Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io
Nota Fiscal Eletrônica, gestão empresarial e meios de pagamento – Blog Nfe.io

Como gerenciar um E-commerce: 7 pontos fundamentais para obter o sucesso de sua loja virtual.

Escolha da loja virtual, meios de pagamento, logística, marketing de conteúdo, SEO e outras dicas de como gerenciar um e-commerce.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Saber como gerenciar um e-commerce vai muito além de controlar pedidos, embalar produtos e enviá-los ao consumidor. Um e-commerce bem administrado, precisa se destacar dentre tantas opções disponíveis, nos dias de hoje.

Na verdade, o gerenciamento de um e-commerce deve ser encarado como o de qualquer negócio: existem metas, desafios, concorrentes, ferramentas e colaboradores.

O objetivo de todo negócio, atualmente, é conhecer bem os seus clientes para poder encantá-los, superar suas expectativas trazendo algo a mais que os concorrentes não tem.

Veja também: Confira 4 estratégias de marketing digital para e-commerce para venda cada vez mais

Como gerenciar um e-commerce

1- Escolha da loja virtual

Este é um dos pontos mais importantes ´para quem quer saber como gerenciar um e-commerce. Existem lojas “prontas”, que você configura e pode usar para fazer suas vendas online.

Outros e-commerces, mais estruturados, constroem suas lojas com ajuda de desenvolvedores e programadores, garantindo um visual exclusivo. Mas isso sai bem caro!

Veja algumas plataformas com lojas “prontas”:

Saiba mais: Loja virtual: melhores meios de pagamento para e-commerce

2- Ajuste as formas de Pagamento

Uma questão de grande interesse para quem deseja saber como gerenciar um e-commerce é a definição das formas de pagamento.

O essencial é que se verifique a real necessidade de sua loja virtual e que sejam analisados os meios de pagamento que melhor se alinhem a esse perfil e a de seus clientes.

Normalmente quanto mais meios de pagamento, como cartões de crédito, déniot e boleto, melhor.

Para algumas lojas que vendem produtos para baixa renda, o boleto é fundamental, porque muitos cliente não tem cartão de crédito ou conta bancária.

3- Planeje toda a Logística

Com uma demanda por processos rápidos e eficazes por parte dos consumidores, manter um processo de logística bem desenvolvido é realmente um desafio.

Um fator essencial é que a equipe esteja preparada para realmente cumprir os prazos e atender às expectativas do seu cliente. É importante lembrar que, mais vale mostrar transparência nos prazos, do que deixar o consumidor aborrecido por não conseguir cumpri-los.

Investigue alternativas plausíveis, colaboradores e ferramentas que ajudem a facilitar as operações, tanto com relação à agilidade de serviço, quanto para baixar os custos do processo. Acredite, uma operação eficaz faz toda a diferença!

Na verdade, quem não tem muito capital para investir, pode optar por terceirizar esse trabalho. Avalie os custo benefício dessa opção.

4- Trabalhe com marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo pode ser feito através de posts em blog.

Nesse blog você criará textos que são do interesse de seu público. Por exemplo, se você vende artigos de camping, pode falar de roteiros de viagem, locais para visitar, técnicas de sobrevivência e outros temas, mas não necessariamente sobre seus produtos.

Para isso, você vai contar com a ajuda do SEO e da automação de marketing.

5- Use SEO

Aparecer entre as três primeiras opções em pesquisas no Google é muito interessante para o seu negócio.

Com um bom trabalho de SEO, o seu e-commerce irá aparecer para um público que está buscando soluções relacionadas ao seus produtos ou serviços.

Ele funciona assim: por meio de ferramentas de marketing digital, algumas pagas e outras gratuitas, como o próprio Google Analytics, você descobre quais são as palavras-chave mais procuradas por seu público-alvo e escreve os artigos do seu blog (lembra dele?) baseando-se nesses temas.

Um ponto negativo do SEO, para quem busca resultados rápidos, é o seu retorno um pouco mais demorado (de seis meses a um ano). De qualquer forma, deve-se levar esta estratégia em consideração, sem ela, não há como gerenciar um e-commerce com sucesso.

6- Use a automação de marketing para captar leads

A automação de marketing é uma das estratégias mais importantes para alavancar o seu e-commerce. Ele tem o objetivo de converter visitantes do site em leads, isto é: pessoas interessadas nos conteúdos de seu blog e que deixaram um contato.

É através da automação de marketing que suas estratégias de SEO e marketing de conteúdo se unem, veja como funciona:

  • Os clientes são atraídos para seu blog devido ao bom conteúdo e ao trabalho de SEO.
  • Nos posts do blog, são colocadas chamadas para baixar e-books ou infográficos, entre outros conteúdos mais profundos sobre os temas de interesse de seu público-alvo.
  • Para ter acesso a esses conteúdos, os interessados precisam deixar seus e-mails e outros dados em formulários, transformando-se em leads.
  • De posse desse dados, a ferramenta de automação de marketing ajuda você a direcionar e-mails com os conteúdos certos para as pessoas certas, atraindo-as para seu e-commerce ou mesmo enviando esse conatos para sua força de vendas.

Veja mais: Use a automação de marketing e transforme leads em clientes

7- Acompanhe seus resultados

Por fim, mas não menos importante, o último item fala sobre o acompanhamento dos resultados adquiridos com o seu e-commerce.

Saber como gerenciar um e-commerce é como qualquer outro negócio: existem metas a serem cumpridas e decisões a serem tomadas.

Quanto mais fácil for a mensuração dos resultados, melhor, pois mais rápida será a tomada de decisão.

Para isso, você deve usar métricas como custo de aquisição de clientes (CAC), ticket médio, abandono de carrinho e taxa de conversão.

Concluindo: não existe mágica ou garantia total de sucesso. Mas, se existem estratégias que, se seguidas com seriedade e comprometimento, adicionam valor ao e-commerce e trazem retornos positivos para o seu bolso, por que não praticá-las?

DICA EXTRA: Como emitir as notas fiscais de seu e-commerce?

Quando seu e-commerce decolar, provavelmente você terá que providenciar um programa de emissão de nota fiscal eletrônica, como o NFe.io.

Por meio dele o cálculo e a emissão das notas é automático e sem erros, fazendo sua equipe ganhar tempo e produtividade.

Além disso, ele permite emitir nota fiscais de diferentes CNPJs e até de prefeituras diferentes, na mesma interface. E o sistema garante um contato mais estável com os sites das prefeituras.

Com ajuda de um painel de controle, você pode acompanhar a evolução de seu faturamento mensal. Isso sem falar em diversas consultas automatizadas, como a CPF e CNPJ, além de um desconto ao emitir seu certificado digital.

Veja mais: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comments 0
There are currently no comments.