Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

O que é chatbot: Tudo sobre a ferramenta tecnológica que vem conquistando grandes empresas de sucesso

Entendo o que é chatbot, quais os principais benefícios para os negócios, como implementar e 5 exemplos para se inspirar.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

A Inteligência Artificial é uma das principais tendências para os negócios. Dentre suas inúmeras possibilidades de implementação nas organizações, os chatbots vêm ganhando cada vez mais força.

Neste artigo você vai entender melhor o que é chatbot, seus principais benefícios para os negócios, como implementar e 5 exemplos para se inspirar e colocar em prática na sua empresa.

O que é chatbot?

Em linhas gerais, pode-se definir o que é chatbot como um programa de Inteligência Artificial projetado para simular conversas com usuários humanos, especialmente pela Internet.

Trata-se de um  sistema automatizado de comunicação com os usuários, no qual um assistente virtual se comunica conosco através de mensagens de texto ou até mesmo por comando de voz.

Quando projetados corretamente, esses assistentes digitais podem enviar textos, imagens, áudios, links e mensagens em tempo real como respostas às consultas dos usuários.

Dependendo do caso de uso dos chatbots, eles costumam ser usados ​​para encontrar informações sobre os serviços que uma empresa fornece, consultar a disponibilidade de seus produtos, fazer reservas e até mesmo avaliar a experiência do cliente com o serviço que a empresa forneceu.

No entanto, as oportunidades oferecidas pelos sistemas de chatbot vão muito além de dar respostas às perguntas dos clientes. Eles também são usados ​​para outras tarefas de negócios, como coletar informações sobre usuários, ajudar a organizar reuniões e reduzir custos indiretos.

Os chatbots são frequentemente usados ​​em ambiente online e em aplicativos de mensagens, mas também estão agora incluídos em muitos sistemas operacionais como assistentes inteligentes, como o Siri para produtos Apple e o Cortana para Windows. Esses chatbots podem executar uma ampla variedade de funções com base em comandos do usuário.

Quer mais detalhes? Então, confira este vídeo da Nerdologia Tech que revela tudo sobre chatbots:

Quais os tipos de chatbots?

Dependendo de como os bots específicos foram programados, podemos dividi-los em dois grandes grupos: o chatbot simples e o chatbot avançado.

Chatbot simples

Os chatbots simples funcionam com base em palavras-chave pré-escritas que servem como comando de resposta. Cada um desses comandos deve ser escrito pelo desenvolvedor separadamente usando expressões regulares ou outras formas de análise de string. Se o usuário fizer uma pergunta sem usar uma única palavra-chave, o robô não conseguirá entendê-la e, como regra geral, responde com mensagens como “desculpe, não entendi”.

Chatbot avançado

Os chatbots avançados utilizam a Inteligência Artificial para se comunicarem com usuários. Em vez de respostas pré-preparadas, o robô responde com sugestões adequadas sobre o assunto. Além disso, todas as palavras ditas pelos clientes são registradas para processamento posterior.

Leia também: Tendências em gestão empresarial: 6 dicas para você começar a seguir

Quais as vantagens do chatbot para os negócios?

O mercado de chatbot vem crescendo significativamente graças às vantagens que esse recurso tecnológico oferece às empresas.

Os aplicativos da chatbot agilizam as interações entre pessoas e serviços, aprimorando a experiência do cliente. Ao mesmo tempo, oferecem às empresas novas oportunidades para melhorar o processo de engajamento com o seu público e a eficiência operacional, reduzindo o custo de atendimento.

Com os chatbots, é possível se livrar de tarefas repetitivas, como responder a mesma pergunta feita por vários clientes. Isso ajuda a economizar tempo e a relocar a força de trabalho humana em atividades mais importantes para  empresa.

Os chatbots melhoram o atendimento e, consequentemente, a satisfação dos clientes. Isso porque eles são capazes de solucionar determinados problemas e dúvidas com mais agilidade.

Em alguns casos, os chatbots são utilizados também para agilizar processos de compra, sendo necessário que o cliente apenas escreva o que ele deseja para que o robô encaminhe as informações do pedido para o departamento de vendas.

Além disso, as preferências do cliente são armazenadas, o que torna o atendimento cada vez mais personalizado.

Os chatbots também podem ser utilizados internamente por empresas que desejam atualizar e melhorar suas comunicações internas.

Confira abaixa outras grandes vantagens do uso de chatbots:

  • Disponibilidade total;
  • Capacidade de processar grande volume de solicitações;
  • Permite que as empresas conheçam e compreendam melhor seus usuários;
  • Baixos custos de manutenção;
  • Melhoria do atendimento por meio de análise e coleta de dados estratégicos.

Confira em nosso blog: Confira as 8 principais tendências para ecommerce em 2019

Como implementar um chatbot nos negócios?

Agora que você já sabe o que é chatbot e seus principais benefícios, é hora de descobrir os passos básicos que você deverá seguir caso queira implementar essa tecnologia no seu negócio.

Passo 1 – Defina os objetivos

O que seu chatbot deverá fazer? Indique claramente a lista de funções que seu chatbot precisa realizar.

Passo 2 – Escolha um canal para interagir com seus clientes

Aqui você deverá definir onde você acredita que seus clientes vão preferir se comunicar. Pode ser pelo seu site, aplicativo da sua marca, Facebook Messenger, WhatsApp ou outra plataforma de mensagens.

Passo 3 – Escolha o caminho da criação

Você pode escolher criar o seu chatbot personalizado do zero ou construí-lo a partir de plataformas específicas para isso, como Drift, Globalchat e Chatfuel.

Passo 4 – Crie, personalize e lance

Descreva o algoritmo de suas ações, desenvolva um banco de dados de respostas e teste o trabalho do chatbot.

Passo 5 – Estabeleça mecanismos de monitoramento do chatbot

Para monitorar o desempenho do seu chatbot, você precisa escolher uma ferramenta adequada para análise. Dessa forma, é possível ajustar scripts para perguntas complicadas, identificar recursos com altos engajamentos, rastrear informações do usuário e analisar respostas com falha.

Para isso, as ferramentas mais utilizadas são o Botanalytics, o Botmetrics e o Botlytics.

Quer saber como criar um chatbot gratuito? Dê uma olhada neste vídeo da Escola de Negócios Digitais:

5 exemplos de chatbots para se inspirar

1 – Hipmunk

O Hipmunk é uma plataforma que permite que as pessoas pesquisem ofertas de viagens, reservar voos, hotéis, aluguel de carros ou pacotes.

Para ajudar as pessoas a pesquisar e reservar com mais facilidade, o Hipmunk criou seus “Hello chatbots”. Ele usa a localização do visitante para determinar de onde eles estão viajando e, em seguida, enviar ótimas ofertas de viagem a partir desse local.

2 – Duolingo

O Duolingo, popular aplicativo de aprendizado de idiomas, construiu um chatbot nativo em seu aplicativo para ajudar os usuários a aprender habilidades de conversação.

Para combinar várias personalidades e estilos de aprendizagem, Duolingo também criou vários bots de ensino de línguas com personalidades diferentes.

3 – Casas Bahia

O “Bahianinho” é o chatbot das Casas Bahia. O robô ajuda o cliente a selecionar, por categoria, os produtos desejados. Além disso, ele envia ofertas desses produtos e redireciona o cliente para o site da loja.

4 – Itaú

O Alaor é o assistente virtual do Itaú. Ele atua como consultor financeiro, fornecendo aos clientes dicas e informações sobre economia e mercado financeiro através do Facebook Messenger.

5 – Ebay

O ShopBot, assistente inteligente de compras do Ebay, também utiliza o Facebook Messenger para orientar os usuários a encontrarem ou decidirem qual produto comprar.

Gostou de saber o que é chatbot? Agora que você já está por dentro do assunto, que tal estudar a possibilidade de implementar essa tecnologia na sua empresa? Faça isso e obtenha ótimos resultados.

Automatize também a emissão de notas fiscais

Use a transformação digital para automatizar outras tarefas do seu negócio, como a emissão de notas fiscais.

Com o NFe.io o cálculo, a emissão e o enveio dos arquivos XML e HTML para os clientes é automático.

Saiba mais: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.