecedores / Valor das Compras) * 360

7 РParticipação de Capital de Terceiros

Encerrando nossa lista com os principais indicadores de risco financeiro, temos a Participação de Capital de Terceiro.

Este indicador mostra a rela√ß√£o entre o patrim√īnio l√≠quido da empresa e o volume de capital de terceiro que comp√Ķe esse patrim√īnio. A inten√ß√£o √© identificar o qu√£o dependente de recursos externos a empresa √©.

O cálculo é o seguinte:

  • Participa√ß√£o de Capital de Terceiros = (Passivo Circulante + Passivo N√£o Circulante) / Patrim√īnio L√≠quido

Esses foram os 7 principais indicadores de risco financeiro. Mas lembre-se de que a escolha dos indicadores mais adequados deve estar em conson√Ęncia com os objetivos estrat√©gicos da sua empresa.

√Č importante conhecer outros tipos de indicadores financeiros, al√©m dos indicadores de risco, por isso, confira:

Indicadores de risco financeiro

Veja também: Indicadores de desempenho para departamento fiscal: 13 KPIs para se manter em dia com o Fisco e evitar prejuízos

Automatizar a gest√£o de notas fiscais pode diminuir riscos

Ao usar um software de gerenciamento de notas fiscais como o Nfe.io, o risco de emitir notas erradas ou atrasadas diminuiu muito, por isso, adotar essa automatização em seu negócio pode ser muito vantajoso.

Além disso, você conta com diversas outras vantagens:

  • Conta com¬†consultas automatizadas a CPF e a CNPJ;¬†
  • Guarda suas notas fiscais em local seguro na nuvem automaticamente;
  • Tem desconto na emiss√£o do certificado digital;
  • Pode usar um painel de controle intuitivo;
  • Faz o c√°lculo dos impostos automaticamente;
  • Os arquivos XML e HTML s√£o gerados e enviados aos clientes por e-mail;
  • Faz o reenvio de notas autom√°tico, caso o site da prefeitura esteja fora do ar;
  • Voc√™ pode emitir notas fiscais de v√°rios CNPJs para diferentes munic√≠pios sem sair do sistema.

Saiba mais: Gerenciador de nota fiscal eletr√īnica: conhe√ßa o NFE.io


Quer receber mais conte√ļdo de gra√ßa?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu coment√°rio abaixo. O seu e-mail n√£o ser√° divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Est√° cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x