O que é antecipação de recebíveis: definição, tipos, vantagens e passo a passo de como fazer

Tempo de leitura: 6 minutos

Você tem ideia sobre o que é antecipação de recebíveis?

Se você precisa de uma liquidez imediata no caixa da sua empresa para obter capital de giro, cobrir despesas emergenciais, quitar algumas dívidas ou investir em um projeto de expansão dos negócios, saiba que adiantar o recebimento de suas vendas à prazo pode ser uma boa alternativa.

Ficou interessado e quer saber mais sobre essa modalidade? Então te convidamos a prosseguir com a leitura deste conteúdo e conferir nas próximas linhas:

  • O que é antecipação de recebíveis?
  • Tipos de antecipação de recebíveis
  • Principais vantagens da antecipação de recebíveis
  • Passo a passo de como fazer antecipação de recebíveis:
    • Procure uma instituição financeira que faz a antecipação de recebíveis
    • Especifique o tipo de antecipação e o valor a ser resgatado
    • Reúna toda a documentação comprobatória
    • Atente-se à taxa de antecipação de recebíveis

Leia também: Por que um empréstimo empresarial ajuda no crescimento do seu negócio?

O que é antecipação de recebíveis?

Os recebíveis de uma empresa se referem aos pagamentos das vendas dos produtos e serviços que ela fez para seus clientes.

Logo, podemos definir o que é antecipação de recebíveis como o adiantamento dos valores das vendas que a empresa realizou à prazo.

Quando a empresa vende um produto ou serviço para seus clientes na modalidade crédito ou financiamento, ela pode recorrer a uma instituição financeira e solicitar a antecipação desse dinheiro que, a princípio, ela só receberia depois do prazo previamente acordado.

Nessa operação de adiantamento, a instituição cobra uma taxa para antecipar os recebíveis da empresa, os quais geralmente são depositados na conta da empresa solicitante em até 24h.

O adiantamento do repasse de recebíveis é uma manobra que as empresas costumam fazer para obter liquidez imediata em caixa.

Suponhamos que a sua empresa tenha um montante de R$ 10 mil para receber de suas vendas feitas a prazo. Com a antecipação de recebíveis, você consegue ter acesso imediato a esse valor, descontando a taxa definida pela instituição financeira contratada.

Se a taxa cobrada for de 2,5%, por exemplo, o valor referente ao adiantamento dos seus recebíveis será de R$ 9.750.

Este post pode interessar a você: Como calcular capital de giro? Descubra e mantenha a saúde financeira da sua empresa!

Este vídeo da Menina Executiva tem mais detalhes:

Tipos de antecipação de recebíveis

Existem diferentes tipos de antecipação de recebíveis. A escolha do mais adequado vai depender do quanto a empresa precisa de ter o capital solicitado disponível em caixa.

  • Antecipação integral: adianta-se o montante total das vendas à prazo;
  • Antecipação parcial: adianta-se apenas uma parte do montante a receber;
  • Antecipação pontual: adianta-se o valor referente a uma única venda;
  • Antecipação automática: o adiantamento é programado para cair na conta da empresa periodicamente.

Vantagens da antecipação de recebíveis: por que fazer?

A antecipação de recebíveis é uma manobra que pode trazer algumas vantagens para a sua empresa.

A primeira delas se refere à facilidade de acesso a recursos. O processo de solicitação desse adiantamento é bem menos burocrático do que recorrer a empréstimos bancários. Até porque trata-se de um dinheiro que já é seu.

Além disso, para acessar o montante das vendas a prazo antes do vencimento você paga uma taxa que costuma ser bem inferior aos juros cobrados nos empréstimos junto a bancos e outras instituições financeiras.

A antecipação de recebíveis também traz como benefício a possibilidade de você quitar suas dívidas e outras despesas à vista, o que pode permitir que você negocie valores mais vantajosos.

Apesar das vantagens, é importante ressaltar que a antecipação de recebíveis deve ser feita com cautela e ser encarada como uma alternativa emergencial.

Caso essa manobra se torne muito frequente, a empresa pode acabar prejudicando sua saúde e viabilidade financeira. Isso porque a taxa de antecipação de recebíveis pode impactar negativamente o caixa da empresa no longo prazo.

Veja mais: Passo a passo: as 6 etapas fundamentais de como superar crise financeira na empresa

Passo a passo: como fazer antecipação de recebíveis?

Se você tem interesse em adiantar o valor de suas vendas, confira agora alguns passos fundamentais de como fazer antecipação de recebíveis.

Passo 1 – Procure uma instituição financeira que faz a antecipação de recebíveis

Bancos comerciais, fintechs e as adquirentes de cartões de crédito são as principais instituições financeiras que realizam a antecipação de recebíveis.

Cada uma delas oferece condições para esse tipo de operação. Escolha a que você considerar mais vantajosa para o seu negócio.

Passo 2 – Especifique o tipo de antecipação e o valor a ser resgatado

Informe para a instituição financeira que você escolheu qual é o tipo de antecipação de recebíveis que você quer fazer e qual valor você deseja resgatar.

Passo 3 – Reúna toda a documentação comprobatória

Antes de liberar a antecipação de seus recebíveis, a instituição financeira vai solicitar que você apresente uma série de documentos, como seu CNPJ, notas fiscais e ordens de pagamento.

Passo 4 – Atente-se à taxa de antecipação de recebíveis

É extremamente importante que você preste atenção à taxa de antecipação cobrada pela instituição contratada. Essa taxa costuma variar entre 1% e 3%.

E aí, ficou claro o que é antecipação de recebíveis?

Faça uso dessa estratégia e tenha acesso a recursos que podem ajudar a sua empresa em uma situação de emergência.

Veja também: Fintech de capital de giro: o que é, para que serve e 3 exemplos de fintechs que podem ajudar a impulsionar seu negócio

Gerencie suas notas fiscais com uma ferramenta online

Para ter os dados de seu faturamento sempre em dia as notas fiscais emitidas corretamente, use um software de emissão de notas fiscais como o NFE.io.

Confira algumas de suas vantagens:

  • Guarda suas notas em local seguro na nuvem automaticamente
  • Gráficos e estatísticas disponíveis em um dashboard, com a evolução mensal de seu negócio e motivo de recusa de notas;
  • Você pode usar mais de uma empresa em sua conta, o que permite até usar o modo de revenda;
  • Cálculo automático dos impostos;
  • Os arquivos XML e PDF são gerados e enviados aos clientes por e-mail;
  • Reenvio de notas automático caso o site da prefeitura esteja fora do ar;
  • Faz consultas automatizadas a CPF e a CNPJ.

Confira em nosso blog: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x