Descubra quais os principais tipos de controle financeiro

Tempo de leitura: 6 minutos

Será que você conhece todos os números que envolvem a sua empresa? Quanto entra, quanto sai? Qual é a receita? Há dívidas?

Sabia que somente ao entender, acompanhar e atualizar regularmente os principais tipos de controle financeiro é possível alcançar uma ampla e real visão sobre o seu negócio?

Analisar onde a empresa está e para onde está indo, criar uma base de crescimento sólido e saudável, saber como e quando investir – tudo isso pode ser organizado se houver um controle financeiro, que ajuda o gestor a tomar decisões baseadas em relatórios e dados concretos sobre a empresa.

Mas, afinal, quais são os principais tipos de controle financeiro que você deve acompanhar? Veja a seguir as características de cada um deles e por que é tão importante ficar de olho nas métricas que envolvem a sua empresa.

Você vende menos por ter CNPJs desatualizados?

Comece a validar o CNPJ dos seus clientes em milisegundos antes de finalizar as vendas.

Ganhe tempo!
Clique no botão e eu te explico como
Saiba mais

Veja também: Conheça 7 softwares financeiros empresariais e como podem auxiliar sua empresa

Quais os tipos de controles financeiros?

1- Fluxo de caixa

O mais básico de todos os principais tipos de controle financeiro é o fluxo de caixa, mas também imprescindível para manter tudo em ordem.

Esse controle pode ser alimentado diariamente em planilhas ou apresentado em relatório mensal e é o responsável por registrar todas as entradas e saídas de dinheiro da empresa.

Basicamente, ele mede a diferença entre a receita e a despesa e vai mostrar se os valores de saída da empresa são maiores do que os de entrada.

A falta de saldo no caixa significaria que a companhia não está gerando capital suficiente para segurar suas despesas, e muitas vezes é este indicador que mostra se é preciso ou não um empréstimo para seguir adiante.

2- Capital de giro

O capital de giro nada mais é do que o conjunto de contas financeiras que giram o dia a dia da sua empresa e todos os valores que você precisa pagar em prazos determinados para garantir que o negócio continue funcionando.

Trata-se de uma espécie de financiamento na operação da empresa, que envolve recursos de estoque, pagamento a fornecedores, custos operacionais, salários, impostos, entre outros possíveis gastos.

Para calculá-lo, basta somar o valor das contas a receber e o que há no estoque, subtraindo pelo valor de contas a pagar e outros custos. Esse controle permite que o gestor tome decisões de compra e venda mais assertivas, com base em recursos financeiros disponíveis no capital de giro.

3- Controle de contas a pagar e receber

Não pense que o controle de contas a pagar e receber estaria fora dessa lista de principais tipos de controle financeiro.

Afinal, se você não registrar exatamente tudo o que deve receber, como poderá acompanhar o controle de inadimplência de pessoas com quem trabalha ou para quem vende? Como evitar, assim, problemas no fluxo de caixa?

A importância desse controle, além de poder honrar com suas contas a pagar com planejamento e sem deixar o caixa desfalcado, é organizar as formas de pagamento.

Para isso, deve-se avaliar se existem vendas parceladas, se há clientes que devem, mas continuam comprando, o envio de cobranças no tempo certo e o diálogo com clientes, entre outras providências.

Saiba mais:Como organizar contas a pagar e receber de uma empresa pode melhorar (muito) seus resultados

4- Demonstrativo de resultados (DRE)

O demonstrativo de resultados do exercício (DRE) é mais um dos principais tipos de controle financeiro, e mostra um resumo de operações feitas em um certo período na empresa.

Trata-se de um reflexo com a situação real do negócio, indicando a receita (número total gerado, mesmo que determinado valor tenha sido parcelado), os custos, despesas e o valor líquido final.

 

Sua empresa está acumulando lucro ou prejuízo no mês a mês? Como chega em um resultado líquido favorável?

O DRE detalha alguns questionamentos importantes e, quando realizado anualmente, se torna um indicador extremamente relevante para que o gestor possa entender o que foi feito ao longo dos últimos 12 meses e associar esses resultados com o desempenho da empresa em relação à receita, o crescimento e sua rentabilidade.

5- Balanço patrimonial

Ainda há alguns outros principais tipos de controle financeiro, como é o caso do balanço patrimonial, que mostra indicadores financeiros completos para avaliar a evolução financeira e de patrimônio de uma empresa.

A conta se baseia no chamado “ativo” e “passivo” da empresa, ou seja, os bens e direitos de um lado, e as contas e dívidas de outro.

Diferentemente do fluxo de caixa e de outros indicadores mais dinâmicos, o balanço patrimonial traz dados estáticos, apesar de estarem baseados, é claro, em informações diárias de preenchimento, inclusive de notas fiscais aplicadas, cujos valores acabam se interligando em todos os outros indicadores.

Agora, confira este infográfico do blog Quickbooks e veja também alguns erros de controle financeiro que você deve evitar:

principais-tipos-controle-financeiro

Leia mais em nosso blog: Dicas de controle financeiro empresarial indispensáveis para garantir os resultados da sua empresa

Agora que você já sabe quais os tipos de controles financeiros, pode começar a fazer esses balanços e indicadores financeiros regularmente e entender as causas e consequências de resultados positivos e negativos da sua empresa.

Gerenciamento de notas fiscais

Assim como esses principais tipos de controle financeiro, o controle de notas fiscais recebidas e emitidas é igualmente importante para deixar a sua empresa organizada e ciente de tudo o que ocorre no dia a dia.

Com o NFE.io você conta com um painel de controle com toda sua movimentação de notas mensais.

Além do cálculo automático dos impostos, geração dos arquivos XML e HTML e envio das notas para os clientes, ele conta com diversas outras vantagens, como desconto na emissão do certificado digital e consultas automatizadas de CPF e CNPJ.

Confira: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFE.io

Precisa de uma ferramenta simples para controlar a Inadimplencia?

Baixe gratuitamente nossa planilha de controle de inadimplencia e facilite sua vida!

Controle quem são os devedores.
Utilize essa ferramenta gratuitamente, te enviaremos um presente surpresa
Quero a planilha


Quer receber mais conteúdo de graça?

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de empreendedorismo.

Comente

Deixe seu comentário abaixo. O seu e-mail não será divulgado.


Salvar meu nome e e-mail para os meus próximos comentários.
Ao clicar em comentar, você declara que aceita a nossa política de privacidade.

Está cansado de emitir as notas fiscais da sua empresa uma por uma?

Sabemos que é um processo muito chato e repetitivo. Você não precisa mais gastar tempo com isso, sabia ?

QUERO GANHAR TEMPO
x