Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

O que é sistema de gestão integrado e como pode ser decisivo para a produtividade de uma empresa

Entenda definitivamente o que é sistema de gestão integrado, quais suas vantagens e como implantá-lo em sua empresa para garantir maior produtividade. Sistemas de gestão integrada, também chamados de ERP, proporcionam a total integração de seu negócio, trazendo todas as informações que você precisa.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Para alcançar os resultados esperados em uma empresa, contar com uma boa gestão é fundamental.

Por isso, não é à toa que essa área vem ganhando atenção entre as inovações tecnológicas que surgem constantemente no mundo corporativo, impulsionada, principalmente, pela transformação digital.

Assim, todo gestor que quer aumentar a produtividade de sua organização, precisa conseguir utilizar a tecnologia a seu favor para garantir um maior poder competitivo no mercado atual.

E quando o assunto é gestão empresarial, saber o que é sistema de gestão integrado e como implantá-lo, pode ser decisivo para sua empresa.

Sistemas ERP, como são chamados alguns Sistema de Gestão Integrados (SGI), podem trazer uma série de benefícios para o negócio, tornando-o muito mais competitivo.

Confira o que é ERP e diversas outras informações importantes sobre essa tecnologia empresarial nesta postagem.

Confira também: Sistema ERP: vantagens e desvantagens

O que é sistema de gestão integrado?

Mas, afinal, o que é sistema de gestão integrado?

O Sistema de gestão integrado, também conhecido como SGI, é, basicamente, um software que organiza as operações da empresa, tornando possível a execução de tarefas e processos internos.

Dessa forma, seriam identificadas as necessidades de sua organização, deixando mais evidentes as mudanças que precisarão ser realizadas para alcançar os resultados desejados.

E, para entender o que é sistema de gestão integrado, é preciso compreender que essa ferramenta tem como alguns de seus objetivos:

Objetivos do SGI:

Confira este gráfico divulgado pela Computer World que mostra as fatias de mercado de Sistemas Integrados de Gestão ERP “tradicionais”, em função do porte das empresas:

sistema de gestão integrado

O que é Sistema de Gestão Integrado ERP?

Quando falamos sobre o que é sistema de gestão integrado, é praticamente impossível não citarmos o ERP.

O ERP é uma sigla do inglês Enterprise Resource Planning, ou seja, Planejamento de Recursos da Empresa.

É um dos maiores exemplos da importância da influência das inovações tecnológicas sobre a administração de empresas.

Basicamente, o ERP é um software que constitui um dos sistemas de gestão mais utilizados no ambiente empresarial atualmente.

Antes de prosseguirmos, assista a este vídeo que explica sucintamente o que é um sistema ERP:

Como você pode ver no vídeo acima, essa ferramenta é formada, geralmente, por módulos, cuja finalidade principal é integrar as informações das mais variadas áreas de uma organização.

Ou seja, os diversos departamentos de uma empresa irão se comunicar e trocar dados relevantes entre si de maneira muito mais ágil e eficiente, por meio da gestão empresarial com o ERP.

Dessa forma, a gestão é facilitada, já que pode contar com um maior controle sobre processos, reduzir custos operacionais e auxiliar na tomada de decisões.

Assim, compreendido o que é sistema de gestão integrado ERP, que tal conhecer suas vantagens para uma empresa?

Confira também em nosso blog: O que é ERP recorrente e quais empresas precisam dele

Quais as vantagens de um sistema de gestão integrada do tipo ERP?

Agora que você já entendeu o que é sistema de gestão integrado ERP, é muito importante compreender melhor os motivos que fazem essa ferramenta ser tão utilizada pelas empresas.

Podemos observar algumas vantagens ao se utilizar um sistema de gestão integrada, como:

1- Maior qualidade e segurança de informações

Toda gestor precisa estar bem informado para ser capaz de formular uma análise adequada, tanto da situação da empresa, quanto para estimar previsões futuras.

Além disso, os próprios colaboradores necessitam, nos mais variados processos, trocar dados relevantes para concluírem suas tarefas.

Um sistema de gestão integrado, justamente, é capaz de reunir todas as informações relevantes e torná-las acessíveis a todos os colaboradores autorizados a acessá-las.

Dessa forma, garante-se que as pessoas certas sempre irão receber os dados corretos, e tudo  de maneira bastante ágil.

Além disso, com esse compartilhamento facilitado, as informações podem ser atualizadas com maior frequência e evitar erros.

2- Dados centralizados

Ao centralizar os dados em um só lugar, tanto o controle, quanto o compartilhamento e o acesso de informações serão muito facilitados.

Sua empresa não irá mais depender de incontáveis planilhas sendo enviadas de um e-mail a outro, por exemplo.
Além disso, a análise de resultados e do andamento de processos da empresa é muito mais eficiente.

Isso garante uma gestão capaz de deter uma visão muito mais ampla da organização como um todo, estando melhor informada sobre tudo o que acontece nos mais variados processos.

3- Maior rapidez na tomada de decisão

Essa visão mais ampla dos gestores sobre seus negócios garante que eles estejam melhor informados e atualizados sobre tudo o que ocorre na empresa.

Como consequência, as tomadas de decisão tendem a ser muito mais rápidas e acertadas.

4- Redução de custos

Você pode se perguntar: como conhecer o que é sistema de gestão integrado pode influenciar na redução de custos de uma empresa?

As respostas são simples, na verdade.

Ao entender para que serve esse tipo de software, você irá perceber como o seu uso irá fazer com que seus negócios consigam economizar em determinados pontos.

Por exemplo, os processos da empresa irão contar com uma maior rapidez e menores chances de erros na coleta e compartilhamento de dados.

Isso, inevitavelmente, reduz custos operacionais.

Além disso, ao contar com um único sistema utilizado por toda a organização, o custo de manutenção também é reduzido.

5- Maior integração

Como o próprio nome sugere, o sistema de gestão integrado garante uma maior integração na empresa.

Afinal, ao centralizar dados, um ERP consegue fazer com que as informações circulem mais facilmente entre diferentes colaboradores, e, até mesmo, departamentos da empresa.

Assim, a própria comunicação interna da organização irá melhorar.
Isso influencia em um melhor relacionamento entre funcionários, bem como em sua produtividade e na redução de eventuais erros de compartilhamento de dados.

Uma equipe bem integrada, com certeza, é capaz de garantir melhores resultados.

6- Aumento de produtividade

Com tomadas de decisão mais acertadas, gestores bem informados, equipes mais engajadas, além da diminuição de erros e de custos operacionais, a produtividade irá aumentar.

Dessa forma, a empresa estará muito mais preparada para melhorar seus resultados e irá alcançar com maior facilidade as metas estabelecidas por sua gestão.

Você acha que já entendeu plenamente o que é sistema de gestão integrado?

Tem certeza?

Para evitar qualquer dúvida, selecionamos mais este vídeo, com informações bastante didáticas sobre ERP e SGI, acompanhe:

Como usar o SGI em sua empresa?

Agora que você já sabe o que é sistema de gestão integrado e quais as suas vantagens, é importante conhecer um pouco mais sobre como implantá-lo em sua empresa.

O primeiro passo é procurar por um SaaS especializado em sistemas desse tipo.

Na maioria dos  casos, um ERP é fornecido via nuvem, o que torna a ferramenta mais fácil de utilizar, além de tornar mais seguro o armazenamento e o compartilhamento de dados.

Confira este infográfico da Blue Soft comparando o custo de implementação de um ERP SaaS com um On Premisse nos 3 primeiros anos:

sistema de fatão integrada SGI

Veja mais algumas dicas sobre isso em nosso blog: Um ERP SaaS pode ajudar sua empresa? Como funciona isso?

Como citamos anteriormente, o sistema, normalmente, é formado por uma subdvisão em módulos, cada qual referente a um departamento ou setor da empresa.

Assim, você poderá, por exemplo, manter um módulo para o departamento Financeiro, outro para o de Vendas, outro para o de Recursos Humanos, etc.

Como cada uma dessas áreas apresenta particularidades em seus processos, cada módulo estaria de acordo com tais especificidades.

Entretanto, todos os módulos estariam ligados entre si, ou seja, integrados sob um mesmo sistema.

Essa subdvisão também pode facilitar a implantação do sistema aos poucos em sua empresa.

Você poderia começar com um módulo em um setor, depois em outro, e ir ampliando o uso da ferramenta de acordo com a estratégia de sua gestão.

Veja também: Entenda o que é automação empresarial e saiba aproveitar suas vantagens

Confira este modelo de um sistema de gestão Integrada:

O que é sistema de gestão integrado

Qual d iferença enter SGI, CRM e SCM?

A verdade é que muitos empreendedores e gestores ainda confundem os conceitos de um sistema de gestão integrada, SGI ou ERP, com os sistemas CRM e ou um SCM.

Vamos esclarecer isso entendendo um pouco melhor cada um desses conecitos.

O que é SCM – Supply Chain Management

A gestão da cadeia de suprimentos, ou Supply Chain Management (SCM) é responsável pelo fornecimento dos recursos, insumos e matérias primas que seu negócio necessita.

Em alguns momentos, alguns elementos do sistema SCM podem estar ligados ao ERP (ou SGI), como o departamento de compras e o controle de estoques, por exemplo, mas esse sistema é bastante complexo e, normalmente, tem uma gestão à parte, apesar de trocar informações com o ERP.

Podemos dizer que enquanto o ERP auxilia na gestão da operação do negócio, o SCM facilita e gerencia a obtenção dos recursos necessários para que a operação se realize.

O que é CRM – Customer Relationship Management

Sistemas de gestão de relacionamento com os clientes foram criados para que sua empresa possa conhecer profundamente as necessidades e desejos deles, para poder atendê-la da melhor forma possível.

Sistemas de CRM contam com dados históricos do relacionamento com os clientes, segmentação por perfis e diversas outras ferramentas que auxiliam a equipe de marketing e vendas a definir estratégias e táticas para conquistar e fidelizar clientes.

O objetivo é usar um relacionamento próximo e verdadeiro para reter os clientes, mantendo-os com sua empresa pelo maior tempo possível, depois de conquistados.

Podemos dizer que se o SCM entrega os recursos para a empresa e o ERP (ou SGI) gerencia a empresa e a produção, o CRM facilita as entregas dos produtos e serviços aos clientes finais, formando uma cadeia de três sistemas, como ilustrado nessa figura:

Conclusão

Além de todas essas vantagens, vale ressaltar que um sistema de gestão integrado não é uma exclusividade de grandes empresas.

Atualmente, há, inclusive, SaaS especializados em fornecer esses softwares a pequenos e médios negócios.

Há opções ideais,ainda, para empresas que não estão familiarizadas com o uso da ferramenta, além de alternativas bastante viáveis para orçamentos mais reduzidos.

O uso da tecnologia para melhorar a gestão e a produtividade da empresa como um todo é uma realidade inegável.

E as alternativas atuais garantem que as organizações dos mais variados portes e setores consigam aumentar sua competitividade no mercado através do uso de avanços tecnológicos.

Saber conciliar a gestão com essas ferramentas é uma peça-chave para garantir melhores resultados de sua empresa.

 

Depois de implantar seu sistema SGI, não esqueça integrá-lo a um emissor de notas fiscais como o NFe.io, veja mais: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 1