NFE.io
NFE.io

Churning: o que é, como calcular e usar em seu negócio

Saiba tudo sobre Churning: o que é, como calcular, a importância desta métrica, o que é churning negativo e como suar em sua SaaS.

Gabriel MarquezGabriel Marquez

Para quem não conhece a expressão churning, o que é esta métrica e qual sua importância para empresas SaaS (que comercializam softwares como serviços pagos mensalmente, como uma assinatura) está postagem será muita ajuda.

Separamos as principais dicas sobre o que é churning de uma forma didática e objetiva para que você possa dominar este conceito e passar a usar este importante indicador na gestão do desempenho empresarial do seu negócio.

Churning: o que é e como usar da melhor forma

Churning pode ser definido como a perda de clientes de um negócio em relação ao período anterior.

Assim, o churning é a desistência dos clientes de continuarem a trabalhar com sua empresa o que, no caso de mepr3esas de cobram mensalidades, é especialmente preocupante.

Desta forma, escolas, faculdades, jornais e revistas que vendem assinaturas, clubes de consumo por assinatura, como de vinhos e cosméticos, além das já citadas empresas SaaS devem monitorar constantemente o churning e o que é a sua causa em seu negócio.

O churning é medido pela chamada churn rate, (ou taxa de churn, em português) que obedece a seguinte fórmula:

Número de clientes que cancelaram o serviço no período, dividido pelo número de clientes no início do período, multiplicado por 100, para o resultado ser expresso por uma porcentagem.

Churning: o que devemos calcular para achá-lo, exemplo prático:

Imagine uma empresa que tinha iniciado o mês com 300 clientes pagando suas mensalidade normalmente.

Durante este período, por alguma insatisfação ou outros problemas, 15 deles cancelaram a assinatura do serviço.

Se colocarmos estes números na fórmula descrita mais acima, taremos:

15 / (300 X 100) = 0,05 X 100 = 5%

Uma taxa que, em alguns negócios, pode ser considerada preocupante, pois para que o negócio continue com o mesmo patamar de lucratividade, será preciso conquistar, no mínimo, 15 novos clientes por mês, sem crescimento, apenas se mantendo estável.

Portanto, buscar a redução de churn é algo importantíssimo para aqueles empreendedores que querem manter seu negócios que dependem de pagamentos recorrentes mensais sempre lucrativos.

A redução de churn também é conhecida como churning negativo, conceito que vamos entender a seguir.

Confira também este post: Descubra a eficiência de sua empresa com as métricas SaaS

Churning negativo: o que é e como calcular

Para calcular com mais precisão o churn, você pode usar a fórmula anterior, mas diminuir do número de clientes perdidos o número de clientes conquistados, antes de dividir pelo número de cliente no início do mês.

Assim, se no mesmo exemplo que demos acima, apesar de ter perdido 15 clientes, a empresa tiver conquistado 20 novos, o cálculo seria este:

(15 – 20) / 300 X 100 = -0,016 X 100 = -1,6%

Portanto, a empresa teve uma crescimento de 1,6% em sua base de clientes.

O que é o churning negativo, então? Ora, nada mais que um crescimento em sua base de clientes, descontadas as desistências.

Mas fique atento! Nem sempre o acréscimo das conquistas de clientes mensais inverte o sinal do churning.

Se a empresa tivesse ganho apenas 10 novos clientes, o churning não apresentaria sinal negativo, veja:

(15 – 10) / 300 X 100 = 0,16 X 100 = 1,6%

O que significa que a empresa, apesar de algumas conquistas, continua perdendo mais clientes do que ganhando.

Churning, o que é isso, como calcular e para que serve não é mais um mistério para você?

Então, passe a calcular esta importante métrica SaaS mensalmente e fique atento a perda de clientes, para tomar as medidas necessárias, como a melhoria de seus serviços e a introdução de um time de Customer Success, responsável por acompanhar os clientes de perto e ter certeza de que estão usando seu serviço com sucesso nas empresas deles.

Veja também em nosso blog: Porque usar software para emissão de NFe em pagamentos recorrentes

Sim, se sua empresa precisa gerenciar a emissão mensal de notas fiscais eletrônicas de serviço referentes às assinaturas de um SaaS, nada mais indicado do que usar um software especializado nisso que, entre outras vantagens, garantirá:

  • Cálculo automático dos impostos
  • Suporte e assistência em casos de dúvidas ou necessidades
  • Dados e estatísticas disponíveis para análise financeira de seu negócio
  • Possibilidade de integração via API com outros softwares, como ERP e meios de pagamento
  • Conexão estável com os sites das prefeituras
  • Desconto para emissão de certificado digital

Entre diversas outras vantagens.

Confira mais detalhes: Gerenciador de nota fiscal eletrônica: conheça o NFe.io

Empreendedor e Fundador da NFe.io e outras startups. Focado em ajudar empreendedores a escalar seus negócios. Interessado? Marque um papo!
Comentários 0
Não há nenhum comentário